Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
Geral
  • publicado
  • Publicado: Domingo, 01 de Março de 2015, 09h02
  • Última atualização: 27/02/15 19h03

Mais Médicos | Município de Goiás recebe primeiros médicos inscritos no edital 2015

Com o edital de 2015 do Programa Mais Médicos, o município de Morrinhos, em Goiás, já recebeu três profissionais de saúde que já começaram a atuar em Unidades de Saúde da Família. A cidade conta com aproximadamente 44 mil habitantes e ainda aguarda o preenchimento de duas vagas.

O edital do programa, este ano, abriu uma nova oportunidade para 1.500 municípios e garantiu a incorporação de 100% das vagas do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab), o que assegura às prefeituras a permanência de médicos na Atenção Básica de suas cidades, uma vez que a iniciativa só durava um ano. Carlos Alexandre Teodoro da Silva, 33 anos, formou-se inicialmente em odontologia e, posteriormente, decidiu cursar medicina. O médico já atuava profissionalmente pelo Programa Saúde da Família em Joviânia, também em Goiás, e agora optou por participar do Programa Mais Médicos. “O programa dá uma estabilidade melhor. Hoje meu plano é permanecer no programa por pelo menos dois anos e depois tentar fazer a prova de residência, além de fazer especialização em saúde da família”, explica Carlos Alexandre.

Para o secretário Municipal de Saúde de Morrinhos, André Mattos, o Programa Mais Médicos atrai médicos para as cidades mais afastadas dos centros e evita a falta de profissionais nas unidades de saúde. “O Programa Mais Médicos foi uma boa ideia do Governo Federal para poder ajudar os pequenos e médios municípios do Brasil, visto que nós temos uma certa dificuldade em trazer médicos das grandes cidades para o interior. O Ministério da Saúde tem ajudado muito os nossos municípios com o Mais Médicos”, ressalta o secretário André Mattos.

 

Com a incorporação do Provab neste edital, os profissionais inscritos nesta modalidade poderão permanecer no Programa Mais Médicos por mais três anos, desde que continuem na unidade de saúde em que já atuam, garantindo a assistência à população, o que amplia os perfis de médicos participantes do programa. “O que nós tínhamos era uma certa dificuldade quando um médico decidia sair para um grande centro para fazer especialização e demorávamos um tempo para substituir o médico. Agora, quando vence um contrato, logo de imediato chegam outros profissionais. Então nós não temos mais esse tempo entre a saída de um médico e a contratação de outro. Ou seja, a população é que na verdade ganha com isso, porque a atendimento não para dia nenhum durante o ano”, explica o secretário municipal de saúde de Morrinhos.

Criado em 2013, o Programa Mais Médicos ampliou à assistência na Atenção Básica fixando médicos nas regiões com carência de profissionais. Com a ocupação das 4.146 vagas apontadas pelos municípios no novo edital, o governo federal garantirá em 2015 a permanência de 18.247 médicos nas unidades básicas de saúde de todo o país, levando assistência para cerca de 63 milhões de pessoas. Serão 4.058 municípios beneficiados, 72,8% de todas as cidades do Brasil, além dos 34 distritos indígenas. Até 2014, 14.462 médicos atuavam em 3.785 municípios, beneficiando 50 milhões de brasileiros.

Fonte: Ana Beatriz Magalhães/ Blog da Saúde

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página