Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Promoção da Saúde > Usar camisinha é uma responsa de todos
Início do conteúdo da página
Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 10 de Fevereiro de 2020, 17h41
  • Última atualização: 10/02/20 17h48

Usar camisinha é uma responsa de todos

ministrocamisinhaErasmo Salomão/MSPreservativo, camisinha, chame como quiser! O importante mesmo é não deixar de usar este que é o método mais seguro contra as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) como HIV, sífilis, herpes genital, gonorreia e HPV, e, também, para evitar uma gravidez precoce.

Para reforçar a importância do uso do preservativo, o Ministério da Saúde traz para a campanha de 2020 o slogan “usar camisinha é uma responsa de todos”.

A ideia é chamar atenção, principalmente dos jovens de 15 a 29 anos, onde registra-se o aumento das ISTs, durante todo o ano. “Antes era só uma campanha anual. Agora tem que ser lembrada periodicamente a cada 3 ou 4 meses, para não deixar cair no esquecimento”, falou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

E para incentivar o uso da camisinha e informar para esses jovens sobre os riscos e consequências de contrair uma IST, o ministro da saúde foi até a comunidade da Rocinha, no Rio de Janeiro (RJ), para conversar com esses jovens sobre os riscos e consequências das infecções sexualmente transmissíveis e estimular uma mudança de comportamento.

“A conversa nos ajudou muito a saber sobre algumas doenças transmitidas sem o uso do preservativo, sobre a importância das vacinas, remédios e tudo que o SUS oferece. Foi bom porque o ministro falou por meio de uma linguagem dos jovens e com a campanha será nessa linguagem também”, ressaltou Paulo Lota de 29 anos que participou do encontro.

A ideia da campanha é ampliar o acesso às informações sobre este tema, inclusive sobre as consequências trazidas pelas ISTs, mostrando que com o uso do preservativo, as relações sexuais ficam mais seguras evitando uma série de doenças. “O ministro deixou bem claro que homens e mulheres devem se cuidar, porque ainda existe também um preconceito de que a mulher não pode levar o preservativo feminino dentro de uma bolsa, mas é um direito dos dois se prevenir”, falou Paulo.

Camisinhas

O Ministério da Saúde vai distribuir, ao todo, 570 milhões de preservativos e géis lubrificantes para todo o Brasil. A quantidade representa um aumento de 12% em relação ao ano passado, quando foram enviados 509,9 milhões aos estados. Para o Carnaval, todo o país estará abastecido com 128,5 milhões de preservativos, garantindo a proteção dos foliões contra as ISTs.

Vale ressaltar que as ISTs são causadas por mais de 30 vírus e bactérias. Elas são transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual sem o uso de camisinha, com uma pessoa que esteja infectada. A transmissão pode acontecer, ainda, da mãe para a criança durante a gestação, o parto ou a amamentação.

 

Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página