Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Entenda o SUS > Nota Informativa reforça a importância da divulgação e ampliação da vacinação contra o HPV para mulheres vivendo com HIV/aids
Início do conteúdo da página
Entenda o SUS
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 02 de Junho de 2016, 07h00
  • Última atualização: 01/06/16 15h51

Nota Informativa reforça a importância da divulgação e ampliação da vacinação contra o HPV para mulheres vivendo com HIV/aids

HPVmulheresHIVNota Informativa Conjunta, publicada no dia 18 de maio, reforça a importância da divulgação e ampliação da vacinação contra o HPV em Mulheres Vivendo com HIV/Aids (MVHA), com idade entre nove e 26 anos. Em janeiro de 2015, o Ministério da Saúde alinhou as recomendações nacionais às diretrizes internacionais da Organização Mundial de Saúde (OMS) para implantação do esquema de três doses nessa faixa etária de MVHA.

As mulheres infectadas pelo HIV têm maior prevalência de infecção persistente pelo HPV. Atualmente, no Brasil, cerca de 62 mil mulheres com HIV/aids entre nove e 26 anos poderão se beneficiar da política.

 

A vacina está disponível em todos os postos de vacinação, nos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE) e nos Serviços de Atenção Especializada (SAE) que possuam sala para o procedimento. A mulher vivendo com HIV/aids deve apresentar a prescrição médica no momento da vacinação.

A nota foi assinada pelo Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais (DDAHV), pela Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações e pelo Departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis, da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, e está disponível em http://www.aids.gov.br/legislacao/2016/58873

Fonte: Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página