A exibição do player de áudio desta página depende de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

banner-960x120

Início do conteúdo da página

Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 16 de Janeiro de 2018, 08h50
  • Última atualização: 16/01/18 10h08

DIAHV promoveu oficina para Prevenção Combinada do HIV para Homens Trans

Às vésperas do Dia da Visibilidade Trans, publicação reforça compromisso do Departamento com agenda da população

Transexualidade 2A diretora do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, do HIV/Aids e das Hepatites Virais (DIAHV) do Ministério da Saúde, Adele Benzaken, abriu na última sexta-feira (12/01) uma oficina para a confecção de uma Cartilha de Prevenção Combinada do HIV para Homens Trans. “Este é um passo muito importante na crescente atenção que este Departamento está oferecendo à população de homens trans”, disse a diretora aos representantes da Rede Trans e do Instituto Brasileiro de Transmasculinidade (Ibrat) que vieram de São Paulo (SP), Recife (PE), Belém (PA) e Goiânia (GO) para a oficina – acrescentando que a cartilha será “histórica”.

De fato, a oficina reitera os constantes esforços do Departamento por dar protagonismo às populações consideradas mais vulneráveis à epidemia de HIV/aids no Brasil – e por privilegiar a construção coletiva de publicações cruciais à resposta brasileira, com enfoque sempre singular e equitativo.

A cartilha – cujo lançamento está previsto para ocorrer em versão digital no próximo 26 de janeiro, em evento alusivo ao Dia Nacional da Visibilidade Trans, celebrado em 29 do mês – oferecerá informações adequadas às especificidades dos homens trans, sempre no contexto de Prevenção Combinada que hoje norteia as ações do DIAHV. Adele Benzaken lembrou que a publicação reitera o compromisso do Departamento para com essa população – e que o próprio Dia da Visibilidade Trans foi instituído por iniciativa do DIAHV, de mãos dadas com a sociedade civil, em 2004. “Com esta cartilha, o Departamento abre caminhos para a maior visibilidade dos homens trans”, disse.

Na publicação, de forma adequada às especificidades da população, orientações sobre infecções sexualmente transmissíveis (IST) como – além do HIV – as hepatites virais, o HPV, a sífilis e a gonorreia. Além disso, como parte do leque de alternativas oferecido pela Prevenção Combinada, na cartilha os homens trans poderão encontrar mais informações sobre barreiras de proteção (preservativos femininos e masculinos e lubrificantes), Profilaxia pré-Exposição (PrEP), Profilaxia pós-Exposição (PEP) – e sobre terapia antirretroviral (TARV), testagem rápida e prevenção à transmissão vertical. A cartilha também oferecerá informações sobre cuidados pessoais, prazer versus gestão de risco e direitos da população trans.

Assessoria de Comunicação
Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais
Conheça também a página do DIAHV no Facebook:
https://www.facebook.com/ISTAidsHV

 

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado

Facebook

Twitter

Instagram

TV Saúde

Web Rádio Saúde

TUBERCULOSE: Ministério da Saúde lança Plano Nacional para enfrentar a doença 

Flickr Saúde

Fim do conteúdo da página