A exibição do player de áudio desta página depende de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Serviços

Serviços
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 05 de Fevereiro de 2018, 11h05
  • Última atualização 05/02/18
  • 11h05

Oncologia: ANS estimula melhorias no tratamento contra o câncer

ANSO câncer é uma das doenças que mais desafia os sistemas de saúde no Brasil e no mundo. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), devem surgir no país 1,2 milhão de novos casos da doença em 2018 e 2019. Só este ano, a estimativa é de 582 mil novos casos. Atenta ao problema e para reforçar a preocupação com o tema – lembrado neste domingo (4/2), Dia Mundial do Câncer –, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) destaca algumas das principais medidas que vêm sendo propostas e implementadas junto ao setor de planos de saúde para prevenir e tratar a doença.

Desde janeiro, a lista mínima obrigatória de cobertura dos planos de saúde contempla novos procedimentos dedicados ao cuidado oncológico. Foram incluídos oito medicamentos orais para tratamento de diversos tipos de câncer, como de pulmão e próstata, além de melanoma e leucemia. Também foi adicionado à lista mínima o exame PET-CT para o acompanhamento de tumores neuroendócrinos e a cirurgia laparoscópica para tratamento do câncer de ovário. Alguns destes procedimentos possuem as chamadas Diretrizes de Utilização, que estabelecem critérios para que a cobertura seja obrigatória, o que permite uma incorporação mais ampla de novas tecnologias. Com a atualização do Rol, a ANS busca assegurar acesso dos beneficiários de planos de saúde a procedimentos nos quais os ganhos coletivos e os resultados clínicos são mais relevantes para os pacientes, refletindo no ganho de qualidade de vida.

Comentário (0) Hits: 489
Registrado em:
Serviços
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 02 de Fevereiro de 2018, 07h32
  • Última atualização 01/02/18
  • 18h42

Controle de infecção: hora de recadastrar coordenações

Coordenações estaduais e municipais de controle de infecção hospitalar devem fazer o recadastramento para 2018. Prazo vai até 28 de fevereiro.

anvisa bannerJá está disponível o formulário para o recadastramento das coordenações estaduais e municipais que atuam na prevenção de infecções hospitalares. O preenchimento é necessário para que a Anvisa possa acompanhar e avaliar as ações feitas nesta área.

Desde 2009 o recadastramento é feito anualmente como parte do trabalho de controle das infecções no país. Por isso, o preenchimento do formulário é obrigatório para os estados e municípios. Com o formulário deverá ser anexada planilha de Componentes Essenciais para Programas de Prevenção e Controle de Infecção, uma adaptação do programa de prevenção e controle de infecções da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Comentário (0) Hits: 428
Registrado em:
Serviços
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 01 de Fevereiro de 2018, 11h54
  • Última atualização 01/02/18
  • 18h10

Profissionais de saúde devem ficar atentos aos sintomas da Febre Amarela

profissionalsaude bannerDiante da situação epidemiológica atual de Febre Amarela, é importante que a população e os profissionais de saúde busquem fontes seguras e oficiais sobre o assunto. O profissional que atua em alguma área de risco deve ficar atento para os sinais dos pacientes que procuram o serviço de saúde, já que a Febre Amarela apresenta sinais e sintomas semelhantes a outros agravos que costumamos identificar na rede de atenção. Por isso, a máxima atenção nesse momento de alerta é fundamental para a qualidade do cuidado a possíveis pacientes infectados. 

Abaixo as principais manifestações clínicas e laboratoriais entre as fases da doença:

Leve/moderada

  • Sinais e sintomas: febre, dores de cabeça, mialgia, náuseas, icterícia ausente ou leve.
  • Alterações Laboratoriais: Plaquetopenia (plaquetas baixas) com elevação moderada de transaminase. Bilirrubinas (substância amarelada encontrada na bile) normais ou discretamente elevadas.
Comentário (0) Hits: 19811
Registrado em:

Febre Amarela: Anvisa se reúne com empresas aéreas

Companhias áreas foram orientadas sobre como e em quais casos o Certificado Internacional de Vacinação pode ser exigido. A Anvisa se reuniu com as companhias aéreas que atuam no...

  • publicado
  • 01/02/18
  • 11h23
Comentário (0) Hits: 701

Quem deve se vacinar contra febre amarela antes de viajar

A vacinação é parte fundamental do planejamento de uma viagem. Viajantes com destino a países que exigem o Certificado Internacional de Vacinação recebem dose padrão. Os recentes...

  • publicado
  • 22/01/18
  • 18h34
Comentário (0) Hits: 8030

#FAQMS | Perguntas e respostas sobre a Febre Amarela

1. O que é febre amarela (FA)? A febre amarela (FA) é uma doença viral aguda, imunoprevenível, transmitida ao homem e a primatas não humanos (macacos), por meio da picada de...

  • publicado
  • 17/01/18
  • 17h08
Comentário (0) Hits: 30499

Facebook

Twitter

Instagram

TV Saúde

Web Rádio Saúde

TUBERCULOSE: Ministério da Saúde lança Plano Nacional para enfrentar a doença 

Flickr Saúde

Fim do conteúdo da página