Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Perguntas e Respostas > #FAQMS | Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016
Início do conteúdo da página
Perguntas e Respostas
  • publicado
  • Publicado: Terça, 16 de Fevereiro de 2016, 18h25
  • Última atualização: 13/12/16 10h46

#FAQMS | Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016

28764664856 11ab8ca6a1 zFoto: Ministério do EsporteO vírus Zika prejudica o turismo e as Olimpíadas no Brasil?

O Governo brasileiro está integralmente empenhado em garantir que os Jogos Rio 2016 transcorram com segurança e tranquilidade. A possibilidade de cancelamento dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 por causa da epidemia do vírus Zika não está em discussão.

Vale ressaltar que o Brasil está realizando uma grande mobilização para combater mosquito Aedes aegypti, convocando o poder público e a população. O Governo Federal, em parceria com estados e municípios, está adotando diversas medidas que visam proteger não só os brasileiros, mas também os estrangeiros que vierem ao país para os jogos olímpicos.

O período de realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, durante o inverno brasileiro, é, historicamente, de baixa incidência de chuvas e de mosquitos?

O vírus Zika é um problema mundial. O Brasil está fazendo a sua parte e tem mobilizado intenso esforço internacional na luta contra a doença. As ações coordenadas dos Governos federal, estaduais e municipais de combate ao vírus Zika e as medidas tomadas pelo Comitê Rio 2016, combinadas à mobilização nacional contra o mosquito, vão assegurar o eficaz combate aos criadouros do Aedes aegypti, transmissor do vírus.

Os Jogos Rio 2016 se realizarão com total atenção à saúde de todos os participantes da maior festa do esporte mundial.

Vale ressaltar que o período em que serão realizadas as Olimpíadas é considerado não endêmico para transmissão de doenças causadas pelo Aedes aegypti, como Zika, dengue e chikungunya. Em 2015, agosto foi o mês com menor incidência de casos de dengue no país.

Fonte: Agência Saúde

Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página