Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Serviços > Hospital em Goiânia faz investimento para melhorar atendimento
Início do conteúdo da página
Serviços
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 03 de Fevereiro de 2017, 14h00
  • Última atualização: 03/02/17 14h48

Hospital em Goiânia faz investimento para melhorar atendimento

eb123c8a-4eeb-4228-919a-7f81e8be7bbaO Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC-UFG) investiu, este mês de janeiro, em melhorias na segurança contra infecções e para aumentar o conforto dos acompanhantes dos pacientes.

A primeira iniciativa consistiu na aquisição de duas máquinas para a limpeza e desinfecção de aparelhos endoscópios. O equipamento higiênico foi desenvolvido para realizar automaticamente as etapas de reprocessamento de endoscópios flexíveis.

A enfermeira responsável pelo setor de Endoscopia do HC-UFG, Adriana Silva Azevedo, destaca que a maior vantagem do equipamento é garantir a segurança de pacientes e profissionais contra a infecção provocada por microorganismos que ficam alojados nos canos dos endoscópios após a realização dos exames. “A máquina elimina de forma eficaz os micróbios e quebra o biofilme (colônia de bactérias).”

Com a aquisição, o serviço de endoscopia do HC-UFG se torna referência na rede pública de saúde do Centro-Oeste, pois são poucos os estabelecimentos que possuem este tipo de equipamento.

Comodidade

Na segunda ação, 206 poltronas hospitalares totalmente reclináveis foram compradas para acomodar, especialmente, àqueles que precisam passar as noites com seus familiares ou entes queridos na unidade.

O assento, encosto, braços e descansos para os pés são anatômicos, estofados em espuma de alta densidade e revestidos em courvim, material de fácil higienização. Todas as partes metálicas receberam tratamento antiferruginoso.

As poltronas substituíram cadeiras de fio e de plástico que eram utilizadas pelos acompanhantes. Segundo a coordenadora do Grupo de Trabalho em Humanização (GTH) do HC-UFG, Eulange de Sousa, a aquisição das poltronas foi fundamental para proporcionar aos acompanhantes uma melhor acomodação e descanso. “Muitos passam até meses no hospital, por isso é importante que o hospital se preocupe não somente com o paciente, mas também com o acompanhante”, destacou.

Creunice Pereira da Paixão, 63 anos, acompanha o marido que está internado no HC-UFG desde o último dia 24. Ela lembra que, há um ano, quando seu marido esteve internado no HC para fazer uma cirurgia, teve que passar algumas noites sentada nas antigas cadeiras para acompanhar o marido. “Eu precisava colocar cobertores para sentar e deixá-las macias, quando não era preciso disputá-las com outros acompanhantes”, recordou.

Com informações do HC-UFG

 

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página