Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Cursos e Eventos > Inscrições abertas para cursos sobre o Uso Terapêutico de Tecnologias Assistivas
Início do conteúdo da página
Cursos e Eventos
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 09 de Março de 2017, 08h00
  • Última atualização: 07/03/17 16h08

Inscrições abertas para cursos sobre o Uso Terapêutico de Tecnologias Assistivas

unasus bannerEstão abertas as inscrições para quatro novas ofertas de módulos do Curso de Qualificação para Uso Terapêutico de Tecnologias Assistivas, desenvolvidos pelo Núcleo de Educação em Saúde Coletiva da Universidade Federal de Minas Gerais (Nescon/UFMG), integrante da Rede UNA-SUS. Profissionais de saúde e demais interessados em ampliar os seus conhecimentos no emprego das tecnologias para habilitação e reabilitação das pessoas com deficiência, poderão se matricular até 6 de junho, pelo link.

O curso de qualificação é dividido em quatro ofertas independentes, com carga horária de 30 horas cada, que tratam dos seguintes temas: Direitos das pessoas com deficiência e habilidade física e motora; Direitos das pessoas com deficiência e visão; Direitos das pessoas com deficiência e audição e Direitos das pessoas com deficiência e ampliação da comunicação.

Os cursos são produzidos e oferecidos pelo Nescon/UFMG em parceria com o Ministério da Saúde, Secretaria da Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde (SGETS/MS), Secretaria de Atenção à Saúde (SAS) e Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS).

No Brasil, o Comitê de Ajudas Técnicas (CAT), instituído pela Portaria no 142, de 16 de novembro de 2006, define Tecnologia Assistiva como uma área do conhecimento, de característica interdisciplinar, que engloba produtos, recursos, metodologias, estratégias, práticas e serviços que objetivam promover a funcionalidade, relacionada à atividade e participação de pessoas com deficiência, incapacidades ou mobilidade reduzida, visando sua autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social. É o caso das cadeiras de rodas, das próteses de titânio, de línguas como libras e braile, os serviços de voz disponíveis em caixas bancários e os implantes cocleares, por exemplo.

Além de apresentar uma discussão inicial sobre os direitos das pessoas com deficiência, os cursos são contextualizados por meio de casos clínicos que irão ajudar o aluno a entender situações comuns relativas ao tratamento dessa população, como: as adaptações de pacientes que colocam próteses; exercícios que podem ser feitos com cadeirantes; ações de prevenção para que não tenha sequelas em função da deficiência e o acompanhamento do paciente, para que consiga se adaptar às tecnologias utilizadas no tratamento.

De acordo com a conteudista do curso, Dra. Palmira Bonolo, o curso tem como objetivo promover a atualização dos profissionais de saúde sobre o emprego das tecnologias assistivas no âmbito da habilitação e da reabilitação de pessoas com deficiência visual, locomotora, auditiva, bem como com capacidade de comunicação limitada e/ou comprometida. “A importância é de divulgar a política de atenção à saúde da pessoa com deficiência e obtenção de maior resolutividade no reconhecimento dos direitos e efetivação da atenção em saúde”, enfatiza.

Assim, as capacitações fazem parte das ações estratégicas do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência - Viver sem Limite, criado pelo Governo Federal, em 2011, para promover o exercício pleno e equitativo dos direitos das pessoas com deficiência.

Segundo Bonolo, o curso já foi ofertado outras três vezes. “É um tema demandado com frequência pelos profissionais de saúde de acordo com a alta prevalência de pessoas com deficiência. Ainda, há uma lacuna de educação permanente voltada para o tema, especialmente na Atenção Primária à Saúde”, avalia.

Para conhecer um pouco mais sobre esse e outros cursos em oferta na Rede UNA-SUS, acesse http://unasus.gov.br/cursos.

Fonte SE/UNA-SUS

Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página