Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 03 de Março de 2020, 17h46
  • Última atualização: 03/03/20 17h47

Equipamento que melhora nitidez do som está disponível no SUS

Sistema de Frequência Modulada PessoalCerca de 466 milhões de pessoas em todo mundo, o que corresponde a 5% da população mundial, tem perda auditiva incapacitante. E o mais preocupante é que 34 milhões são crianças, sendo que 60% dos casos infantis é devido a causas evitáveis. Estima-se que em 2050, mais de 900 milhões de pessoas, ou uma em cada dez pessoas, terão perda auditiva incapacitante. Aproximadamente um terço das pessoas com mais de 65 anos de idade são afetadas pela perda auditiva incapacitante.

Para melhorar a qualidade de vida das pessoas com essa deficiência , o Sistema Único de Saúde (SUS) ampliou o acesso ao oferece o Sistema de Frequência Modulada Pessoal (FM), que antes era oferecido apenas para indivíduos entre 5 e 17 anos. Esse aparelho era disponibilizado para crianças e jovens entre 5 e 17 anos e agora essa tecnologia será oferecida para todos estudantes matriculados em qualquer nível acadêmico, sem restrição de idade.

O aparelho, usado em sala de aula, funciona como um microfone sem fio usado pelo professor, e tem um receptor, um pequeno dispositivo instalado junto a prótese auditiva da pessoa. O som captado pelo microfone do transmissor, professor, é enviado via FM diretamente para o receptor acoplado no aparelho auditivo da pessoa com deficiência auditiva, no caso o aluno.

O equipamento diminui o ruído de fundo e permite ao estudante escutar com nitidez a voz do professor, sem precisar estar sentado nas primeiras cadeiras da classe. O benefício desse sistema é a melhora na compreensão da fala do professor, criando condições para aprendizagem dessas pessoas. Sem este recurso o processo ensino fica defasado, ou seja, no momento que o professor está ensinando o conteúdo, dentro da sala de aula, a informação não chegará com qualidade sonora ideal até a criança ou jovem com deficiência auditiva dificultando seu desempenho acadêmico e intelectual.

Para ter acesso

Para ter direito ao benefício, o paciente ou familiar deve marcar uma consulta médica com especialistas capazes de diagnosticar a necessidade da prótese auditiva (entre eles, pediatra, otorrinolaringologista e neurologista). O paciente passará testes e, comprovada a necessidade, receberá o Sistema FM.

Deficiência Auditiva

É a diminuição da capacidade auditiva, fazendo com que a pessoa tenha dificuldades de ouvir. Um dos principais impactos da perda auditiva está na capacidade do indivíduo de se comunicar. As causas da deficiência auditiva estão relacionadas a fatores congênitos; fatores genéticos hereditários e não hereditários; por complicações durante a gravidez e o parto; e as causas adquiridas, que podem levar a deficiência auditiva em qualquer idade.

Cerca de 466 milhões de pessoas em todo mundo (5% da população mundial) têm perda auditiva incapacitante e 34 milhões são crianças, sendo que 60% dos casos infantis possuem causas evitáveis.

 

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página