Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 15 de Janeiro de 2015, 12h00
  • Última atualização: 15/01/15 12h00

Comerciantes percebem novo comportamento de fumantes em locais fechados

Vários fumantes estão mudando os hábitos por causa da nova Lei Anti-Fumo, publicada em dezembro e que proíbe fumar em locais fechados. Na prática, a nova lei acabou com os fumódromos. Dessa forma, alguns comerciantes já conseguem notar um comportamento diferente dos fumantes. É o que explica o gerente de restaurante, Israel da Silva. "No começo eles davam uma de que não sabiam. A gente ia até a mesa, que a gente tem a área aqui fora que tem os toldos, e comunicava eles, eles paravam. Mas agora a gente fez um panfletozinho para eles nem tentarem acender nas mesas que ficam lá fora. A parte de dentro já tem na entrada mesmo, avisando. Aí depois disso não aconteceu mais não. Agora normalizou".

É o caso de motorista, Valdir Gonçalves. Ele conta que sempre procura ambiente aberto quando quer fumar. "Procura uma área, um banco livrezinho, você sai numa área livre e fuma. É bom. Vários amigos meu pararam de fumar, da proibição justamente".

A servidora pública, Kelly Cristina Teixeira, diz que quando quer fumar sempre vai pra longe das outras pessoas, para não incomodar. "No meu caso eu sempre tentei me afastar das pessoas, porque eu sei que tem gente que não gosta. Eu sempre faço isso, eu saio de perto, sempre faço isso. Qualquer lugar que eu estou eu vou para um lugar separado".

 

A nova Lei Anti-Fumo anunciada em dezembro de 2014 tem como objetivo proteger a saúde da população contra os malefícios da fumaça do tabaco e conscientizar os donos de bares, lojas e restaurantes que, agora é proibido fumar tanto em locais totalmente fechados como em locais parcialmente fechados. É o que explica o técnico da secretaria executiva da CONICQ, vinculado ao Ministério da Saúde, Felipe Lacerda Mendes. "É muito comum às vezes em bares e restaurantes, algumas áreas externas que colocam barracas ou que colocam toldos com mesas para os clientes, e as pessoas costumavam fumar ali. Mas de qualquer maneira esses ambientes não eram ambientes seguros. Então a legislação avançou. Além dos ambientes fechados como restaurantes, shoppings, boates, universidades, museus, locais que normalmente já eram proibido fumar, e partir de agora também é proibido fumar então quando houver, um toldo, um telhadinho, esse tipo de espaço".

A fiscalização é feita pela Vigilância Sanitária do município e o estabelecimento que descumprir a lei poderá receber multa que varia de dois mil reais a um milhão e meio de reais. 

Fonte: Karina Chagas/ Agência Saúde

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página