Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 30 de Novembro de 2018, 12h19
  • Última atualização: 04/12/18 15h04

SUS premia experiências bem sucedidas de saúde com idosos

 

idosos-banner

Experiências exitosas de Gestão Pública no campo do Envelhecimento foram apresentadas em seminário nacional organizado pelo Ministério da Saúde, nesta quinta-feira, 29 de novembro, em Brasília. Entre elas estão o trabalho A fotografia como ferramenta de trabalho no SUS Projeto fotográfico autoral: A Beleza do Envelhecimento, de Natália Ferreira, de Ribeirão Bonito (SP).

Natalia que é fisioterapeuta fez um projeto de fotografia de idosas em 5 unidades básicas de saúde de Ribeirão Bonito e em Boa Esperança do Sul. Ela que fez um curso de fotografia por hobby, começou a registrar as idosas da unidade de saúde onde atuava como fisioterapeuta. Além de clicar o grupo em atividades na UBS, ela organizava momentos de descontração das idosas para deixa-las à vontade e fotografar. “Por meio da fotografia verificamos que elas melhoram a autoestima, se sentem mais valorizadas e tem mais engajamento nas atividades de saúde”, comentou Natália.

O trabalho de Natália está no Instagram pessoal @nathiferreirafoto e no blog Agita Ribeirão Bonito. A Beleza do Envelhecimento já transformou-se em exposição com 60 fotografias que ela apresentou na Universidade Federal de São Carlos e em Araraquara.

Outra experiência bem sucedida de Envelhecimento apresentada foi o trabalho Fique Sabendo e saia da dúvida! Testes rápidos nos idosos: uma experiência de Benedito Novo (SC), apresentado por Alexandra Stortti.

Benedito Novo é um município de colonização alemã a 188 km de Florianópolis. A pedido do Conselho do Idosos foram testados para HIV, Sífilis e Hepatites, 105 idosos que participam de grupos de encontros ligados à prefeitura do município.

“Percebemos que o estilo de vida do idoso está mudando, eles estão mais ativos, tem dinheiro para viajar, quando ficam viúvos arrumam namorado(a), fazem unha, tatuagem, piercing e estão mais expostos. Além disso, muitos não estão atentos ao uso do preservativo”, comentou Alexandra, da Secretaria Municipal de Saúde, ao apresentar o trabalho.

Ao fazer a testagem para o grupo, Alexandra conta que mais idosos se interessaram em fazer os exames. Do grupo de 105 idosos, 2 apresentaram exame positivo para sífilis e 1 pra hepatite B, nenhum apresentou HIV, nem hepatite C. “Muitos idosos ficam aliviados ao receberem o resultado”, contou Alexandra.

O prefeito Jean Michel Gundmann, do município de Benedito Novo diz que eles pretendem ampliar a testagem pra toda a população de idosos do município que tem cerca de 700 idosos. “Investindo na prevenção, economizamos antes da doença se instalar e custar um tratamento de média e alta complexidade”, afirmou o prefeito. A prefeitura de Benedito Novo apoia 11 grupos de idosos que se encontram para dançar, jogar bingo e outras atividades de recreação.

 

Experiências bem sucedidas de saúde com idosos

Experiências exitosas de Gestão Pública no campo do Envelhecimento foram apresentadas em seminário nacional organizado pelo Ministério da Saúde, nesta quinta-feira, 29 de novembro, em Brasília. Ao todo 14 experiências foram premiadas pelo SUS.

Em São Paulo, o trabalho O Matriciamento da Rede de Atenção à Pessoa Idosa: Território e Cuidado Integral (SP) foi apresentado por Érica Bueno. Érica que atua numa Unidade de Referência à Saúde do Idoso (URSI), conta que a unidade recebe idosos de 30 UBS correspondente a Coordenadoria Regional de Saúde Oeste, que envolve os bairros da Lapa, Pinheiros, e Butantã, ao todo são cerca de 300 idosos. Esses idosos passam por avaliações geriátricas e gerontológicas e têm um Plano de Cuidado compartilhado com os serviços e parceiros do Território feito por equipes médicas e multiprofissionais, junto com pacientes e familiares. “São idosos frágeis. Na URSI eles recebem atendimento biopsicossocial, são protagonistas do seu envelhecimento, conhecem a si, o território e a sensação de pertencer a algo e algum lugar. O matriciamento é espaço de construção compartilhada, que efetiva a Linha de Cuidado da Saúde da Pessoa Idosa no Município de São Paulo e o cuidado integral a pessoa idosa através do Plano Terapêutico Singular.”, disse Érica.

O professor e fisioterapeuta Alvaro Campos, da UFRN, apresentou o trabalho Pro Eva (Promoção ao Envelhecimento e Vida Ativa), desenvolvido em Parnamirim (RN) em duas Unidades Básicas de Saúde Monte Castelo e do Jockey Clube. Segundo ele, 350 idosos já têm as cadernetas de Saúde do Idoso totalmente preenchidas e além da caderneta, os idosos são submetidos a exames de sangue e passam por testes físicos de força, mobilidade e equilíbrio. O trabalho vem sendo feito desde o início do ano. “A partir das informações coletadas vamos poder traçar um diagnóstico dos idosos. Nossa meta é chegar a 1.000 idosos”, disse.

Meine Alcânatara apresentou o trabalho Um Novo olhar do cuidado: implementando a caderneta de saúde da Pessoa Idosa no município de Natal. No distrito sanitário Sul, onde ficam 10 UBS, Meine conta que foram capacitados cerca de 50 profissionais para preenchimento da Caderneta de Saúde do Idoso. “Nós apresentamos a caderneta, lemos passo a passo e falamos sobre envelhecimento” disse.

Em Brasília, a experiência Longevidade em Movimento (DF), foi apresentada por Angela Sacramento. O trabalho foi feito com 970 idosos de alta vulnerabilidade funcional de Ceilândia e Brazlândia, duas regiões administrativas do Distrito Federal. “Verificamos que 74% deles tinham hipertensão, 34% tinham diabetes, 30% depressão e 34% sofreram quedas nos últimos seis meses. Eles envelhecem sem qualidade de vida e com alto risco de vulnerabilidade”, afirmou Angela.

O seminário Experiências exitosas de Gestão Pública no campo do Envelhecimento termina hoje, 29 de novembro, e está sendo organizado em Brasília com a presença de gestores de vários estados e municípios.

É o sexto ano que esse evento acontece, os resumos de todas as experiências selecionadas, desse e dos anos anteriores, podem ser acessados pelo link: https://saudedapessoaidosa.fiocruz.br/.

 

Carolina Valadares, para o Blog da Saúde.

 

 

Registrado em:
Assunto(s): Saúde do idoso , Idoso , SUS
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página