A exibição do player de áudio desta página depende de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 06 de Setembro de 2017, 08h00
  • Última atualização: 05/09/17 19h27

Hospital Universitário de Vitória (ES) se mobiliza pela doação de órgãos

 Hucam organizou uma programação especial para celebrar a campanha

univerO Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes da Universidade Federal do Espírito Santo (Hucam-Ufes) sela o laço verde neste mês de setembro para a Campanha Nacional de Doação de Órgãos. O hospital, administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), tem um papel único na política de transplantes e captação de órgãos do estado do Espírito Santo, com a formação de profissionais de saúde.

 

Neste mês, o Hucam organizou uma programação especial para celebrar a campanha. O objetivo é convencer a cada cidadão de que é importante conversar com a família sobre a disposição em ser doador de órgãos. A unidade mantém sua a Comissão Intra-hospitalar de Doações de Órgãos e Tecidos para Transplante (Cihdott), com especialização para realizar as entrevistas a parentes de possíveis doadores diagnosticados com morte cerebral.

A formação de uma consciência coletiva sobre a importância da identificação e manutenção de pacientes que podem vir a ser doadores de órgãos para transplante é a intenção da Cihdott, de acordo com sua coordenadora, Rosane Simões.

Em atividade constante, a comissão do Hucam já fez, no ano passado, uma capacitação para habilitar o profissional de saúde para o momento da entrevista obrigatória aos parentes dos potenciais doadores. O consentimento da família é indispensável para a doação seguir seu processo, de acordo com a legislação brasileira.

A aceitação da família ainda é o principal obstáculo a doação no Espírito Santo. De acordo com relatório da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), entre janeiro e junho deste ano, 57% dos parentes entrevistados recusaram a doação.

Uma vez identificado o possível doador, e fechado o protocolo de morte encefálica - que é indispensável -, o caso é informado à Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos da Secretaria de Estado de Saúde. Lá, são avaliados todos os parâmetros do possível doador antes de informar a ocorrência ao Ministério da Saúde. É a pasta da União que, por sua vez, consulta uma lista nacional de pacientes que aguardam órgãos e tecidos para transplantes.

Sobre a Ebserh

Desde abril de 2013, o Hucam-Ufes é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação, que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Fonte: Ebserh com informações do Hucam-Ufes

 

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado

Facebook

Twitter

Instagram

TV Saúde

Web Rádio Saúde

TUBERCULOSE: Ministério da Saúde lança Plano Nacional para enfrentar a doença 

Flickr Saúde

Central de Arquivos

Novembro 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
30 31 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 1 2 3
Fim do conteúdo da página