Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral
  • não publicado
  • Publicado: Terça, 23 de Setembro de 2014, 09h00
  • Última atualização: 22/09/14 15h22

Pratique atividades físicas e combata o estresse

Crédito: Carlos Horta/ ShutterstockA atividade física pode ser uma aliada importante no combate ao estresse. Além de seus efeitos no corpo - como controle do peso e melhora no quadro clínico de diversas doenças – a prática regular de atividades físicas também possui benefícios psicossociais e contribui para a diminuição do estresse, diminuição dos sintomas da TPM, melhora do humor, aumento da auto-estima e da sensação de bem-estar.

A prática de atividades como caminhadas, danças, jogos esportivos ou passeios de bicicleta, por exemplo, induz a produção de endorfinas, uma substância natural responsável por atenuar a sensibilidade à dor e proporcionar uma sensação de relaxamento e prazer. Dessa forma, a prática de atividades físicas contribui para aliviar as tensões do dia a dia, diminuir a ansiedade e melhorar a qualidade do sono, diminuindo os níveis de estresse.

O estresse é, também, uma atitude biológica necessária para a adaptação às situações novas. Como no caso do estudante Bruno Gallo, que se mudou para Londres, em 2013, e passou por um período de adequação aos costumes locais. “No começo eu me sentia muito pressionado pelo metrô. Ficar horas por dia debaixo da terra, com uma barulheira. Aí comecei a entender que andar pros lugares era uma opção melhor. Isso me fez acordar mais cedo, tomar um café da manhã mais legal e já me exercitar logo cedo”, conta o estudante.

 

A prática de atividades físicas também contribui para a redução da pressão arterial e dos níveis de colesterol, controle da diabetes, melhora na capacidade pulmonar, na flexibilidade das articulações e no fortalecimento muscular e ósseo.

Manter uma alimentação saudável e estar hidratado são os requisitos básicos para praticar atividades leves “Caminhar também me fez beber mais água, o que faz uma diferença absurda para o meu organismo”, afirma Bruno.

Durante o processo de estresse, o organismo perde muitas vitaminas e nutrientes. Para repor essa perda é recomendado comer muitas verduras e frutas, pois são ricas em vitaminas do complexo B, vitamina C, magnésio e manganês. Brócolis, chicória, acelga e alface são ricas nesses nutrientes. O cálcio pode ser reposto com leite e seus derivados.

Ressalta-se que quando a atividade física é intensa e contínua, ela promove uma maior produção de radicais livres, que se não forem neutralizados adequadamente, podem gerar o estresse oxidativo, processo de lesão nas células e tecidos. Para neutralizar esses radicais é essencial a ingestão adequada dos seguintes nutrientes: vitamina A, C e E, zinco, selênio e licopeno.

Aliando uma alimentação saudável, completa e rica em nutrientes, com o consumo de água adequado e a prática de exercícios físicos, o corpo humano tende a ter um melhor funcionamento e não se prejudicar com o estresse.

 

Fonte: Bia Magalhães / Blog da Saúde

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página