Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Cursos e Eventos > UNA-SUS/UFMG lança segunda oferta do curso Para Elas
Início do conteúdo da página
Cursos e Eventos
  • publicado
  • Publicado: Terça, 12 de Março de 2019, 11h05
  • Última atualização: 12/03/19 11h48

UNA-SUS/UFMG lança segunda oferta do curso Para Elas

Com carga horária de 60h, a qualificação tem como objetivo preparar os profissionais da atenção básica para o cuidado da mulher em situação de violência.

curso mulheresSegundo estudo divulgado pela UNODC (Escritório das Nações Unidas para Crime e Drogas) em novembro de 2018, a taxa de homicídios femininos global foi de 2,3 mortes para cada 100 mil mulheres em 2017.

No Brasil, dados relativos a 2018 indicam que são mortas 4 mulheres para cada grupo de 100 mil, uma taxa 74% superior à média mundial. Isso leva o país a se manter em 5º lugar no ranking mundial desse tipo de crime.

Diante desse triste cenário e em consonância com as políticas públicas desenvolvidas pelo Ministério da Saúde para o enfrentamento dessa realidade, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – uma instituição integrante da Rede Universidade Aberta do SUS - lança a segunda oferta do curso Para elas: Atenção Integral à Saúde da Mulher em Situação de Violência.

As matriculas podem ser realizadas até 20 de novembro. O curso é livre, gratuito, autoinstrucional e tem início imediato.

Com carga horária de 60h, a qualificação tem como objetivo preparar os profissionais da atenção básica para o cuidado da mulher em situação de vulnerabilidade. Para isso, o conteúdo aborda desde as principais bases teórico-metodológicas necessárias para a abordagem da violência em geral e, em especial, da violência contra a mulher; como também o histórico dos movimentos sociais no Brasil e os reflexos destes na sociedade; e, por fim, a legislação pertinente em casos de agressão contra pessoas do sexo feminino.

A oferta conta ainda com o uso de recursos educacionais que envolvem modelagem 3D e animação gráfica para auxiliar na assimilação de alguns conceitos.

Ligue 180
Só de janeiro a julho de 2018, o Ligue 180 - Central de Atendimento à Mulher registrou 27 feminicídios, 51 homicídios, 547 tentativas de feminicídios e 118 tentativas de homicídios. No mesmo período, os relatos de violência chegaram a 79.661, sendo os maiores números referentes à violência física (37.396) e violência psicológica (26.527).

Entre os relatos de violência, 63.116 foram classificados como violência doméstica. Os dados abrangem cárcere privado, homicídio, tráfico de pessoas, tráfico internacional de pessoas, tráfico interno de pessoas e as violências física, moral, obstétrica, patrimonial, psicológica e sexual.

Inscreva-se aqui.

Com informações da UNA-SUS

 

Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página