Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Promoção da Saúde > Palácio do Planalto inaugura a 113ª sala de apoio à amamentação do Brasil
Início do conteúdo da página
Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 13 de Agosto de 2015, 08h51
  • Última atualização: 13/08/15 11h33

Palácio do Planalto inaugura a 113ª sala de apoio à amamentação do Brasil

A volta ao trabalho sempre gera inquietações para a nova mamãe. Conciliar a carreira com a criação do bebê gera dúvidas e incertezas, principalmente quando o assunto é a amamentação.

Para ajudar a manter a alimentação com o leite materno, que deve ser exclusiva até os seis meses e com complementação até os dois anos ou mais, o Ministério da Saúde e a Sociedade Brasileira de Pediatria (SPB) elaboraram orientações para incentivar as empresas a implantarem as salas de apoio à amamentação. Assim, a saúde do bebê é preservada e o vínculo afetivo entre mãe e filho continua forte.

O Palácio do Planalto inaugurou esta semana a centésima décima terceira sala de apoio à amamentação do país. O espaço, equipado com geladeira, pia e uma confortável poltrona, poderá atender as 700 mulheres que trabalham no local. Anualmente, o Palácio possui uma média de 8 mulheres em licença maternidade.

A servidora Keila Bandeira está grávida de 32 semanas e ficou muito feliz com o novo local. “Vai ser muito importante para mim este espaço. Quando nós voltamos ao trabalho, geralmente ainda estamos amamentando. Esse é meu terceiro filho e os dois mais velhos foram amamentados. No último, inclusive, eu fazia a ordenha do leite no trabalho, mas não tinha este lugar reservado para isso”, conta.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, que participou da inauguração, ressalta a importância deste espaço e espera que outras empresas sigam o exemplo. ”Esperamos que outras empresas públicas, privadas, outras instituições deem as mães oportunidade de continuarem retirando seu leite, oferecendo ao seu bebê, mesmo depois de voltarem ao trabalho e cumprido a licença maternidade ou fazendo a doação desse leito pro banco de leite humano mais próximo.”

As salas de apoio são espaços dentro da empresa em que a mulher, com conforto, privacidade e segurança, pode esvaziar as mamas, armazenando seu leite em frascos previamente esterilizados para, em outro momento, oferecê-lo ao seu filho. Esse leite é mantido em um freezer a uma temperatura controlada até o fim do dia. Cada recipiente é etiquetado, identificando o nome da mãe, a data e a hora da coleta. No fim do expediente, a mulher pode levar seu leite para casa para que seja oferecido ao filho ou pode ainda doá-lo a um Banco de Leite Humano.

Fonte: Gabriela Rocha/ Blog da Saúde

Adicionar Comentário
Fim do conteúdo da página