Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Serviços > Campanha de vacinação contra a gripe termina na próxima sexta-feira (20)
Início do conteúdo da página
Serviços
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 19 de Maio de 2016, 12h11
  • Última atualização: 19/05/16 13h10

Campanha de vacinação contra a gripe termina na próxima sexta-feira (20)

Saiba por que as gestantes não devem deixar de tomar a vacina

A médica obstetra do Hospital Universitário de Brasília (HUB), Silândia Amaral Freitas, explica com detalhes, por que as gestantes não devem deixar de tomar a dose da vacina. Veja!

Gestantes, mães no pós-parto, crianças de seis meses a menores de cinco anos, doentes crônicos, pessoas com deficiências e idosos devem procurar uma unidade de saúde no país e tomar a vacina contra a gripe até sexta-feira, dia 20 de maio,. Um balanço divulgado pelo Ministério da Saúde mostra que, até o momento, mais de 35 milhões de pessoas foram vacinadas em todo o país. Esse número corresponde a 71% do público prioritário para receber a imunização.

 

DaianaDaiane Rodrigues, já imunizada contra a gripe, acompanhada do marido Roberto Ribeiro.Daiane Rodrigues, grávida de 8 meses, está entre as gestantes que já se imunizaram contra a gripe. Ela conta nos dedos os dias que faltam para o nascimento da Marina, sua primeira filha. Durante o pré-natal, feito numa unidade básica de saúde, em Brasília, a dona de casa foi orientada pelo médico sobre todas as vacinas que deveria tomar no período de gestação, inclusive a da gripe. Pensando na saúde dela e da filha, logo que soube da campanha nacional de vacinação contra a Influenza, Daiane conta que foi ao posto de saúde e recebeu a dose: “No meu caso, eu recebi toda a orientação e incentivo do meu médico. A primeira vacina que ele queria no meu cartão era a Influenza. A gente não pode vacilar com a saúde, muito menos quando estamos gestantes”.

O marido de Daiane, Roberto Ribeiro, fez questão de acompanha-la durante o pré-natal. Para ele, a maior preocupação é que a esposa e a filha não tenham nenhuma complicação causada pela gripe: “Eu acredito na segurança da vacina e acho que as duas vão poder ficar imunes por um bom tempo. Isso me deixa mais tranquilo”.

GracielaGraciela Souza já levou a filha Ana Clara, de 3 anos, para se vacinar contra gripe.O levantamento do Ministério da Saúde mostra que até o dia 16 de maio, 1,3 milhão de gestantes foram imunizadas contra o vírus influenza. Esse número corresponde a 56% do total. A orientação do secretário de Vigilância em Saúde, Antônio Nardi, é que nenhuma gestante fique de fora da campanha. Ele reforça que a vacina é absolutamente segura para as gestantes e essencial para garantir a proteção à mãe e ao bebê. “É muito importante que a gestante se vacine e garanta a imunidade dela e daquele que sozinho não consegue ainda ter vontade própria. Portanto, aquelas que ainda não se vacinaram, procurem as unidades básicas de saúde dos seus municípios e vacinem-se contra gripe.’, alerta .

A circulação do vírus Influenza é maior durante os meses mais frios do ano. Por isso, a campanha de vacinação nacional contra a gripe acontece pelo menos um mês antes do começo do inverno. Este ano, alguns estados anteciparam o início da vacinação. Paraná, São Paulo, Amapá, Espírito Santo e DF já atingiram a meta de 80%. O desempenho foi possível porque o Ministério da Saúde iniciou o envio das vacinas no dia 1º de abril, o que possibilitou a antecipação.

A filha da dona de casa Graciela Souza, Ana Clara, tem três anos e também já está protegida contra a gripe. A mãe sabe que as crianças desta faixa etária fazem parte do grupo prioritário. Por isso, ela fez questão de levar a filha para vacinar. “Eu já tinha tomado a vacina da gripe quando estava gestante dela, foi muito bom porque eu fiquei bastante tempo sem ter gripe. Agora sabendo que a Ana Clara vai estar protegida da gripe durante o inverno, então, vamos prevenir, ainda mais sabendo que é de graça “, comemora Graciela .

Reportagem e fotos: Anderson Andrade - Blog da Saúde

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página