Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral
  • não publicado
  • Publicado: Sexta, 07 de Novembro de 2014, 16h24
  • Última atualização: 11/11/14 09h33

Nutrição | Novo Guia Alimentar recomenda consumir alimentos in natura ou minimamente processados

Crédito: Aleksandar MijatovicO novo Guia Alimentar para a População Brasileira foi lançado nesta semana pelo Ministério da Saúde.  A publicação mostra os cuidados e caminhos para alcançar uma alimentação saudável, saborosa e balanceada. Uma das recomendações do novo guia é consumir alimentos in natura ou minimamente processados, conforme explica a coordenadora geral de alimentação e nutrição do Ministério da Saúde, Patrícia Jaime.

"Os alimentos in natura são aqueles que nós obtemos pela natureza: frutas verduras, carnes, legumes que não passam por um processo de modificação. Os alimentos minimamente processados são alimentos que o ser humano alterou da natureza, mas simplesmente melhorando a embalagem, uma limpeza, mas não altera a composição química desse alimento, não há adição de açúcar, não há adição de qualquer outro ingrediente na formulação. Ele segue sendo um alimento beneficiado para uma maior durabilidade, aproveitamento pelo ser humano".

A nutricionista do Núcleo de Apoio à Saúde da Família do município do Rio de Janeiro, Érica Rodrigues Silva, dá dicas de onde os produtos naturais podem ser encontrados e por um preço acessível.

"Encontramos em mercados, em hortifrutis, já os naturais em feiras, sacolões. In natura você consegue comprar, se esse alimento estiver na safra dele, os alimentos estão mais baratos e mais acessíveis a população. Nós sempre incentivamos a população a consumir frutas, verduras, legumes que estejam na safra, porque além de serem mais saborosos estão mais baratos e mais acessíveis".

O novo Guia Alimentar para a População Brasileira é dirigido às famílias, à profissionais de saúde, educadores, agentes comunitários e outros trabalhadores envolvidos com promoção da saúde. A versão impressa do documento, com 151 páginas ilustradas, pode ser encontrada nas unidades de saúde de todo o país. Já a versão digital está disponível no portal do Ministério da Saúde. O endereço é: www.saude.gov.br

 

Fonte: Karina Chagas/Web Rádio Saúde

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página