Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 21 de Março de 2019, 10h53
  • Última atualização: 22/03/19 19h06

Curso Manejo Clínico da Influenza: aberto para profissionais de diversas categorias

O objetivo é atualizar profissionais que atuam em toda rede assistencial para reforçar o manejo adequado da influenza, de acordo com os protocolos vigentes do Ministério da Saúde

manejo influenzaO curso online Manejo Clínico da Influenza, oferecido pela Fiocruz Brasília, por meio da Secretaria Executiva da UNA-SUS e da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS), está com matrículas abertas até 28 de junho de 2019.

Anteriormente restrito a médicos, agora o curso poderá ser realizado por profissionais de saúde de diversas categorias, além de demais interessados no tema, como universitários.

O objetivo é atualizar os profissionais que atuam em toda rede assistencial para reforçar o manejo adequado da influenza, de acordo com os protocolos vigentes do Ministério da Saúde, que preconizam o uso da medicação antiviral e a atenção especial aos casos de síndrome respiratória aguda grave.

O curso começou a ser oferecido em 2013 e, desde então, obteve mais de 7.700 matrículas, sendo que 14,02% estão concentradas no estado de São Paulo, seguido da 6,74% Bahia e 8,73% em Minas Gerais.

O curso foi atualizado em 2016 com a nova versão do Protocolo de Tratamento de Influenza, lançado pelo MS. Com a nova edição do Protocolo, o curso passou a abordar questões como a posologia e administração de antivirais para gestantes e crianças. O curso trata ainda do diagnóstico diferencial entre o resfriado comum de síndrome gripal e a síndrome respiratória aguda grave, dos principais riscos de complicação e das medidas que reduzem a transmissão da gripe.

Para dinamizar o conhecimento, o aluno terá que resolver cinco casos clínicos, sendo um deles com crianças. Ao final de cada caso, há vídeos de especialistas comentando a situação clínica fictícia.

Influenza
Neste ano de 2019, no Brasil, está sendo observada a circulação dos vírus desde o início do ano com a predominância do influenza A (H1N1)pdm09 em algumas unidades federadas e regiões do país – indicando o início da sazonalidade. É importante ressaltar que, apesar da sazonalidade do vírus ser maior no outono e inverno, no Brasil pode haver circulação em outras épocas do ano, devido às diferenças geográficas e climáticas regionais.

De acordo com dados do último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, no início do ano, o vírus influenza circulou com maior intensidade no estado do Amazonas, apesar de não se ter observada a sazonalidade instalada em todo o país. Da Semana Epidemiológica (SE) 01 até o dia 05 de março, foram notificados no Estado do Amazonas 301 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), dos quais 86,7% (261/301) ocorreram no município de Manaus, 4,3% (13/301) em Iranduba, 1,3% (4/301) em Itacoatiara e em Manacapuru, e 1% (3/301) em Borba e também em Maues. Dos casos notificados, 8,6% (26/301) evoluíram ao óbito, dos quais 76,9% (20/26) foram em Manaus.

A vacinação é uma das principais medidas preventivas para influenza. Em 2019, o Ministério da Saúde realizará a 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. A vacina é considerada uma das medidas mais eficazes para evitar casos graves e óbitos por gripe.

Para se matricular, acesse o link.

Com informações da UNA-SUS/SE

 

 

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página