Essa página depende do carramento de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Serviços
  • não publicado
  • Publicado: Quinta, 14 de Fevereiro de 2013, 08h32
  • Última atualização: 20/09/13 15h06

Entenda como funciona o Provab

Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab) foi criado em setembro de 2011, pelo Ministério da Saúde, e estabelecido pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), por meio de com o objetivo de disponibilizar profissionais de saúde para as localidades do país de maior vulnerabilidade, como áreas de extrema pobreza e periferias das regiões metropolitanas, populações ribeirinhas, quilombolas e indígenas. A experiência adquirida pelo profissional é relevante para capacitação e aperfeiçoamento dos trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS) e favorece a universalização do acesso aos serviços de saúde.

Pelo Provab, o Ministério da Saúde contrata um médico, por pelo menos um ano, e oferece a ele uma bolsa de R$ 8 mil reais, pelo cumprimento de 32 horas semanais de atividades práticas nas unidades básicas e de 8 horas de atividades acadêmicas semipresenciais. Além disso, o Ministério também disponibiliza um curso de especialização em Atenção Básica, oferecido pela Universidade Aberta do SUS (UnA-SUS).

Avaliação - A cada trimestre, os médicos do programa serão avaliados pelos gestores municipais e instituições formadoras. Neste processo são considerados aspectos relativos à capacidade de trabalho em equipe, ao processo de trabalho em si, à humanização no atendimento, à vigilância, além de autoavaliação e análise de material produzido no webportfólio. Os participantes que obtiverem nota acima de 7,0 são considerados com “conceito satisfatório” e receberão pontuação adicional de 10% em provas para ingresso em programas de residência.

Dos 357 médicos que participaram da primeira etapa do Provab, em 2011, 350 receberam conceito satisfatório em dezembro de 2012 e sete médicos tiveram conceito insatisfatório. Ou seja, a bonificação na nota dada aos médicos que prestam a prova de residência médica não tem origem na simples participação no Programa, mas sim pelo mérito alcançado a partir da obtenção de conceito satisfatório, de acordo com o processo de avaliação. A não utilização da pontuação dos que participaram do Provab prejudica o esforço do governo federal de valorizar a atenção básica e o papel da atenção básica como elemento de formação do profissional.

Supervisão dos Médicos – Atualmente existem 91 supervisores, vinculados a 35 Instituições de Ensinos – representadas por Universidades, Hospitais de Ensino e Programas de Residência de Medicina de Família e Comunidade- que participam do Provab. Eles ficam disponíveis aos médicos para debater dúvidas e temas acadêmicos, por meio de ferramentas como o Programa Telessaúde Brasil Redes, possibilitando um acompanhamento sequenciado do profissional.

Provab 2013 – As inscrições de médicos para o Provab encerraram dia 5 de fevereiro. A partir de agora os profissionais deverão escolher o local onde desejam atuar, no âmbito dos municípios que participarem do programa. O profissional poderá selecionar uma opção em cada um dos seis perfis estabelecidos pelo Ministério da Saúde como áreas prioritárias – capital ou região metropolitana; população maior que 100 mil habitantes; intermediário; população rural e pobreza intermediária; população rural e pobreza elevada; e populações quilombola; indígena e dos assentamentos rurais.

O número de vagas em cada localidade dependerá da demanda informada pela respectiva secretaria de saúde. Já a distribuição dos médicos obedecerá a critérios de preferência nos casos em que o número de profissionais interessados for maior do que a oferta de vagas. Terão prioridade na alocação, os médicos que se graduaram, obtiveram certificado de conclusão de curso ou revalidaram diploma em instituição de ensino localizada na unidade da federação a qual pertence o município, bem como os nascidos no estado. O segundo critério consiste na data e horário da adesão, e o terceiro, na idade do profissional, tendo preferência a maior.

Após o processo de alocação, o profissional deverá se apresentar no município em que irá atuar. Estão aptos a participar do programa os médicos que não tenham vínculo empregatício com a Atenção Básica e não constem noCadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) na condição de profissional com vínculo ativo em Unidade Básica de Saúde. O início das atividades dos médicos nos municípios está prevista para o dia 1º de março.

Os médicos participantes terão acesso também ao Portal Saúde Baseada em Evidências, plataforma que disponibiliza gratuitamente um banco de dados composto por documentos científicos, publicações sistematicamente revisadas e outras ferramentas (como calculadoras médicas e de análise estatística) que auxiliam a tomada de decisão no diagnóstico, tratamento e gestão.

  • Assista ao vídeo sobre o Provab

 

 Blog da Saúde

 

Registrado em:
Adicionar Comentário
  • jane sueli garbelin

    Denunciar Link Permanente

    faço parte da equipe da saude da família, na saude bucal, e vejo que a odontologia, embora muito valorizada, neste programa de governo,ainda deixa muito a desejar em relação a profissionais que queiram se comprometer, com comunidds carentes quilombolas e os que se interessam não tem oportunidades,sabendo hoje em dia que saúde é um todo,só a presença do médico,muitas comunidades, ainda não imaginam ,que o tratamento odontologico, tão eletizado, pode e deve ser acessivel a todas as pessoas,,,,EU AMO MINHA PROFISSÃO E ESTE PROGRAMA,,EIS-ME AQUI,,,,ABRA AS PORTAS PARA A SAÚDE BUCAL,,,,PROVAB..

    cerca de 3 anos atrás
  • pedro cezar bravo maiolino

    Denunciar Link Permanente

    boa tarde gostaria de falar que fui muito bem tratado pelo hospital dos servidores do estado ja fiz 3 cirugias e fui muito bem cuidado os medicos são otimos com os pacientes a enfermagem tambem não tenho nada para reclamar a minha avaliação e otima espero que continue assim o atendimento so tenho a agradece por tudo muito obrigado

    cerca de 3 anos atrás
  • Blog da Saúde

    Denunciar Link Permanente

    Olá, Pedro.

    Obrigado pela participação e elogios. Ficamos felizes quando recebemos comentários assim. O nosso objetivo é caminhar para melhorar os atendimentos e a qualidade de vida dos usuários do SUS. =D Continue participando.

    Continuamos à disposição. Melhorar sua vida, nosso compromisso.

    Att,
    Equipe Blog da Saúde

    cerca de 3 anos atrás
  • Blog da Saúde

    Denunciar Link Permanente

    Olá, Jane.

    É por isso que a primeira edição do Provab de 2011 contemplou também dentistas e enfermeiros. A definição do segundo ano para profissionais dessas especialidades está em estudo. Sua participação é muito importante em nossas redes sociais.

    Continuamos à disposição. Melhorar sua vida, nosso compromisso.

    Att,
    Equipe Blog da Saúde

    cerca de 3 anos atrás
  • RAULINA ARAUJO MOREIRA

    Denunciar Link Permanente

    Sou enfermeira, porque nunca tem aprimoramento profissional para enfermeiros? Os médicos são sempre os privilegiados. Abraço. Raulina

    cerca de 3 anos atrás
  • luiz gustavo flores

    Denunciar Link Permanente

    Moro em são sebastião do cai RS gostaria de saber se minha cidade tem a possibilidade de receber O Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab) foi criado em setembro de 2011, pelo Ministério da Saúde, e estabelecido pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), por meio de com o objetivo de disponibilizar profissionais de saúde para as localidades do país de maior vulnerabilidade, como áreas de extrema pobreza e periferias das regiões metropolitanas, populações ribeirinhas,aqui aonde eu moro a saúde funciona para quem vota no prefeito,, é os poucos médicos que tem são dos tempos da caverna ! SOS SÃO SEBASTIÃO DO CAI

    cerca de 3 anos atrás
  • Renan Farias

    Denunciar Link Permanente

    Se eu participar no PROVAB em um município prioridade por 1 ano terei a possibilidade de abatimento na divida do meu FIES?

    cerca de 3 anos atrás
  • Willagran Barbosa Vasconcelos

    Denunciar Link Permanente

    Gostaria de saber se a pontuação o PROVAB pode ser utilizada para provas de R3? Ou somente para residências básicas?

    cerca de 3 anos atrás
  • paulo roberto de moura soares

    Denunciar Link Permanente

    Sou médico e trabalhei em uma USF do interior de Pernambuco até 31/10/2012, quando meu contrato foi rescindido por opção da gestora. Ocorre que, desde esta data, o município continua usando meu nome no CNES ( constando como ativo). Ja contactei o município diversas vezes e solicitei meu desligamento através do site do CNES, mas insistem em usar meu nome sem o meu consentimento e sem que eu tenha vínculo com aquele município.
    Gostaria de saber se isto pode me prejudicar no acesso ao PROVAB e se tem alguma providência que eu possa tomar para não me prejudicar. Grato!

    cerca de 3 anos atrás
  • cynthia levy nogueira cavalcan

    Denunciar Link Permanente

    Como faço para me inscrever, paraVoluntário da força nacional do sus? tenho o curso técnico em enfermagem, posso? gostaria de saber, obrigada!

    cerca de 3 anos atrás
Carregar Mais

Facebook

Twitter

Instagram

TV Saúde

Web Rádio Saúde

Barretos (SP): Homem camisinha invade festa do peão para divulgar ações de prevenção e tratamento contra DST/AIDS

Flickr Saúde

Central de Arquivos

Agosto 2016
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4
Fim do conteúdo da página