Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Promoção da Saúde > Saiba como o uso do cigarro causa problemas à saúde da boca
Início do conteúdo da página
Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 20 de Dezembro de 2019, 11h51
  • Última atualização: 20/12/19 11h51

Saiba como o uso do cigarro causa problemas à saúde da boca

 Fumar traz diversos malefícios para o fumante como dentes manchados, doença periodontal e até câncer bucal

cigarronoA nicotina do cigarro causa dependência extrema. Por isso não é fácil deixar de fumar. O tabagismo resulta em vários problemas de saúde. A boca é uma das áreas mais afetadas. As consequências vão desde dentes manchados, doenças gengivais, até câncer de boca. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de boca está entre os dez tumores mais comuns do Brasil. Ele acomete mais homens acima dos 40 anos. Além do tabagismo, infecção pelo HPV e radiação solar também são fatores de risco para esse tipo de câncer.

A boca desempenha importantes funções para a nossa saúde, como a fala, mastigação e respiração. Por ser a maior cavidade do corpo a ter contato direto com o meio ambiente, a boca também é porta de entrada para bactérias e outros micro-organismos prejudiciais à saúde.

Benefícios ao parar de fumar
Presente em qualquer derivado do tabaco, a nicotina é considerada droga por possuir propriedades psicoativas. Ou seja, ao ser inalada produz alteração no sistema nervoso central, modifica no estado emocional e comportamental do usuário e pode induzir ao abuso e dependência. A dependência à nicotina gera tolerância, abstinência e comportamento compulsivo para consumir a droga.

De acordo com a cirurgiã buco maxilo facial Janayna Paiva, do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (HUMAP), de Campo Grande (MS), o tabagismo tem relação com vários tipos de câncer, além do de pulmão, como na cavidade oral, laringe, faringe, esôfago, estômago, pâncreas, fígado, entre outros. “Nunca é tarde para deixar o cigarro. Os benefícios podem ser sentidos rapidamente: 20 minutos após a última tragada, já se observa a regularização dos batimentos do coração. Dez anos sem fumar significam reduções importantes nos riscos de infarto, derrame e câncer de pulmão”, alerta a médica.

A dona de casa Ariane de Oliveira sabe como faz bem parar de fumar. Para a moradora de Brasília, são inúmeros os benefícios para a vida dela. “O ato de parar de fumar proporcionou muitos benefícios para o meu organismo. Além disso, meus dentes, cabelos e pele mudaram, estão mais saudáveis. Fumar me envelhecia e quando abandonei o vício tive o efeito contrário”, relata.

É possível parar de fumar
Muitas unidades de atenção primária disponibilizam tratamento para parar de fumar. O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) é o órgão do Ministério da Saúde responsável pelo Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT) e pela articulação da rede de tratamento do tabagismo no SUS, em parceria com estados, municípios e Distrito Federal.

A rede foi organizada, seguindo a lógica de descentralização do SUS para que houvesse o gerenciamento regional do Programa tendo como premissa a intersetorialidade e a integralidade das ações.

Atualmente, todas as unidades da federação possuem coordenações do Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT) que, por sua vez, descentralizam as ações para seus respectivos municípios atuando de forma integrada.

Por Victor Almeida, para Blog da Saúde

Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página