A exibição do player de áudio desta página depende de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 01 de Agosto de 2017, 09h00
  • Última atualização: 31/07/17 19h09

Fiocruz participa da Semana Mundial de Amamentação 2017

amamentacao fiocruzDe 1º a 7 de agosto, cerca de 170 países se unem no sentido de promover, proteger e apoiar uma mesma ação: a amamentação. A edição deste ano da Semana Mundial de Aleitamento Materno (Smam) traz como tema Amamentar: ninguém pode fazer por você. Todos podem fazer juntos com você, proposto pela Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno (Waba). Diante dessa temática, a Rede Global de Bancos de Leite Humano (rBLH), coordenada pela Fiocruz em ação integrada com a Coordenação Geral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno (CGSCAM) do Ministério da Saúde (MS), depara-se com uma importante reflexão: “O que a rBLH pode fazer junto com você?”.

 Para o coordenador da rBLH, João Aprigio Guerra de Almeida, os números de atendimentos assistenciais da Rede Brasileira falam por si só. Apenas em 2016, foram realizados quase dois milhões de atendimentos a mulheres em fase de amamentação. “O nosso modelo de bancos de leite humano é o de casa de apoio à amamentação, que tem como principal foco a mulher e como beneficiário, o recém-nascido. É preciso ouvir, acolher, trabalhar os questionamentos e ansiedades, construir canais efetivos de contato com as mães que, por algum motivo, não conseguem viabilizar a amamentação. Considero que esta seja uma forma de fazer junto com as mulheres”, destaca João Aprigio.

Ao longo da semana, além dos 221 BLHs presentes em todos os estados brasileiros, diversas organizações governamentais e não governamentais, comunidades científicas e populares, entre outros, mobilizam-se com ações em favor da amamentação exclusiva até o sexto mês de vida, recomendada pelo Ministério da Saúde de ser complementada até dois anos ou mais. A ideia é que as ações permaneçam durante todo o mês, em um movimento conhecido como Agosto Dourado, que simboliza o padrão ouro de qualidade do leite materno e a luta pelo incentivo à amamentação.

A Rede Rio de Bancos de Leite Humano, coordenada pelo Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), está organizando uma série de ações na Cidade Maravilhosa. Já na segunda-feira (31/7), o Cristo Redentor receberá iluminação especial. A cor escolhida para iluminar o maior símbolo do Rio de Janeiro tem como propósito lembrar que, além da Smam, inicia-se também o Agosto Dourado, mês que representa a luta de muitos pelo incentivo à amamentação. Dessa forma, o dourado confirma o padrão ouro de qualidade do leite humano. Na quinta-feira (3/8), a Secretaria de Estado de Saúde (SES/RJ) realizará um seminário alusivo à temática deste ano, com a participação de representantes do IFF/Fiocruz e de outras entidades que apoiam a causa, entre elas a Sociedade de Pediatria do Estado do Rio de Janeiro (Soperj) e a Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses do Rio de Janeiro (Subvisa/SMS-Rio).

De 31 de julho a 4 de agosto, acompanhe notícias sobre o tema no Especial Aleitamento Materno da Agência Fiocruz de Notícias, feito em parceria com o IFF/Fiocruz. Visite também o Portal rBLH e de outros países cooperantes.

Fonte: Roberta Raupp (IFF/Fiocruz)

 

 

 

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado

Facebook

Twitter

TV Saúde

Web Rádio Saúde

TUBERCULOSE: Ministério da Saúde lança Plano Nacional para enfrentar a doença 

Flickr Saúde

Central de Arquivos

Agosto 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3
Fim do conteúdo da página