Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Promoção da Saúde > Dia da Malária nas Américas reforça necessidade de ações efetivas
Início do conteúdo da página
Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Terça, 06 de Novembro de 2018, 14h47
  • Última atualização: 09/11/18 16h29

Dia da Malária nas Américas reforça necessidade de ações efetivas

shutterstock 767802325

O Dia da Malária nas Américas é comemorado anualmente no dia 6 de novembro. A comemoração foi estabelecida pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) em 2007, após a 27ª Conferência Sanitária Pan-Americana. A data reforça o compromisso para combater a doença, mobilizando a população, os profissionais e os gestores de saúde para se sensibilizarem sobre o tema e valorizarem a prevenção e o controle.

A malária ainda é uma doença que causa impacto na morbi-mortalidade da população mundial, principalmente em países situados nas regiões tropicais e subtropicais. O “Dia da Malária das Américas” é um momento para encorajar todos os envolvidos nessa luta no sentido de intensificar as medidas para tornar o país livre da doença.

São muitos os esforços realizados para combater uma doença que atinge milhões de pessoas no mundo. Em setembro deste ano, autoridades de saúde das Américas se reuniram para buscarem novas estratégias de fortalecimento das ações de prevenção às doenças transmitidas por vetores. Para os próximos cinco anos serão implementadas uma série de ações de controle dos vetores transmissores da malária e de outras doenças, contando com um plano de ação que possui o objetivo de prevenir a ocorrência.

Neste ano, alguns municípios e estados brasileiros estão se mobilizando para realizarem eventos (teatro, palestras, entre outros) durante o Dia da Malária nas Américas. Confira, nesta página, a programação dos seguintes estados: Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia e Roraima.

As medidas a serem adotadas podem ser visualizadas na página www.saude.gov.br/malaria. Além disso, existem unidades de atendimento com profissionais especializados para prestar orientações de prevenção e diagnóstico, principalmente para indivíduos que viajarem para locais onde há transmissão de malária. É importante salientar que, mediante quaisquer sintomas da doença, uma unidade de saúde deve se procurada o mais rápido possível, para ter o diagnóstico e tratamento precoces. Malária tem cura e tem tratamento!

 

Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página