Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Cursos e Eventos > UFSC lança nova oferta do curso sobre a Saúde do Homem
Início do conteúdo da página
Cursos e Eventos
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 07 de Dezembro de 2018, 09h28
  • Última atualização: 07/12/18 09h34

UFSC lança nova oferta do curso sobre a Saúde do Homem

Com carga horária de 30h, o novo curso apresenta as principais intercorrências na saúde sexual e reprodutiva do homem e discute estratégias de cuidado na Atenção Básica.

ufsc homem cardProfissionais de saúde interessados em aprofundar os conhecimentos relacionados às peculiaridades da atenção referente à saúde do homem, já podem se inscrever no mais novo curso Intercorrências na Saúde Sexual e Reprodutiva do Homem. Com carga horária de 30h, o curso é livre, totalmente gratuito e tem início imediato. 

A oferta foi desenvolvida pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em parceria com o Ministério da Saúde, por meio da Coordenação Nacional de Saúde do Homem (CNSH/DAPES/SAS/MS) e tem como objetivo apresentar as principais intercorrências na saúde sexual e reprodutiva do homem e discutir estratégias de cuidado voltadas ao enfrentamento das mesmas, pelos profissionais da Atenção Básica.

As matrículas podem ser realizadas até 30 de novembro de 2019, pelo link.

“É sabido que os homens não costumam prestar tanta atenção no cuidado com a sua saúde. Por essa razão é preciso conscientizá-lo da importância de procurar os serviços de saúde, não apenas quando as ocorrências de doenças já estão instaladas e em estágio avançado”, explica a coordenadora do curso, Sheila Rubia Lindner.

A oferta foi então desenhada para fornecer conhecimentos que possam auxiliar os profissionais de saúde no acolhimento das necessidades dos homens em geral, buscando medidas estratégicas para que o serviço se torne mais atrativo e rotineiro para essa população. Nesse contexto de atendimento encontram-se os cuidados referentes às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), o prostatismo e os cânceres de próstata, testículo e pênis, a impotência, dentro outros.

“O profissional da saúde deve saber como atrair a atenção dessa população e abordar estas doenças durante o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, permitindo diagnósticos precoces e redução dos agravos decorrentes”, destaca a coordenadora.

A primeira unidade traz as principais ISTs observadas na população masculina. Na sequência, são abordadas as principais intercorrências na saúde sexual e reprodutiva do homem, as especificidades desta temática para os adolescentes e idosos, bem como o papel do profissional da saúde na Atenção Básica neste aspecto. Na terceira e última unidade, são feitas recomendações aos profissionais da Atenção Básica para o atendimento a essa população.

“A ideia é que, ao final do curso, o profissional de saúde se sinta preparado para construir estratégias de aproximação com a população masculina de seu território de atuação, ampliando as possibilidades de acesso à informação e aos serviços de saúde em geral”, finaliza Lindner.

Para saber mais sobre esse e outros cursos UNA-SUS, acesse www.unasus.gov.br/cursos 

 

Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página