Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral

Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 18 de Fevereiro de 2019, 18h41
  • Última atualização 18/02/19
  • 18h47

Aprenda como cuidar do cordão umbilical do recém-nascido

Não é preciso ter medo de limpar a região porque o bebê não sente dor alguma. Caso o umbigo não cicatrize, algumas doenças precisam ser avaliadas pelo profissional de saúde.

Umbigo GettyImagesCom o nascimento de uma criança, nascem também inúmeras dúvidas sobre os cuidados que devemos ter com ela, especialmente nos primeiros dias de vida. E um destes cuidados é com o umbigo, pois o coto umbilical, que ligava a mãe ao bebê no útero, ainda fica preso ao recém-nascido por alguns dias. Ele precisa ser bem limpo para evitar infecções até que caia sozinho, pouco depois da primeira semana de vida.

Comentário (0) Hits: 234
Geral
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 18 de Fevereiro de 2019, 15h52
  • Última atualização 18/02/19
  • 16h12

OMS estima que casos de sarampo tenham dobrado no mundo em um ano

sarampo OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que as infecções por sarampo tenham dobrado em um ano no mundo, em meio a severos e prolongados surtos em países pobres e ricos, afirmou a agência da ONU na quinta-feira (14). Além de ser possivelmente fatal, sintomas do sarampo incluem erupções cutâneas, cegueira e inflamação do cérebro. O vírus pode ser transmitido facilmente através de espirros e tosses, além de sobreviver horas em uma gota d’água.

Comentário (0) Hits: 203
Registrado em:
Cursos e Eventos
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 18 de Fevereiro de 2019, 15h39
  • Última atualização 18/02/19
  • 15h41

Abertas as inscrições para minicurso sobre climatério

 

minicurso climaterioAs inscrições para o minicurso EAD “Considerações sobre a Integralidade do cuidado no climatério” do TelessaúdeRS estão abertas até o dia 10 de março. Destinado a profissionais de saúde da Atenção Primária à Saúde (APS), o curso tem o objetivo de informar e atualizar os profissionais para o atendimento e acolhimento de mulheres no climatério de acordo com suas singularidades.

O curso tem carga horária de 15h e é realizado em uma plataforma autoexplicativa, sem tutores e professores. Portanto, o participante pode realizar as atividades no dia e no horário de sua preferência. Cada atividade é liberada somente quando a anterior for cumprida. O curso ficará disponível na plataforma Moodle TelessaúdeRS até o dia 17 de março, sem prorrogação.

Comentário (0) Hits: 133
Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 15 de Fevereiro de 2019, 18h38
  • Última atualização 19/02/19
  • 19h01

Como se prevenir de doenças transmitidas por alimentos contaminados

 Medidas simples podem ser tomadas no dia-a-dia para evitar este transtorno.

Intoxicação Alimentar GettyImagesQuem nunca comeu uma comida e sentiu que ela não caiu bem? Mais comuns do que imaginamos, as doenças transmitidas por alimentos ou água contaminados são síndromes que trazem sintomas geralmente gástricos, como náuseas, vômitos, diarreia e dor abdominal. Em casos mais graves, os sintomas vão além, atingem o sistema neurológico e o fígado, por exemplo. A boa notícia é que estas doenças são facilmente preveníveis. Medidas simples podem ser tomadas no dia-a-dia para evitar este transtorno.

Comentário (0) Hits: 267
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 15 de Fevereiro de 2019, 10h47
  • Última atualização 15/02/19
  • 10h51

Esclareça suas dúvidas sobre suplementos alimentares

 A 4ª versão do documento orientativo sobre o novo marco regulatório dessa categoria de alimentos já pode ser consultada.

Suplementos Alimentares GettyImagesJá está disponível para consulta a 4ª edição do Documento de Perguntas e Respostas sobre Suplementos Alimentares. Trata-se de um instrumento informativo, destinado a esclarecer dúvidas sobre o tema e auxiliar na implementação do novo marco regulatório dessa categoria de alimentos, publicado pela Anvisa em julho do ano passado.

Com as novas regras, a Anvisa reduziu o desnível de informações observado nesse mercado, especialmente na veiculação de alegações sem comprovação científica. Além disso, a modernização da regulamentação diminuiu os obstáculos para comercialização e inovação do setor. Melhorou, ainda, o controle sanitário e a gestão do risco desses produtos.

Comentário (0) Hits: 573
Registrado em:
Serviços
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 14 de Fevereiro de 2019, 17h59
  • Última atualização 14/02/19
  • 18h01

Programa Farmácia Popular: nova versão do webservice está disponível

 

farmacia popularUma nova versão do webservice do Programa Farmácia Popular e do componente de segurança (GBAS) está disponível. Ela vai substituir a versão usada atualmente. O Ministério da Saúde destaca que, a partir do dia 25 de fevereiro deste ano, as dispensações pelo Programa só poderão ser feitas por meio do novo webservice.

Um link de acesso ao novo webservice DNS para a comunicação com o DATASUS, está disponível no Portal de Homologação/Produção encontrado no site www.saude.gov.br/aquitemfarmaciapopular no menu lateral Sistema de Vendas.

Comentário (0) Hits: 317
Registrado em:
Assunto(s): Farmácia Popular
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 14 de Fevereiro de 2019, 15h24
  • Última atualização 14/02/19
  • 15h31

Anvisa atualiza lista de substâncias controladas

 Substância RH-34 foi incluída na lista de psicotrópicos proibidos no Brasil.

AnvisaA Anvisa publicou, no Diário Oficial da União desta terça-feira (12/2), uma atualização do Anexo I da Portaria SVS/MS 344/98, que trata das substâncias sujeitas a controle especial no Brasil. A Resolução RDC 265/2019 incluiu a substância RH-34 na Lista F2 da referida portaria.

Com isso, a RH-34 passou a ser classificada como substância psicotrópica proscrita no país. Na prática, isso significa que estão proibidas a produção, a fabricação, a importação, a exportação, o comércio e o uso dessa substância, exceto para fins de pesquisa e trabalhos médicos e científicos, quando devidamente autorizados pela Anvisa.

Comentário (0) Hits: 403
Registrado em:
Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 14 de Fevereiro de 2019, 11h10
  • Última atualização 14/02/19
  • 11h18

O que o Índice de Massa Corporal (IMC) diz sobre sua saúde

IMC GettyImages

Criado no século 19 pelo matemático Lambert Quételet, o Índice de Massa Corporal, conhecido pela sigla IMC, é um cálculo simples que permite medir se alguém está ou não com o peso ideal. Muitas pessoas buscam descobrir seu IMC quando iniciam uma dieta específica ou uma atividade física. E estão certas, pois ele aponta a normalidade - peso adequado -, a magreza ou a obesidade em diferentes níveis. Mas, com o resultado deste cálculo em mãos, o que fazer? E o que este número final diz sobre a saúde de cada pessoa?

Comentário (0) Hits: 384

Hanseníase é tema de curso do Ministério da Saúde

 A capacitação tem como objetivo preparar profissionais de saúde para atuarem no controle da transmissão da hanseníase e diminuir as incapacidades causadas pela...

Tags: Hanseníase , Dia de Combate à Hanseníase , Curso , Especialização , Saúde
  • publicado
  • 14/02/19
  • 10h50
Comentário (0) Hits: 502

Ministério da Saúde pesquisa comportamento dos brasileiros

Durante todo o ano, equipe entrevista brasileiros por telefone para monitorar fatores de risco e proteção para doenças crônicas para a Vigitel 2019 Em uma consulta, é comum o...

Tags: vigitel
  • publicado
  • 12/02/19
  • 17h16
Comentário (0) Hits: 675

SAÚDE CRÔNICA: Fugindo do Crtl C+ Crtl V

  Copiar e colar deixa o cérebro preguiçoso, porque ele não exercita a neuroplasticidade, que é a capacidade de desenvolver novas conexões e habilidades em qualquer idade. Além...

  • publicado
  • 12/02/19
  • 15h42
Comentário (0) Hits: 284

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página