A exibição do player de áudio desta página depende de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral
  • não publicado
  • Publicado: Terça, 29 de Novembro de 2011, 12h12
  • Última atualização: 09/10/13 10h18

Secretaria de Saúde de Pernambuco sela convênio para oferecer equoterapia

Foto: SES/PE

Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES/PE) firmou convênio com a Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária para financiar atividades do Centro Elohim de Equoterapia e Hipismo (CEEQ), que faz tratamento complementar com deficientes intelectuais. Uma vez por semana, os praticantes têm aula de equitação e contato com cavalos, o que auxilia a mantê-los inseridos socialmente e saudáveis. O convênio, selado pelos secretários Antonio Carlos Figueira (Saúde) e Ranilson Ramos (Agricultura) tem um valor de R$ 144 mil/ano, repassados pela SES.

“Enquanto esse tipo de tratamento não é formalizado na tabela doSistema Único de Saúde (SUS), como uma política permanente, vamos financiar as atividades. Essa terapia estimula a coordenação motora, postura e autoestima do praticante, podendo ser usada, ainda, na recuperação de movimentos perdidos”, afirmou o secretário Antonio Carlos Figueira.

Entre os praticantes do local, estão pessoas com síndrome de Down, paralisia cerebral, deficiência intelectual, epilepsia, traumatismo craniano encefálico, atrasos no desenvolvimento neuropsicomotor, entre outras deficiências. Atualmente, são realizados 56 atendimentos semanais e 224 mensais. A intenção é ampliar esse número para até 200 atendimentos por semana, o que possibilitará receber até 800 atendimentos por mês.

Já o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos, disse que ainda este mês o Centro, instalado no Parque de Exposição do Cordeiro, ganhará um espaço próprio, com a construção de um picadeiro coberto, sala de atendimento terapêutico e administrativo. O investimento é de R$ 97 mil. “Isso dará muito mais conforto à equipe multiprofissional e aos pacientes”, frisou Ramos.
Para realizar a equoterapia, método reconhecido pelo Conselho Federal de Medicina, o CEEQ conta com cinco cavalos treinados, além de uma equipe multidisciplinar, formada por 12 profissionais: equitador, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, psicólogo, pedagogo e guias auxiliares.

CEEQ – Os pacientes com perfil para equoterapia serão definidos e encaminhados pelos Núcleos de Reabilitação Física credenciados ao SUS em Pernambuco. No Centro, é feito a triagem para saber se realmente há um perfil para a terapia complementar. Atualmente, existem centros atendendo aos pacientes da rede pública em todo o Estado, como o Centro de Reabilitação e Readaptação Física do Hospital Getúlio Vargas e o Centro de Reabilitação Mens Sana Corpore Sano de Arcoverde, ambos inaugurados este ano. Além deles, os pacientes  também são fatendidos no Hospital da Restauração, AACD, Geral de Areias, Mirueira, João Murilo (Vitória de Santo Antão), Dom Moura (Garanhuns) e Fernando Bezerra (Ouricuri). Ainda este ano, será inaugurado um novo centro de reabilitação no Regional do Agreste, que foi reformado e ampliado; e o núcleo de reabilitação do Hospital Municipal de Pesqueira.

Fonte: Secretaria de Saúde de Pernambuco

Registrado em:
Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado

Facebook

Twitter

Instagram

TV Saúde

Web Rádio Saúde

Número de fumantes de narguilé mais que dobra nos últimos 5 anos

Flickr Saúde

Fim do conteúdo da página