Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Promoção da Saúde > Mães recebem informações antes de saírem de maternidade
Início do conteúdo da página
Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 24 de Setembro de 2015, 12h14
  • Última atualização: 24/09/15 18h39

Mães recebem informações antes de saírem de maternidade

Para amenizar a tensão do momento que antecede a alta hospitalar, a equipe de enfermeiros da Maternidade do Hospital Universitário Professor Alberto Antunes, vinculada à Universidade Federal de Alagoas (Hupaa-Ufal), deu início ao projeto “Preparo para a Alta: construindo o cuidado”. O objetivo dos profissionais é orientar as mães no autocuidado materno em todos os seus aspectos.

O período após o parto, chamado puerpério, é o momento em que ocorrem intensas modificações físicas e psicológicas nas mulheres num curto espaço de tempo. Juntas, essas características contribuem para aumentar a insegurança da mãe em relação aos cuidados necessários para garantir a saúde do seu bebê e dela própria nesta fase inicial da maternidade.

 

A equipe reúne as mães que já receberam a alta hospitalar e aguardam a liberação para repassar informações sobre cuidados com os recém-nascidos e com elas próprias. Além disso, esclarece sobre registro civil, consultas do bebê no hospital, incentivo ao aleitamento materno, carteira de vacinação, entre outras informações essenciais para o bom desenvolvimento da criança.

Segundo a enfermeira Marianna Tavares Tomaz, a maior dúvida das mães é relacionada à amamentação. Em seguida, sobre o cuidado do cordão umbilical do bebê e da ferida operatória, nos casos de cesarianas.

As orientações são repassadas para as usuárias com auxílio de um álbum ilustrado com abordagem clara e simples sobre vários assuntos, além de outros materiais impressos. Antes do projeto, as mães recebiam algumas dessas orientações da enfermagem, mas de maneira informal.

A equipe de enfermeiros formada por Juliana Lacerda, Andrea Caldas, Henrique e Antônio Marcos inaugurou a primeira reunião do projeto, aprovado por todas as mães participantes. Segundo elas, o contato com a equipe serviu não só para orientar, esclarecer dúvidas e tranquilizar, mas dotá-las de “poder” para cuidar dos bebês e delas próprias.

Fonte: Ebserh com informações do Hupaa-Ufal

Registrado em:
Assunto(s): puerpério
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página