Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 25 de Setembro de 2019, 15h47
  • Última atualização: 25/09/19 15h47

25 de setembro: Dia Internacional do Farmacêutico

farmaceuticaA data é uma homenagem aos profissionais de saúde que estão presentes nos cuidados com a população, trabalhando na promoção do uso racional dos medicamentos. Porém, não é só isso. O que muitas pessoas não sabem é que muito além do trabalho direto nas farmácias, esses profissionais atuam em grandes áreas diferentes. 

Ninguém melhor para explicar a importância do farmacêutico como profissional da saúde que o próprio profissional. Fábio Ramalho, farmacêutico do Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS) e vinculado à Rede Ebserh, apaixonado pela profissão conta a importância do farmacêutico no Sistema Único de Saúde (SUS).

Confira seu relato.

“O farmacêutico é gestor na sua essência, e com esta missão ele precisa gostar de trabalhar em equipe. No SUS, ele pode assumir atribuições diversas. Nas unidades básicas de saúde, ele atende os pacientes, auxiliando quanto ao uso correto dos medicamentos, auxilia na prescrição de medicamentos isentos de prescrição médica, entre outras funções.

Nos hospitais, ele é responsável pela logística da farmácia, que envolve a seleção, controle de estoque, distribuição. Aliada ao cuidado clínico, isso contribui para a segurança do paciente, redução do tempo de internação e dos custos assistenciais. O farmacêutico pode também trabalhar nos laboratórios públicos, nas análises clínicas, em bancos de sangue e várias outras áreas.

Além disso, a atuação do farmacêutico na alta hospitalar, como também nos ambulatórios é de total importância na saúde das pessoas e na economia dos recursos públicos, pois, por meio de suas interferências e orientações, se busca a utilização correta do medicamento para o tratamento das doenças, garantindo que o uso dos medicamentos seja feito até o fim, reduzindo assim a necessidade de tratamentos mais complexos e, consequentemente mais caros para o cidadão e para a sociedade.

Por isso, ser farmacêutico vai muito além da sua atuação com os medicamentos, a importância da profissão está relacionada também ao cuidado, com o bem-estar dos pacientes. O cuidado farmacêutico é um conjunto de ações, realizadas em colaboração com os demais profissionais de saúde, que visam promover o uso racional dos medicamentos e a manutenção da efetividade e segurança do tratamento”.

Blog da Saúde

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página