Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 19 de Setembro de 2018, 10h49
  • Última atualização: 19/09/18 15h02

Dia Internacional de Atenção aos Acidentes Ofídicos – 19 de setembro

Campanha tem como objetivo aumentar conscientização sobre o impacto das picadas de cobra

Dia Interncional Cobras

O primeiro Dia Internacional de Atenção aos Acidentes Ofídicos é celebrado nesta quarta-feira, 19 de setembro, em todo o mundo. A data foi criada por uma coalizão de organizações que trabalham em prol da saúde global e da medicina tropical e visa aumentar a conscientização sobre o enorme, mas ainda pouco reconhecido, impacto mundial das picadas de cobra.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 81 mil e 138 mil pessoas em todo o mundo morrem a cada ano em consequência de picadas de cobras venenosas. Outras 400 mil ficam permanentemente incapacitadas ou desfiguradas. No Brasil, foram registrados 29.094 acidentes com serpentes no ano de 2017. Desses acidentes, 107 levaram a óbito, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

De acordo com a gestora do Núcleo Estratégico de Venenos e Antivenenos do Instituto Butantan, Fan Hui Wen, o ofidismo, o mal causado pelas serpentes quando mordem ou picam, é uma preocupação importante para serviços de saúde. “Nesse sentido, é grande a preocupação em relação à possibilidade de uma picada de cobra matar uma pessoa ou levar a capacidade de um membro de executar suas funções normais. Por isso, é extremamente importante essa atenção aos acidentes ofídicos”, explica. Em 2017, a OMS acrescentou o envenenamento por picada de cobra à sua lista de doenças tropicais negligenciadas de maior prioridade.

Prevenção e medidas após acidentes com serpente peçonhenta

Fan Hui Wen explica que o Brasil é um dos principais produtores de soros antiofídicos do mundo, mas a prevenção ainda é uma das melhores formas de reduzir a incidência de acidentes. “Por exemplo, algumas serpentes saem à noite para caçar, então muitas vezes o acidente ocorre naquele momento da penumbra no final da tarde. É importante redobrar a atenção nesses horários, principalmente em matas ou locais onde se sabe que pode haver cobras. Outra dica é evitar a proximidade com roedores, principal alimento das cobras. Ratos costumam ficar próximos ao lixo, e, por isso, é importante, principalmente em áreas rurais, manter em volta da casa sempre limpo e sem restos de comidas, para não atrair roedores e, por consequência, as cobras.”, esclarece.

Mais de 95% dos acidentes ofídicos ocorrem nas pernas ou nos braços. Por isso, algumas medidas simples de prevenção devem ser adotadas: 

  • Utilize calçados fechados, perneiras ou botas de cano alto;
  • Fique atento onde pisar ou colocar as mãos para se apoiar;
  • Não mexa em buracos no chão ou em ocos de árvores sem proteção.

Em caso de acidente, é importante:

  • Lavar a região da picada com água e sabão; 
  • Manter o local da picada em posição confortável; 
  • Levar a vítima para atendimento médico; jamais aplicar qualquer tipo de substância (álcool, borra de café, vinagre, urina etc.) no local; 
  • Se possível, levar o animal para identificação.


cobra 2

Como reconhecer uma serpente peçonhenta?

As serpentes peçonhentas de interesse médico possuem uma cavidade que fica perto de cada narina, chamada de fosseta loreal. Por isso, em muitos lugares, essas serpentes são chamadas de “cobras de quatro ventas”. As corais verdadeiras são uma exceção a essa regra, pois não possuem fosseta loreal.


cobra 1

Confira mais informações sobre Acidentes por Animais Peçonhentos

Janaina Bolonezi, para o Blog da Saúde

 

 

 

Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página