A exibição do player de áudio desta página depende de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 07 de Julho de 2017, 09h30
  • Última atualização: 07/07/17 10h08

Complexo Ambulatorial é inaugurado em Niterói (RJ)

 Com investimentos de R$ 15 milhões, espaço foi inaugurado pelo presidente da Ebserh, Kleber Morais

niteroi hospO Hospital Universitário Antonio Pedro da Universidade Federal Fluminense (Huap-UFF) inaugurou, nesta quarta-feira, 5, o mais novo e moderno Complexo Ambulatorial para atendimento ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS). Os investimentos da unidade filiada à da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foram na ordem de R$ 15 milhões, englobando projeto executivo, execução da obra, infraestrutura de rede, mobiliário, equipamentos médico-hospitalares, sistema de chamada do paciente e sinalização visual.

 Acompanhado do diretor de Administração e Infraestrutura da Ebserh, Jaime Gregório, e do o diretor de Atenção à Saúde, Cláudio Saab, o presidente da estatal, Kleber Morais, ressaltou a importância dos hospitais universitários federais para a sociedade, refletida no aumento do orçamento da empresa em meio a um período de enxugamento.

“Saltamos de R$ 2,9 bilhões para R$ 3,6 bilhões, sendo R$ 3 bilhões para a folha de pagamento. Com esse reforço, pudemos homologar, na última semana, seis concursos realizados pela Ebserh. Pois de nada vale nossos investimentos em reformas e obras se não tivermos gente para trabalhar”, salientou Morais, acrescentando que os primeiros aprovados no concurso para o Huap serão convocados no início do segundo semestre de 2017, o que viabilizou a ampliação do Complexo Ambulatorial.

No espaço original do ambulatório, havia uma infraestrutura da década de 50, que necessitava ser readequada para a prática profissional vinculada às atividades de ensino. “Temos buscado diante do cenário nacional, cumprir os compromissos de maneira geral, sobretudo com atenção no papel da universidade pública e do papel do SUS, com melhor atendimento à nossa população”, afirmou o superintendente do Huap, Tarcísio Rivello.

A reestruturação teve como foco maior qualidade no atendimento ao paciente, melhoria das condições de trabalho da equipe de saúde, criação de ambientes propícios ao ensino da prática profissional, a adequação à legislação vigente e a oferta de mais serviços. “Estarmos hoje aqui celebrando um espaço público para a comunidade em geral, um espaço de formação. Isso é um feito excepcional. E isso é umas construção coletiva, em que cada um vem e coloca a sua contribuição”, destacou o reitor da UFF, Sidney Mello.

Com o objetivo de conhecer a realidade dos hospitais filiados à Ebserh, reforçar a integração entre as unidades e melhorar a atuação em rede, participaram da visita ao Huap o superintendente do Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Pará, Paulo Roberto Amorim, o gerente de Ensino e Pesquisa do Hospital Universitário de Brasília da Universidade de Brasília (HUB-UnB), Renato Santos, os superintendentes Homero Rodrigues e Maria Monica Nascimento, respectivamente dos hospitais Alcides Carneiro e Júlio Bandeira, ambos da Universidade Federal de Campina Grande, e as superintendentes dos hospitais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Maria Cláudia Costa (Hospital Universitário Ana Bezerra) e Sônia Barreto (Maternidade Escola Januário Cicco).

Readequação

Originalmente disposto em apenas um pavimento, o Complexo Ambulatorial do Huap foi acrescido em cerca de 50% da área original com mais um pavimento, reorganizado segundo circulações principais, rotas de fuga e áreas de espera amplas e confortáveis para os pacientes, com balcões informativos.

O complexo possui ainda 94 ambientes destinados ao cuidado terapêutico do paciente incluindo consultórios, salas de terapias e um Centro Cirúrgico Ambulatorial composto de duas salas cirúrgicas com toda a infraestrutura necessária a um atendimento seguro e de qualidade para o paciente e equipe de saúde.

Além de possuírem uma área aproximada de 10m², todos os consultórios são acessíveis por cadeira de rodas e a maioria é acessível com maca. A quantidade de banheiros acessíveis supera a quantidade de estabelecida pelas normas vigentes, além de terem sido instalados banheiros para pacientes ostomizados, que necessitam de cuidados especiais.

Alinhado às atuais preocupações com o impacto ambiental das atividades humanas, o Complexo Ambulatorial conta ainda com soluções para o melhor aproveitamento de luz natural, reduzindo consideravelmente a necessidade de utilização da iluminação artificial.  Incluiu-se ainda a captação de água de chuva que, devidamente armazenada e tratada, permitirá poupar a água potável.

Sobre a Ebserh

Desde abril de 2016, o Huap-UFF é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação, que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Vídeo:

 Fonte: Ebserh

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado

Facebook

Twitter

Instagram

TV Saúde

Web Rádio Saúde

TUBERCULOSE: Ministério da Saúde lança Plano Nacional para enfrentar a doença 

Flickr Saúde

Central de Arquivos

Julho 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6
Fim do conteúdo da página