Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Entenda o SUS

Entenda o SUS
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 17 de Março de 2017, 07h00
  • Última atualização 17/03/17
  • 17h06

Encontro debate formação em Saúde Pública na América Latina

cursoonlineDesde o ano de 2014, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz) desenvolve diferentes tipos de cooperações com instituições formadoras em Saúde Pública de Cuba, com vistas a fortalecer a capacidade de governança dos sistemas de saúde de ambos os países. Como fruto dessa relação, a Ensp realizou, em 2015, o I Colóquio Brasil-Cuba de Formação em Saúde Pública, considerado um sucesso. Sua segunda edição ocorreu no ano seguinte em Cuba. Para 2017, como não poderia ser diferente, a Escola está preparando novamente um grande encontro. No entanto, ele será mais abrangente e, portanto, intitulado I Colóquio Latino-Americano de Formação em Saúde Pública, cujo principal objetivo é possibilitar o intercâmbio de experiências exitosas de formação em saúde pública. A ideia é estreitar o diálogo e o crescimento conjunto de instituições-chave do Brasil e de Cuba, as quais, cotidianamente, enfrentam o desafio de qualificar recursos humanos para seus sistemas de saúde. O encontro acontecerá de 8 a 10 de maio na Ensp/Fiocruz.

O I Colóquio Latino-Americano e III Colóquio Brasil-Cuba de Formação em Saúde Pública tiveram suas bases definidas no encontro de 2016, quando ficou decidido que o atual encontro seria desenvolvido em uma perspectiva mais abrangente que pudesse não somente facilitar o diálogo entre instituições brasileiras e cubanas, como também incorporar as experiências e desafios de outras instituições latino-americanas, responsáveis pela formação e qualificação de quadros estratégicos para os sistemas de saúde da região.

Comentário (0) Hits: 2188
Registrado em:
Entenda o SUS
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 16 de Março de 2017, 11h50
  • Última atualização 16/03/17
  • 11h58

MS participa de celebração dos 30 anos do primeiro CAPS, em São Paulo

IMG 1800Marcelo Ribeiro, diretor do Centro de Referência de Álcool Tabaco e Outras Drogas, e Quirino Cordeiro Júnior, coordenador-geral de Saúde Mental do MS. / Foto: Projeto Trecho 2.8O coordenador-geral de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas do Ministério da Saúde (MS/ SAS/Dapes), Quirino Cordeiro Júnior, participou na segunda-feira (13) da abertura da semana comemorativa dos 30 anos do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) “Prof. Luis da Rocha Cerqueira, conhecido como CAPS Itapeva, no bairro da Bela Vista, região central da cidade de São Paulo (SP). O “CAPS Itapeva” foi o primeiro do Brasil, inaugurado em março de 1986. A sua criação fez parte de intenso movimento social, inicialmente de trabalhadores de saúde mental, que buscavam a melhoria da assistência no País e denunciavam a situação precária dos hospitais psiquiátricos, que ainda eram o único recurso destinado aos usuários portadores de transtornos mentais.

A criação do CAPS teve por objetivo oferecer atendimento à população de sua área de abrangência, realizando o acompanhamento clínico e a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários. É um serviço de atendimento de saúde mental criado para ser substitutivo às internações em hospitais psiquiátricos.

Comentário (0) Hits: 2936
Registrado em:
Entenda o SUS
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 16 de Março de 2017, 07h00
  • Última atualização 15/03/17
  • 16h15

Fiocruz promove seminário sobre zoonoses e animais negligenciados

gato peter ilicciev internaDas redes sociais a conversas do dia a dia, o bem estar animal é um assunto que vem ganhando atenção por parte da sociedade. Páginas e comunidades mostram que vem crescendo entre as pessoas a preocupação pela criação responsável de animais de estimação como cães e gatos, inclusive com mobilização ativa de grupos, coletivos e instituições. Contudo, quando o assunto é saúde pública, ainda falta conscientização. Doenças como raiva, esporotricose e leishmaniose ainda são consideradas negligenciadas no país e, muitas vezes, seus riscos e efeitos são desconhecidos pela população.

Diante desse contexto, o Centro de Estudos do Icict/Fiocruz propõe um amplo debate sobre o assunto, visando mobilizar a comunidade científica e atores da sociedade interessados pela pauta e contribuir para uma maior participação social no campo da saúde pública e do bem estar animal. O seminário Zoonoses e animais negligenciados será realizado em 23 de março, das 9h30 às 16h30, no Salão de Leitura da Biblioteca de Manguinhos, situada no campus da Fiocruz, em Manguinhos.

Comentário (0) Hits: 1657
Registrado em:

Hospital em Brasília recebe 110 novos residentes

Profissionais das áreas médica e de saúde iniciam especialização em programas que duram de dois a quatro anos A partir desta quinta-feira (2), o Hospital Universitário de Brasília...

Tags: residência , residentes , médicos , Brasília , HUB , UNB
  • publicado
  • 03/03/17
  • 08h00
Comentário (0) Hits: 1954

INCA integra missão que avalia projeto de cooperação técnica com Moçambique

Representantes do INCA participaram da missão de avaliação do projeto “Fortalecimento das Ações de Prevenção e Controle do Câncer em Moçambique”, entre os dias 30 de janeiro...

  • publicado
  • 21/02/17
  • 14h00
Comentário (0) Hits: 1605

Vacina Pentavalente passa a ser produzida e adquirida no Brasil

Parceria do Ministério da Saúde com o Butantan garante investimento no complexo industrial da saúde e fortalece a oferta da Pentavalente para o Programa Nacional de Imunização A vacina...

Tags: vacina pentavalente , vacina , vacinação , adolescentes , calendário vacinal , imunização
  • publicado
  • 21/02/17
  • 09h00
Comentário (0) Hits: 6836

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página