A exibição do player de áudio desta página depende de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Serviços

Saiba como retirar de graça medicamentos para diabetes, hipertensão e asma

  • Publicado: Quinta, 28 de Junho de 2012, 07h00
  • Última atualização Terça, 01 de Outubro de 2013, 09h34

. o jornalista Elio Gaspari conseguiu resumir em algumas palavras os benefícios da ação Saúde Não Tem Preço, incentivo promovido pelo  Programa Farmácia Popular do Governo Federal.

Por meio da rede de farmácias, as pessoas que sofrem com hipertensão, diabetes e, recentemente, asma, por exemplo, recebem remédio de graça para tratar as doenças. Somente em janeiro de 2012, 3,2 milhões de pacientes retiraram esses medicamentos em mais de 20.300 farmácias credenciadas, mais que o triplo do registrado em janeiro do ano passado. A quantidade de hipertensos beneficiados saltou 309%, de 658.648 em janeiro para 2.697.152 em dezembro de 2011. Já o número de diabéticos beneficiados aumentou 223%, passando de 306.826 para 990.453 no mesmo período.”

Desde o dia 4 de junho deste ano (início da disponibilização de medicamentos gratuitos para a asma) até o dia 18 do mesmo mês, 31.176 pessoas já retiraram os antiasmáticos nas farmácias populares. Este número representa um aumento de 28% em relação às 24.344 pessoas que haviam comprado os remédios nas farmácias populares, já com 90% de desconto, 15 dias antes do início da gratuidade.

Além de melhorar a qualidade de vida das pessoas, o programa resulta em economia de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS), uma vez que, desde seu lançamento, o número de internações por conta de diabetes e de hipertensão diminuiu. Em 2011, foram menos 8,4 mil internações por causa da hipertensão e 2,7 mil a menos por causa da diabetes.

O Programa “Farmácia Popular” oferece à população mais de 100 medicamentos com até 90% de desconto. Todos têm acesso, basta procurar uma unidade própria do governo ou ir até uma das  mais de 20 mil farmácias privadas credenciadas ao programa. Além disso, em 2011, o MS lançou o “Saúde Não Tem Preço”, uma ação do Programa Farmácia Popular que  distribui gratuitamente 14 medicamentos para hipertensão, diabetes e asma.

Doenças – A hipertensão arterial atinge 23,3% da população adulta brasileira (maiores de 18 anos), de acordo com o estudo Vigilância de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) 2010, que considera o diagnóstico médico referido pelo entrevistado. Ainda pelo Vigitel, a diabetes atinge 6,3% da população adulta, sendo maior em mulheres 7% do quem em homens, 5,4%.

Em 2011, do total de 177,8 mil internações no Sistema Único de Saúde (SUS) em decorrência da doença, 77,1 mil foram crianças com esta idade. Além disso, cerca de 2,5 mil pessoas morrem por ano por causa da asma. “Este é mais um passo do governo federal para garantir acesso universal à saúde, priorizando um programa de alto impacto principalmente na população infantil”, afirma o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Carlos Gadelha.

Saiba mais

Saiba como pegar remédios para diabetes, hipertensão e asma:

- Procure farmácias e drogarias privadas credenciadas ou a rede de Farmácia Popular e apresente o CPF próprio, receita médica válida e documento com foto
- A receita deverá ser prescrita por um médico, que pode ser particular ou do SUS. A validade das receitas varia da seguinte forma: anticoncepcionais valem 1 ano; demais medicamentos e fraldas geriátricas valem 120 dias
- No caso de menores de idade, o CPF dos pais é aceito, até que ele providencie um próprio. Há um limite de remédios por CPF
- A farmácia tira uma cópia da receita e a devolve ao paciente
- A farmácia emite duas vias para a pessoa assinar. Uma delas fica com o cliente e a outra permanece com a farmácia
- Para os analfabetos, será aceita a digital
- As farmácias e drogarias que se negarem a entregar os remédios sofrerão as penalidades previstas na própria Portaria, podendo inclusive ser descredenciadas do programa. Basta denunciar no telefone da Ouvidoria: 136

O diretor de assistência farmacêutica do Ministério da Saúde, José Miguel do Nascimento Jr., participou do programa Bem Estar, da Rede Globo, e tirou todas as dúvidas sobre diabetes e hipertensão e como pegar os remédios nas farmácias populares.

Blog da Saúde

Adicionar Comentário
  • Blog da Saúde

    Denunciar Link Permanente

    Fábio, alguns medicamentos são oferecidos gratuitamente, outros não. O pricínipio ativo deste remédio que você relatou é um dos que estão disponíveis no programa AQUI TEM FARMÁCIA POPULAR. As drogarias e farmácias credenciadas no Aqui Tem Farmácia Popular disponibilizam alguns medicamentos para a venda com preços bem abaixo do preço de mercado. Conheça a lista desses medicamentos: http://migre.me/9PKlD. Saiba onde encontrar as unidades no seu estado acessando: http://migre.me/9PGZI Continuamos à disposição. =D

    cerca de 1 ano atrás
  • Fábio Apolinario Escobar

    Denunciar Link Permanente

    A Drogaria Pacheco não está disponibilizando gratuitamente o medicamento para ASMA NOEX. Apenas dá um desconto. Isso é correto?

    cerca de 1 ano atrás
  • Blog da Saúde

    Denunciar Link Permanente

    Olá, Gabi!
    O medicamento Cloridrato de Metformina é ofertado na Farmácia Popular, já o medicamento vildagliptina , não existe na nossa lista. Aconselhamos que procure o médico da sua mãe e converse com ele a possibilidade de trocar o medicamento, na tentativa de ter acesso aos insumos que o SUS oferece. Lembrando que para retirar o medicamento, basta apresentar o documento de identidade, CPF e receita médica validada, 120 dias a partir de sua emissão. A receita pode ser emitida tanto por um profissional do Sistema Único de Saúde (SUS), tanto por um por médico que atende em hospitais ou clínicas privadas.

    É muito importante que o médico prescreva o medicamento pelo princípio ativo e não pelo nome comercial, assim garantirá a retirada em uma farmácia credenciada. Veja a lista dos medicamentos disponíveis em: http://bit.ly/huUdHm

    Continuamos à disposição.

    Att,
    Equipe Blog da Saúde.

    cerca de 2 anos atrás
  • Olá, minha mãe tem Diabetes tipo 2 e ela toma o remédio Galvus Met ( 50 mg de vildagliptina+ 850mg de cloridrato de metformina) Como faço pra receber esse medicamento, pois ele é muito caro e só dá pra 28 dias. Me ajudem. Obg

    cerca de 2 anos atrás
  • #EntrevistaSUS | Ministro Padi

    Denunciar Link Permanente

    [...] Saiba como retirar de graça medicamentos para diabetes, hipertensão e asma [...]

    cerca de 2 anos atrás
  • Blog da Saúde

    Denunciar Link Permanente

    Olá, Cecilia.

    Os medicamentos para asma, hipertensão e diabetes estão disponíveis nas 20 mil farmácias do programa Aqui Tem Farmácia Popular espalhadas em 3.200 municípios. Para retirar o remédio é preciso apresentar a receita médica dentro do prazo de validade, documento com foto e CPF. A receita pode ser emitida por um médico particular ou do SUS. Saiba mais sobre o programa acessando: http://migre.me/9EkJD, e conheça a lista de medicamentos oferecidos gratuitamente: http://migre.me/9PGxZ

    Casos de falta de medicamentos devem ser minunciosamente investigados e avaliados, logo, pedimentos que formule sua manifestação na Ouvidoria do SUS, pelo link: http://189.28.128.122:9443/ouvidorsus_producao/Portal.do ou ligue 136 e procure também a Secretaria Municipal de Saúde do seu Estado. Sua participação é muito importante para melhorarmos o atendimento.


    Continuamos à disposição. Melhorar sua vida, nosso compromisso.

    Att,
    Equipe Blog da Saúde

    cerca de 2 anos atrás
  • cecilia ciori abe de oliveira

    Denunciar Link Permanente

    Fiz um pedido no 25/10/2012, a secretaria de saude solicitando informação onde receber as lancetas, que antes era entregue no HRAN, avisaram para procurar posto mais proximo de sua residencia só que eles não sabe nada sobre as lancetas onde procurar para receber o mesmo.

    cerca de 2 anos atrás
  • Blog da Saúde

    Denunciar Link Permanente

    Olá, Maria.

    De qualquer forma, por gentileza, relate isso a Ouvidoria do SUS por meio do 136 ou pelo
    link http://189.28.128.122:9443/ouvidorsus_producao/Portal.do para que possamos trabalhar no sentido de melhorar os atendimentos e a qualidade de vida dos cidadãos.Continuamos à disposição.

    O que você nos informa pode se caracterizar como uma denúncia, em que é preciso apurar os fatos. Por gentileza, fale com a Ouvidoria do SUS por meio do número 136 ou no link http://189.28.128.122:9443/ouvidorsus_producao/Portal.do para que o relato seja formalizado e investigado.

    Ressaltamos que o SUS é descentralizado, ou seja, tem competências que são dos municípios, estados e União. Logo, seria importante você fazer esta reclamação/denúncia, também, à Secretaria de Saúde de sua região.

    Continuamos à disposição. Melhorar sua vida, nosso compromisso.

    Att,
    Equipe Blog da Saúde

    cerca de 2 anos atrás
  • Blog da Saúde

    Denunciar Link Permanente

    Olá, Renniele.

    Os medicamentos estão disponíveis nas 20 mil farmácias do programa Aqui Tem Farmácia Popular espalhadas em 3.200 municípios. Para retirar o remédio é preciso apresentar a receita médica dentro do prazo de validade, documento com foto e CPF. A receita pode ser emitida por um médico particular ou do SUS. Saiba mais sobre o programa acessando: http://migre.me/9EkJD, e conheça a lista de medicamentos oferecidos gratuitamente: http://migre.me/9PGxZ

    Continuamos à disposição. Melhorar sua vida, nosso compromisso.

    Att,
    Equipe Blog da Saúde

    cerca de 2 anos atrás
  • Blog da Saúde

    Denunciar Link Permanente

    Olá, Oswaldo.

    Os medicamentos estão disponíveis nas 20 mil farmácias do programa Aqui Tem Farmácia Popular espalhadas em 3.200 municípios. Para retirar o remédio é preciso apresentar a receita médica dentro do prazo de validade, documento com foto e CPF. A receita pode ser emitida por um médico particular ou do SUS. Saiba mais sobre o programa acessando: http://migre.me/9EkJD, e conheça a lista de medicamentos oferecidos gratuitamente: http://migre.me/9PGxZ

    Para ter direito a fralda geriátrica o paciente tem que ter a incontinência urinária ou fecal comprovada e terá direito de comprar 40 fraldas a cada dez dias. Não existe uma idade mínima estipulada. É necessário que o usuário apresente CPF, documento com foto e receita médica para a retirada das fraldas. No caso do idoso ser considerado incapaz, o representante legal pode fazer a retirada do produto. Um pacote com dez fraldas custa 0,71 centavos.

    Continuamos à disposição. Melhorar sua vida, nosso compromisso.

    Att,
    Equipe Blog da Saúde.

    cerca de 2 anos atrás
Carregar Mais

Facebook

Twitter

Instagram

TV Saúde

Web Rádio Saúde

Pessoas com mais de 40 anos devem fazer o teste de Hepatite C.

Flickr Saúde

Enquete

Dê seu voto para o novo Blog da Saúde!

Fim do conteúdo da página