Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Cursos e Eventos > MS e AVASUS lançam curso voltado à paternidade
Início do conteúdo da página
Cursos e Eventos
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 22 de Agosto de 2016, 07h00
  • Última atualização: 19/08/16 19h25

MS e AVASUS lançam curso voltado à paternidade

paipresente1.pngNo Mês de Valorização da Paternidade, o AVASUS em parceria com a Coordenação Nacional de Saúde do Homem do Ministério da Saúde (MS) lança o curso “Pai Presente - cuidado e compromisso”, que busca incentivar a paternidade ativa e consciente e promover impactos positivos para o desenvolvimento das crianças e para a igualdade de gênero.

O curso é totalmente gratuito, à distância, e fica disponível em período integral, sem previsão de encerramento, o que facilita a adesão por parte dos pais interessados. A capacitação é uma oportunidade para que os pais se envolvam mais no processo de cuidado que envolve a paternidade.

As aulas foram pensadas para atender à crescente demanda de pais ou futuros pais sobre como se envolver em todo o processo de planejamento reprodutivo, pré-natal, parto e pós-parto da parceira e nos cuidados de desenvolvimento da criança. O pai também pode procurar o curso para obter informação sobre seus direitos e importância do vínculo entre pai, mãe e filho, por exemplo.

Os módulos do curso são:

paipresente

Licença Paternidade

A Lei n° 13.257/16 institui que pode haver ampliação da licença paternidade para os funcionários das empresas cidadãs em 15 dias a mais do que os cinco já garantidos pela Constituição. Entretanto, a solicitação só pode ser feita se requerida no prazo de dois dias úteis após o parto e o funcionário comprove participação em programa ou atividade de orientação sobre paternidade responsável.

O certificado do curso “Pai Presente – cuidado e compromisso”, apesar de não ter sido criado para esse fim, pode ser utilizado para comprovar orientação sobre paternidade responsável para o pedido de extensão da licença.

Servidores públicos também podem solicitar a ampliação do prazo, de acordo com o decreto n° 8.737, publicado em maio deste ano. Entretanto, o servidor não precisa de comprovação, apenas realizar a solicitação do benefício no prazo de dois dias úteis após o nascimento do filho.

Aline Czezacki, para o Blog da Saúde

 

Adicionar Comentário
Fim do conteúdo da página