Alto contraste: A A Aumentar fonte: A | A | A
Assine o nosso feed de notícias: RSS

Outubro Rosa | Mobilização e histórias sobre o câncer de mama

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O Outubro Rosa já mobilizou milhares pessoas em todo o Brasil. Por meio da Hashtag #OutubroRosa2014, o Ministério da Saúde reuniu imagens de várias regiões do país que participaram da campanha.

A ação tem o objetivo de conscientizar sobre a importância da detecção precoce do câncer de mama. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), para o controle do câncer de mama, é recomendado que as mulheres entre 50 e 69 anos realizem mamografia a cada dois anos, mesmo que não tenham alterações. Leia mais informações aqui.

O Blog da Saúde também reuniu o depoimento de duas mulheres incríveis, guerreiras e que são exemplos de superação na luta contra o câncer de mama.

Leia mais...


Ministério da Saúde libera mais de R$7 mi para estruturação de projetos de plantas medicinais e fitoterápicos

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (24) o resultado final do edital SCTIE/MS nº 1/2014 que apoiará projetos na área de plantas medicinais e fitoterápicos. No total foram selecionados 19 projetos sendo 12 deles para a assistência farmacêutica em plantas medicinais e fitoterápicos, 05 para estruturação de Arranjos Produtivos Locais (APLs) de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, no âmbito do SUS, e 02 para o desenvolvimento e registro sanitário de medicamentos fitoterápicos da Rename (Relação Nacional de Medicamentos Essenciais), por meio de laboratórios públicos.

Serão investidos aproximadamente R$7,1 milhões para o desenvolvimento destes 19 projetos que estão ligados às secretarias de saúde municipais e estaduais de todo o país. Os recursos serão transferidos na modalidade fundo-a-fundo e utilizados na aquisição de equipamentos, insumos, contratação de serviços e capacitações. Os projetos serão desenvolvidos no âmbito do SUS de todas as regiões brasileiras.

Desde 2012 o Ministério da Saúde lança editais para apoio de projetos na área. Alguns deles, como os APLs de Santarém (PA) e Pato Bragado (PR), já finalizaram e mostram experiências exitosas no uso dos recursos. A seleção que antes só apoiava projetos de APLs foi mais abrangente este ano e passou a incluir projetos de assistência farmacêutica e produção de fitoterápicos por laboratórios públicos. “O Ministério da Saúde observou esta demanda e ampliou a seleção buscando fomentar a cadeia produtiva como um todo, estimulando a produção de fitoterápicos por laboratórios públicos, ajudando no desenvolvimento local e na disponibilização de fitoterápicos eficazes, seguros e de qualidade aos usuários do SUS”, explica o secretário de Ciência e Técnologia do Ministério da Saúde, Carlos Gadelha.

Leia mais...


Ministério da Saúde e ANS iniciam projeto piloto para incentivar parto normal

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, participa nesta sexta-feira (24/10) da assinatura de cooperação técnica entre a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Hospital Israelita Albert Einstein e o Institute for Healthcare Improvement (IHI), para implantação de projeto piloto de promoção do parto normal em hospitais privados. O objetivo é induzir a adoção de boas práticas com foco no atendimento humanizado para diminuir a incidência de cesarianas na rede privada de saúde. O projeto piloto que será implantado no Einstein também prevê outras duas áreas prioritárias: atenção primária e ao idoso.

Assinatura de Termo de Cooperação Técnica

Dia: 24/10/2014 (sexta-feira)
Horário: 11h
Local: Hospital Israelita Albert Einstein (Avenida Albert Einstein, 627 – Bloco E – 3º andar, entrada pela recepção da maternidade)


População de Pouso Alegre (MG) recebe seis Unidades Básicas de Saúde

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Crédito: Erasmo Salomão/ASCOM/MSCrédito: Erasmo Salomão/ASCOM/MSO Ministro da Saúde, Arthur Chioro, participou nesta quinta-feira (23) da inauguração das novas instalações de seis Unidades Básicas de Saúde (UBS) em Pouso Alegre, Minas Gerais. O ministro esteve presente na UBS do bairro Esplanada, que contou com recursos de R$ 305,8 mil do Ministério da Saúde. A unidade terá uma equipe de Saúde da Família para atender os principais problemas de saúde da população. Além do bairro Esplanada, foram reinauguradas simultaneamente Unidades Básicas de Saúde nos bairros, Ferreiras, Foch, Fátima, Belo Horizonte e Jardim Yara.

Ao todo, o Ministério da Saúde investiu R$ 717,9 mil para reforma e ampliação das seis UBS. O repasse do recurso ao município ocorreu por meio do Programa Requalifica, uma das estratégias para a estruturação e o fortalecimento da Atenção Básica. O programa propõe uma estrutura física para as UBS - acolhedoras e dentro dos melhores padrões de qualidade - que facilite a mudança das práticas das equipes de Saúde. Atualmente, as 23 UBS existentes em Pouso Alegre estão inseridas no Requalifica.

De acordo com o ministro da Saúde, Arthur Chioro Saúde, as UBS melhoram a qualidade de vida da população e ajudam a reduzir os encaminhamentos aos hospitais. “Quando a Atenção Básica funciona de forma adequada, com equipe completa, mais de 80% dos problemas de saúde são resolvidos nas Unidades Básicas de Saúde, permitindo que a população faça a prevenção de forma adequada, desafogando as emergências”, destacou o ministro.

Leia mais...


Brasileiro troca futebol por musculação

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O brasileiro tem se exercitado mais. Pesquisa do Ministério da Saúde aponta que hoje 33,8% da população pratica atividade física regularmente, um crescimento de 12,6% nos últimos cinco anos. Os dados inéditos, do estudo Vigitel 2013, indicam uma mudança no comportamento da população adulta, que está mais atenta às mensagens de promoção à saúde e preocupada em adotar estilo de vida mais saudável.

Na busca por atividades físicas, a musculação tem ganhado cada vez mais adeptos no Brasil, enquanto o futebol reduz a participação na rotina da população. O percentual de entrevistados que disseram praticar musculação cresceu 50% entre 2006 e 2013, enquanto o índice dos que jogam bola caiu 28% no período. Segundo a pesquisa, 18,97% dos adultos hoje optam pelas academias, contra 14,87% que dizem praticar futebol.

Entre os homens, o futebol continua sendo o esporte preferido. Na hora de se exercitar, 26,75% da população masculina recorre à paixão nacional. Mas, mesmo nesse grupo, o índice caiu: oito anos atrás, mais de 35% diziam jogar bola regularmente. Em segundo lugar, esse público realiza mais caminhadas, seguido da musculação.

Leia mais...



Web radio saúde