Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 14 de Janeiro de 2015, 15h14
  • Última atualização: 14/01/15 15h14

Pais e estudantes devem preparar rotina de retorno às aulas

Foto: Monkey Business ImagesUma das coisas que a maioria das crianças mais gosta de fazer durante as férias é dormir mais tarde e acordar mais tarde. O problema é que a volta às aulas já está chegando e os pais devem começar a se preocupar com o retorno dos horários normais dos filhos.

A psicanalista do Hospital da Criança Conceição de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, Viviane Jacques, recomenda que os pais comecem logo a lembrar aos filhos que a rotina das aulas já está voltando. "A constituição e a formação não entram em férias nunca, é do dia a dia. Mas é claro que existe um afrouxamento das regras que são necessárias e da rotina da escola. Mas é bom sempre manter uma rotina. Uma semana antes de começarem as aulas, que a criança já está organizando o material, organizando o uniforme, organizando a mochila, que se comece pouco a pouco a entrar em um ritmo de dormir mais cedo para acordar mais cedo no dia seguinte, porque vão ter que se confrontar com essa necessidade durante o período escolar."

A pastora Vanessa Silva é mãe do Carlos Eduardo, o Cadú, de nove anos. Ela conta que já conversou com o filho sobre a volta às aulas. "Eu conversei com ele ontem e daqui uns dias ele já tem que começar a voltar a dormir mais cedo para ele não ter esse choque de realidade, porque ele estuda de manhã em período integral e ele tem que acordar cedo e ele gosta de brincar demais. Ele mesmo tem falado: 'mamãe, quantos dias mais eu tenho de férias? Eu já começo amanhã? Já é amanhã?'. Então ele também está esperançoso para a volta das aulas."

 

Cadú, não esconde a ansiedade para voltar às aulas e encontrar os colegas. Ele já planeja o que vai fazer assim que as aulas começarem. "Eu vou chegar lá na sala, vou falar com todo mundo e vou dar um presente para a professora. Estou esperando para ver os amigos e para brincar com os meus colegas."

A psicanalista do Hospital da Criança Conceição de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, Viviane Jacques, ressalta que a participação dos pais é importante para preparar as crianças. "A participação dos pais é no sentido de se interessar e de poder acompanhar a criança, de poder ajuda-la a organizar o material. Ou seja, é um momento de programação e planejamento durante às férias, que o resultado disso, na maioria das vezes, a criança vai feliz e entusiasmada para começar o seu ano letivo. Então, é importante que se possa ter um preparo e uma antecipação pelo menos nas duas semanas e na semana antes de começar.

Fonte: Diane Lourenço/ Agência Saúde

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página