A exibição do player de áudio desta página depende de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Serviços
  • não publicado
  • Publicado: Segunda, 23 de Dezembro de 2013, 10h15
  • Última atualização: 20/12/13 20h20

Ministério da Saúde promove Semana Nacional de Humanização em 2014

Em continuidade às celebrações de 10 anos da Política Nacional de Humanização do SUS, o Ministério da Saúde vai promover a Semana Nacional de Humanização em diferentes cidades brasileiras, de 07 a 11 de abril de 2014. A proposta visa estimular a mobilização de gestores, trabalhadores e usuários do SUS para realização de debates, fóruns, plenárias atividades culturais e pequenos eventos simultâneos, com transmissão de alguns deles em tempo real pela Sala de Eventos da RHS.

A atividade reunirá em diferentes espaços, simultaneamente, experiências de humanização na saúde com as quais se quer ampliar o contágio e dar visibilidade ao SUS que dá certo. Estados e municípios, gestores, trabalhadores, usuários e movimentos sociais relacionados á humanização do SUS até 30 de janeiro para cadastrar suas atividades na Rede HumanizaSUS para compor a programação oficial da Semana Nacional de Humanização.

A programação oficial a ser transmitida online será divulgada em fevereiro. Além dos debates transmitidos ao vivo, fomentar-se-á a realização de atividades variadas, tais como oficinas, rodas de conversa, exposição de pôsteres, vídeos, fotos, plenárias entre outras ações de mobilização que possibilitem a análise dos dez anos de humanização no sistema público de saúde, conforme disponibilidade e cultura locais.

Todas as atividades serão cadastradas na Rede HumanizaSUS por seus responsáveis, com divulgação de fotos, vídeos e georeferenciamento em tempo real durante a sua realização.Durante cada atividade, é desejável a nomeação de um relator para envio também de texto com resumo das discussões e encaminhamentos.

PNH - A Política Nacional de Humanização completa, em 2013, 10 anos de atuação no Sistema Único de Saúde. Sua proposta é alterar a relação entre gestores, trabalhadores e usuários do SUS, de modo que cada um deles se reconheça como parte do SUS e contribuam para suas melhorias. Com um grupo de apoiadores atuando em todo o território nacional, o trabalho da PNH se baseia no apoio institucional às Secretarias Municipais de Saúde (SMS), Secretarias Estaduais de Saúde (SES), Hospitais, Coletivos e Regionais, além da formação de gestores, trabalhadores e usuários.

Acolhimento, gestão participativa e cogestão, clínica ampliada, valorização do trabalhador, defesa dos direitos dos usuários e ambiência são as diretrizes que embasam a PNH e se materializam nos serviços de saúde por meio de diferentes dispositivos para se melhorar o trabalho em saúde: Acolhimento com classificação de risco (que inverte a lógica de atendimento por ordem de chegada, mas de acordo com a vulnerabilidade e o risco do usuário do SUS), colegiados gestores (que democratizam as decisões), garantia de visita aberta e direito ao acompanhante, projetos de ambiência que contam com a experiência cotidiana dos trabalhadores para as reformas da infraestrutura do serviço de saúde, entre outros.


Fonte: Política Nacional de Humanização

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado

Facebook

Twitter

Instagram

TV Saúde

Web Rádio Saúde

CARNAVAL: Beber bastante líquido é fundamental para manter o corpo hidratado

Flickr Saúde

Central de Arquivos

Fevereiro 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
30 31 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 1 2 3 4 5
Fim do conteúdo da página