Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Promoção da Saúde > Dia da Pessoa com Deficiência Física – 11 de outubro
Início do conteúdo da página
Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 11 de Outubro de 2018, 09h00
  • Última atualização: 11/10/18 11h40

Dia da Pessoa com Deficiência Física – 11 de outubro

Pessoa com Deficiência Física “é não ter medo dos seus sonhos”

shutterstock 1086656846

“A sociedade não está preparada; a acessibilidade não é perfeita, não é ideal. É ir pra rua e viver. É enfrentar preconceito, falta de estrutura, lugares em que você não vai se sentir bem, vai sentir que não é bem-vindo. E isso dói. Todo ser humano quer viver, quer ser bem recebido, quer qualidade de vida. Mas enfrentar isso é importante, é isso que te torna vivo. Se você não sofre a dor do existir, você também não tem o prazer do viver”. O relato é da jornalista Carla Maia, que aos 17 anos teve um sangramento espontâneo na medula e, por isso, perdeu os movimentos das pernas e das mãos, hoje ela é considerada tetraplégica.

Nesse dia 11 de outubro, data que marca o Dia da Pessoa com Deficiência Física, é importante ouvir relatos como o de Carla, que também foi a primeira atleta com uma tetraplegia, do tênis de mesa paralímpico do Brasil. A limitação física não a impede de trabalhar, viver a sua vida e buscar realizar seus sonhos. “Costumo dizer que sou a primeira em tudo. Eu fui a primeira a tirar uma carteira de motorista oficialmente aqui em Brasília; fui a primeira repórter de um jornal factual; eu fui a primeira atleta com uma tetraplegia do tênis de mesa paralímpico do Brasil, enfim. Eu acho que é não ter medo dos seus sonhos”, comentou.

A luta diária das pessoas com alguma deficiência no Brasil ainda precisa ganhar visibilidade. Observado números nacionais, é possível perceber a relevância do tema. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 45 milhões de pessoas tem algum tipo de deficiência, seja do tipo visual, auditiva, motora ou mental/intelectual. Isso corresponde a quase 24% da população no país.

Reabilitação

Danilo Campos da Luz e Silva, Coordenador-geral substituto de Saúde da Pessoa com Deficiência do Ministério da Saúde, informa que no site do MS, existe uma página voltada para pessoa com deficiência. Basta acessar o link para encontrar a lista dos centros especializados em reabilitação, o endereço, o telefone e as modalidades de reabilitação que cada serviço atende. “Lá é possível encontrar qual o tipo de atendimento, a referência para reabilitação, os contatos das Secretarias de Saúde e o serviço mais próximo de casa”, explicou.

A Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência foi criada a partir da necessidade de ampliar, qualificar e diversificar as estratégias para a atenção às pessoas com deficiência física, auditiva, intelectual, visual, ostomia e múltiplas deficiências por uma rede de serviços integrada, articulada e efetiva nos diferentes pontos de atenção para atender às pessoas com deficiência, assim como iniciar precocemente as ações de reabilitação e de prevenção precoce de incapacidades.

O dia 11 de outubro não deve ser apenas uma data para marcar o Dia da Pessoa com Deficiência Física e sim que todas as pessoas com deficiência possam fazer como a Carla Maia, que luta diariamente por seus objetivos e sonhos. “Eu podia ter desistido antes de tentar, porque nunca antes de mim houve alguém que enfrentou essas coisas que eu fui a primeira. Deram coisa erradas? Deram! Teve coisas que eu não consegui? Teve. Mas olha o tanto de coisa que eu consegui, eu realizei meus sonhos!”, finalizou.

Por Zinda Perrú e Janary Damacena, da Agência Saúde

Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página