A exibição do player de áudio desta página depende de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 09 de Abril de 2015, 11h38
  • Última atualização: 09/04/15 13h59

Saiba por que a batata doce ajuda controlar a diabetes

Fonte: mind5563

A batata doce está entre os alimentos saudáveis, listados no livro Alimentos Regionais Brasileiros, lançado nesta semana pelo Ministério da Saúde. Essa raiz é rica em carboidratos, fornece quantidades razoáveis de vitaminas A e C e algumas do complexo B. Além disso, ajuda a controlar a diabetes, conforme explica a nutricionista do Hospital Federal Cardoso Fontes, no Rio de Janeiro, Rosanna Caterina.“Além de ela ser rica nesses nutrientes, ela é uma boa fonte de fibras. Por ela ser rica em fibras, ela também acaba auxiliando no controle das taxas do colesterol, da glicose. Então, é bom também para o controle dos diabéticos, apesar de ser batata doce, é um carboidrato de baixo índice glicêmico, quando a gente consome a batata doce, ela libera, lentamente, o açúcar que ela tem na corrente sanguínea, liberando esse açúcar gradualmente, não estimula muito a insulina.”

No livro Alimentos Regionais Brasileiros, com comidas típicas de cada região e dicas de como cozinhar com mais saúde, a batata doce é apresentada numa receita de pão. Mas a cozinheira, Antônia Reis, que trabalha com alimentação saudável há mais de dez anos, dá várias dicas de como preparar o alimento. “O melhor jeito de você consumir ela é da forma cozida ou em preparações que não levem muita gordura porque a gordura faz com que a batata doce perca sua função; e aí eu faço pães, bolos, biscoitos, tudo na dieta funcional com ela. Se você fizer com açúcar, você sempre usa menos porque a batata já dá uma adocicada no alimento; ao invés de você fazer um macarrão só com massa branca, você agrega a batata doce, ele vai ficar um macarrão do índice glicêmico baixo.”

Apesar de ser um alimento saudável, a nutricionista, Rosanna Caterina, orienta que a batata doce deve ser consumida de forma moderada.“A quantidade é de acordo com as necessidades calóricas daquele paciente, de energia que aquela pessoa necessita para o dia dela. Mesmo sendo um carboidrato bom, eu sempre oriento pra optar, não misturar com outro carboidrato, mas sempre é importante isso: não vai comer à vontade, tudo tem caloria, só folha que não tem.”

 

Para saber mais sobre as propriedades da batata doce e de outros alimentos saudáveis e como prepará-los, acesse o livro Alimentos Regionais Brasileiros na página do Ministério da Saúde.

Fonte: Ana Cláudia Amorim/ Agência Saúde

 

Registrado em:
Adicionar Comentário
  • Informação bem interessante vou começar a comer mais batata doce. :)

  • Olá, Maria! É importante estar atenta à alimentação de modo geral. O Guia Alimentar para a População Brasileira está disponível para consultas online, baixar em seu computador e também para impressão da versão digital, que você pode acessar aqui: http://bit.ly/1x8xWeO e entender mais sobre o assunto. #GuiaAlimentar

    cerca de 1 ano atrás
  • FatorDiabetes

    Denunciar Link Permanente

    Cabe destacar ainda que as fibras solúveis presentes na batata doce ajudam a reduzir a absorção do açúcar pela corrente sanguínea.

    cerca de 1 ano atrás
  • Olá, FatorDiabetes!
    Mudanças no estilo de vida podem reduzir em até 58% da incidência de diabetes. Essas mudanças são: redução de peso (5-10% do peso), manutenção do peso perdido, aumento da ingestão de fibras, restrição energética moderada, restrição de gorduras (principalmente as saturadas) e o aumento da atividade física.
    Também, a utilização de dietas com baixo índice glicêmico pode servir como estratégia complementar, onde a diminuição da carga glicêmica da dieta mostra-se um método efetivo para a perda de peso e melhoria do perfil lipídico.
    Alguns fatores que podem influenciar na resposta glicêmica: tipo de preparação dos alimentos, combinação com outros alimentos, grau de maturação e processamento e nível de glicemia pré-prandial. É possível observar que há um maior efeito na glicemia em um suco da fruta que na fruta in natura com bagaço, ou na fruta mais madura que na menos madura.
    Ou ainda, em vegetais cozidos do que em vegetais crus, ou em carboidratos sozinhos do que acompanhados com proteína, gordura e/ou fibra. Também, fibras solúveis além de estarem relacionadas a melhora do transito intestinal, auxiliam no controle glicêmico, e um ótimo exemplo é a aveia (farelo) que pode ser consumida com diversos alimentos, como as frutas no café da manhã e nos lanches. :) Continuamos à disposição. #SaúdenasRedes

    cerca de 1 ano atrás

Facebook

Twitter

Instagram

TV Saúde

Web Rádio Saúde

TUBERCULOSE: Ministério da Saúde lança Plano Nacional para enfrentar a doença 

Flickr Saúde

Central de Arquivos

Julho 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6
Fim do conteúdo da página