Alto contraste: A A Aumentar fonte: A | A | A
Assine o nosso feed de notícias: RSS

DDAHV divulga resultado as seleção para estágio na França

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O Departamento divulga hoje, 31/03, o resultado da seleção de candidatos a estágio na França. Foram analisados os currículos e anteprojetos em HIV de quatorze candidatos, dos quais seis foram selecionados para o referido estágio.

O programa de Cooperação Técnica Brasil-França é uma iniciativa do Ministério da Saúde do Brasil e do Ministério das Relações Exteriores da França, por meio da embaixada da França no Brasil que concede ao estagiário uma bolsa de estudos no valor de €1.704 (um mil, setecentos e quatro euros), por mês, para cobrir despesas com hospedagem, transporte local e alimentação, cabendo ao Ministério da Saúde, por meio do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, cobrir as despesas com passagens aéreas, em classe econômica, desde a cidade de origem no Brasil até a de destino na França, e retorno.
Os estágio serão realizados entre os meses de maio e dezembro de 2015

Fonte: Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais

Escrever um comentário (0 Comentário)

Ministério da Saúde lança sistema para monitorar procedimentos de transfusão de sangue

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Para garantir o maior controle dos processos que envolvem a doação de sangue na rede pública de saúde – da coleta e realização dos testes até a transfusão do sangue – foi lançado nesta terça-feira (31) pelo ministro da Saúde, o Sistema Hemovida Web - Módulo Transfusional. O sistema, produzido pelo Datasus, vai facilitar a rastreabilidade dos componentes de sangue, como plasma, plaquetas e hemácias, recebidos e distribuídos pelas Agências Transfusionais (ATs) que ficam, em sua maioria, dentro de hospitais. O lançamento aconteceu durante a Reunião Hemorrede Pública com gestores do Sistema Nacional de Sangue, Componentes e Derivados (Sinasan), em Brasília.

Cabe às agências transfusionais a responsabilidade por armazenar o sangue e seus derivados, realizar exames pré-transfusionais, liberar e transportar os produtos sanguíneos para as transfusões nos setores do Complexo Hospitalar. O sistema estará disponível a partir desta terça-feira (31) para todas as Agências mediante adesão dos gestores locais. A expectativa é que a ferramenta atenda cerca de 1.700 serviços da rede de hemoterapia brasileira, que representa aproximadamente 70% da rede. No total, o Brasil conta hoje com 2.700 serviços de coleta e distribuição de componentes do sangue.

Durante o lançamento do sistema, o ministro lembrou que, apenas no ano passado, foram realizadas no Brasil mais de três milhões de transfusões de sangue. “Esse sistema é de fundamental importância para garantir qualidade e segurança em todo o procedimento, desde a coleta até a transfusão sanguínea”, afirmou Chioro. Segundo ele, o monitoramento mostra que o país, apesar de suas diferenças regionais, pode ter uma rede de qualidade, com agilidade nos processos de transfusão de sangue.

Leia mais...

Escrever um comentário (0 Comentário)

Aumento permitido no preço máximo dos medicamentos fica abaixo da inflação

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamento (CMED) fixou em 6% o ajuste anual médio do preço máximo dos medicamentos. O índice se mantém abaixo da inflação dos últimos 12 meses, cujo IPCA acumulado de março de 2014 até fevereiro de 2015 foi de 7,7%. Para a fixação do valor são seguidos critérios técnicos definidos na Lei Federal 10.742/2003, que consideram a produtividade da indústria, a variação de custos dos insumos e a concorrência dentro do setor, além da inflação do período. O reajuste passa a valer a partir desta terça-feira (31), data da sua publicação no Diário Oficial da União.

A regulação atinge 9.120 medicamentos e varia de acordo com níveis de concorrência. Este ano, a maior parte (50,18%) dos produtos teve o menor percentual de ajuste, de 5%. Fazem parte desse grupo medicamentos de alta tecnologia e de maior custo, como a ritalina (tratamento do déficit de atenção e hiperatividade) e a stelara (psoríase). Esse grupo é considerado de menor concorrência, pois compõem mercado altamente concentradOs medicamentos da categoria dois, referentes a mercados moderadamente concentrados (25,37% do total), sofrerão aumento máximo, autorizado pelo Governo Federal, de até 6,35%. Entre eles, estão lidocaína amoxicilina (antibiótico para infecções urinárias e respiratórias) e imipenem (antibiótico). Já o grupo um, de maior concorrência e que tende à manutenção de preços mais baixos (24,45% do total), terá o maior ajuste, que pode chegar ao teto de 7,7%. Dentre estes medicamentos, estão o omeprazol (tratamento de gastrite e úlcera) e a risperidona (antipsicótico).

O secretario-executivo da CMED, Leandro Safatle, esclarece que a resolução define o limite de aumento autorizado pelo Governo, o que não significa que, na prática, o consumidor sentirá esse acréscimo, devido à concorrência entre empresas e descontos oferecidos.

Leia mais...

Escrever um comentário (0 Comentário)

Ministério da Saúde promove encontro para discutir dengue nas regiões Norte e Nordeste

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O Ministério da Saúde promove nesta terça-feira (31), em Brasília, a Reunião Macrorregional Norte e Nordeste sobre dengue e chikungunya. O encontro, que tem como objetivo debater a situação epidemiológica da dengue e da febre chikungunya no Brasil e nestas regiões, reúne representantes das secretarias de saúde dos estados e dos municípios do Norte e do Nordeste. O Coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue do Ministério da Saúde, Giovanini Coelho, atenderá a imprensa às 14h30.

Reunião Macrorregional sobre dengue e chikungunya

Data: 31 de março (terça-feira)
Horário: 14h30
Local: St. Marco Hotel - Setor Hoteleiro Sul Quadra 05 Bloco C Asa Sul - Brasília DF

Escrever um comentário (0 Comentário)

Saúde lança Sistema Hemovida Web - Agência Transfusional para 1.700 serviços

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, participa nesta terça-feira (31) do lançamento do Sistema Hemovida Web – Agência Transfusional, que possibilitará o controle das etapas envolvidas no processo de transfusão de sangue. A implantação do sistema será realizada por adesão e estará disponível para os 1.700 serviços brasileiros. O lançamento ocorrerá durante a abertura da Reunião Hemorrede Pública com gestores do Sistema Nacional de Sangue, Componentes e Derivados (Sinasan).

Lançamento do Sistema Hemovida Web

Data: 31 de março (terça-feira)
Horário: 9h
Local: Quality Hotel & Suites Brasília - Setor de Múltiplas Atividades Sul (SMAS) - Trecho 3 , Conjunto 2, Bloco A – Brasília/DF

Escrever um comentário (0 Comentário)