A exibição do player de áudio desta página depende de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral

Entenda o SUS
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 17 de Março de 2017, 07h00
  • Última atualização 17/03/17
  • 17h06

Encontro debate formação em Saúde Pública na América Latina

cursoonlineDesde o ano de 2014, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz) desenvolve diferentes tipos de cooperações com instituições formadoras em Saúde Pública de Cuba, com vistas a fortalecer a capacidade de governança dos sistemas de saúde de ambos os países. Como fruto dessa relação, a Ensp realizou, em 2015, o I Colóquio Brasil-Cuba de Formação em Saúde Pública, considerado um sucesso. Sua segunda edição ocorreu no ano seguinte em Cuba. Para 2017, como não poderia ser diferente, a Escola está preparando novamente um grande encontro. No entanto, ele será mais abrangente e, portanto, intitulado I Colóquio Latino-Americano de Formação em Saúde Pública, cujo principal objetivo é possibilitar o intercâmbio de experiências exitosas de formação em saúde pública. A ideia é estreitar o diálogo e o crescimento conjunto de instituições-chave do Brasil e de Cuba, as quais, cotidianamente, enfrentam o desafio de qualificar recursos humanos para seus sistemas de saúde. O encontro acontecerá de 8 a 10 de maio na Ensp/Fiocruz.

O I Colóquio Latino-Americano e III Colóquio Brasil-Cuba de Formação em Saúde Pública tiveram suas bases definidas no encontro de 2016, quando ficou decidido que o atual encontro seria desenvolvido em uma perspectiva mais abrangente que pudesse não somente facilitar o diálogo entre instituições brasileiras e cubanas, como também incorporar as experiências e desafios de outras instituições latino-americanas, responsáveis pela formação e qualificação de quadros estratégicos para os sistemas de saúde da região.

Comentário (0) Hits: 340
Registrado em:
Entenda o SUS
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 16 de Março de 2017, 11h50
  • Última atualização 16/03/17
  • 11h58

MS participa de celebração dos 30 anos do primeiro CAPS, em São Paulo

IMG 1800Marcelo Ribeiro, diretor do Centro de Referência de Álcool Tabaco e Outras Drogas, e Quirino Cordeiro Júnior, coordenador-geral de Saúde Mental do MS. / Foto: Projeto Trecho 2.8O coordenador-geral de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas do Ministério da Saúde (MS/ SAS/Dapes), Quirino Cordeiro Júnior, participou na segunda-feira (13) da abertura da semana comemorativa dos 30 anos do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) “Prof. Luis da Rocha Cerqueira, conhecido como CAPS Itapeva, no bairro da Bela Vista, região central da cidade de São Paulo (SP). O “CAPS Itapeva” foi o primeiro do Brasil, inaugurado em março de 1986. A sua criação fez parte de intenso movimento social, inicialmente de trabalhadores de saúde mental, que buscavam a melhoria da assistência no País e denunciavam a situação precária dos hospitais psiquiátricos, que ainda eram o único recurso destinado aos usuários portadores de transtornos mentais.

A criação do CAPS teve por objetivo oferecer atendimento à população de sua área de abrangência, realizando o acompanhamento clínico e a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários. É um serviço de atendimento de saúde mental criado para ser substitutivo às internações em hospitais psiquiátricos.

Comentário (0) Hits: 853
Registrado em:
Cursos e Eventos
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 16 de Março de 2017, 08h00
  • Última atualização 16/03/17
  • 09h30

Curso em auriculoterapia para profissionais da Atenção Básica

auriculoterapiaO Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde, em convênio com a Universidade Federal de Santa Catarina, oferece a 2ª edição do curso Formação em auriculoterapia para profissionais da Atenção Básica, com o objetivo de capacitar semi-presencialmente profissionais de nível superior.

O curso, com inscrições abertas até dia 20 de março, é dividido em duas (2) etapas: uma à distância (EAD) com carga horária de 75 horas, constituído de cinco módulos sequenciais; e uma etapa presencial, com carga horária de 5 horas, realizada após a finalização da EAD.

A capacitação será realizada em diferentes estados do país, com a fase presencial ocorrendo em municípios-polo regionais previamente selecionados (conforme lista abaixo).

Comentário (0) Hits: 1310
Registrado em:

Fiocruz promove seminário sobre zoonoses e animais negligenciados

Das redes sociais a conversas do dia a dia, o bem estar animal é um assunto que vem ganhando atenção por parte da sociedade. Páginas e comunidades mostram que vem crescendo entre as...

  • publicado
  • 16/03/17
  • 07h00
Comentário (0) Hits: 283

Fiocruz leva experiência brasileira com o Aedes aos EUA

Um encontro promovido pelo Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) reuniu, na sede do Instituto, em Atlanta, um seleto grupo de...

  • publicado
  • 15/03/17
  • 16h18

Vacina é fundamental para proteger a população contra a meningite C

No início deste ano, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) ampliou a oferta da vacina Meningocócica C. Agora, a dose de reforço pode ser administrada em crianças menores de cinco...

  • publicado
  • 15/03/17
  • 15h44
Comentário (0) Hits: 592

Facebook

Twitter

Instagram

TV Saúde

Web Rádio Saúde

RADIONOVELA: Macaco transmissor de febre amarela é história de pescador

Flickr Saúde

Central de Arquivos

Marco 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
27 28 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2
Fim do conteúdo da página