A exibição do player de áudio desta página depende de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral
  • Publicado: Terça, 12 de Novembro de 2013, 14h38
  • Última atualização Quarta, 13 de Novembro de 2013, 13h36

Hospitais federais terão 1.578 novos profissionais

Ministério da Saúde vai contratar 1.578 profissionais para os hospitais federais do Rio de Janeiro. A expectativa é de que os estes profissionais sejam contratados ainda este ano

O Ministério da Saúde vai contratar 1.578 profissionais para os hospitais federais do Rio de Janeiro - Andaraí, Bonsucesso, Lagoa, Ipanema, Cardoso Fontes, Servidores do Estado – além do Instituto Nacional de Cardiologia (INC) e Instituto Nacional de Traumatologia e OrtopediaJamil Haddad (Into). Portaria que autoriza o Ministério a realizar a contratação foi publicada nesta terça-feira (12) no Diário Oficial da União. A expectativa é de que os estes profissionais (411 médicos, 616 nível superior e 551 nível intermediário) sejam contratados ainda este ano.

Os contratos serão temporários, com duração de seis meses. A seleção dos profissionais será feita mediante processo seletivo simplificado, com ampla divulgação pela pagina do Núcleo Estadual do Rio de Janeiro (NERJ) do Ministério da Saúde – www.nerj.rj.saude.gov.br. O processo será coordenado pelo NERJ que já criou uma comissão de servidores para analisar os currículos. No primeiro semestre deste ano, o Ministério da Saúde já havia realizado a contratação de 499 profissionais, sendo 182 médicos, para os hospitais federais – que somados a nova contratação representam 2.077 postos de trabalho.

O Ministério da Saúde vem realizando uma série de ações para recompor a força de trabalho e reestruturar os seis hospitais e os institutos federais, como forma de qualificar o atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Entre 2010 e 2012, o Ministério da Saúde realizou dois concursos públicos para recompor o quadro de médicos, totalizando 1.536 nomeados.

Para suprir as necessidades de profissionais nos hospitais federais do Rio de Janeiro, somente em 2011 o Ministério da Saúde contratou 1.172 médicos temporariamente. Entre 2011 e 2012, 152 médicos pediram exoneração e outros três foram demitidos – totalizando perda de 155 profissionais em dois anos.

Gestão - Desde 2011, uma série de ações de controle e melhoria de gestão para reestruturação dos hospitais federais do Rio de Janeiro vem sendo realizada pelo Ministério da Saúde. Estas medidas permitiram uma economia de R$ 140,8 milhões na compra de insumos e medicamentos, contratação de serviços continuados, locação de equipamentos e contratação de obras e serviços.

Fonte: Lívia Nascimento /  Agência Saúde

Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado

Facebook

Twitter

Instagram

TV Saúde

Web Rádio Saúde

HISTÓRIA: Aniversário do Ministério da Saúde destaca a trajetória do SUS

Flickr Saúde

Enquete

Hoje é dia de nos contar o que você quer saber mais sobre saúde. Escolha o tema e na próxima semana

Fim do conteúdo da página