A exibição do player de áudio desta página depende de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral

Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 03 de Março de 2015, 11h34
  • Última atualização 03/03/15
  • 11h34

Assembleia do CONASS reuniu gestores do SUS de todo país

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) realizou na última semana a primeira assembleia do Conselho deste ano. Além da presença de 26 dos 27 gestores, a reunião contou com a participação do ministro da Saúde, Arthur Chioro, e sua equipe de dirigentes.

O ministro afirmou que cabem às Secretarias Estaduais de Saúde (SES) o planejamento e a coordenação dos sistemas regionais de saúde e que os gestores devem fazer a devida articulação política. “Temos regiões constituídas e pactuadas, mas elas podem mudar se a SES achar que é necessário. As secretarias têm de assumir estas regiões para o SUS dar certo”. Chioro também defendeu que as SES devem estar próximas dos municípios e dos conselhos estaduais e municipais, fazendo o processo de discussão da operacionalização do SUS em todos os níveis, e alegou: “Muitas vezes as questões político-partidárias devem ser abdicadas para avançarmos com o SUS. As regiões de saúde são concretas e decisivas e não haverá um processo de regionalização adequado sem o comando das SES”, disse.

Segundo Arthur Chioro, muitas políticas públicas tem buscado a experiência da saúde no que concerne à estrutura federativa brasileira, pois os processos de gestão participativa constituídos ao longo dos 26 do SUS têm se mostrado fortes. “Desde a extinção do Inamps, do começo da descentralização, temos de lidar com a prática do fazer. Não adianta uma secretaria municipal fazer a lição de casa se a vizinha não fizer”, alertou, argumentando que, dos países com mais de 100 milhões de habitantes, o Brasil é o único que se propôs a oferecer atendimento de saúde universal a toda população. “Por isso, o cumprimento do que está posto na nossa Constituição Federal é feito de maneira peculiar, porque somos esferas autônomas e não há relação hierárquica entre o Ministério da Saúde, os estados e os municípios”, explicou

Comentário (0) Hits: 1937
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 03 de Março de 2015, 11h32
  • Última atualização 03/03/15
  • 11h32

Creches brasileiras começam a receber suplementação nutricional - NutriSUS

Mais de 300 mil crianças podem ser beneficiadas ainda este ano com uma suplementação nutricional do Ministério da Saúde, nomeada de NutriSUS. A iniciativa pretende reduzir em até 38% os casos de anemia e em 20% a deficiência de ferro na infância. De acordo com o ministro da Saúde, Arthur Chioro, o NutriSUS é um suplemento criado para prevenir essas carências nutricionais, já que a...

Comentário (0) Hits: 2208
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 03 de Março de 2015, 11h08
  • Última atualização 03/03/15
  • 11h08

Doenças raras ainda representam desafio para saúde pública

Celebrado no último dia 28 de fevereiro, o Dia Mundial de Doenças Raras tem o objetivo de alertar a população sobre a incidência destas enfermidades e as dificuldades que seus portadores enfrentam no cotidiano. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 400 milhões de pessoas no mundo sofrem com doenças raras (DR). O desafio torna-se ainda maior considerando que 95% delas não possuem tratamento específico e dependem de uma rede de cuidados paliativos bem estruturada, que assegure uma melhor qualidade de vida aos pacientes atendidos. Mas, a questão reside também no significado do termo, não havendo unanimidade em torno do conceito “doença rara”.

A maioria dos especialistas afirma que DR é aquela que afeta apenas uma pequena parcela da população. Por outro lado, algumas já se tornaram mais incidentes e o termo “rara” passou a ser questionado.

Analisando os conceitos adotados em diversos países, é possível situar as doenças raras na faixa das que possuem prevalência máxima variável de 0,5 a 7 por 10.000 habitantes. Apesar da denominação geral, algumas doenças podem ser consideradas “menos” raras em uma população do que na outra, como por exemplo a mucoviscidose, mais frequente nas populações caucasianas, explica a professora titular do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), Magda Carneiro Sampaio. “Por outro lado, a doença falciforme (também conhecida como anemia falciforme) não é uma doença rara na nossa população, porque é mais comum em descendentes de africanos como somos a maior parte dos brasileiros”, pondera.

De acordo com Sampaio, as distrofias musculares, hemofilias, neurofibromatose, angioedema hereditário, erros Inatos do metabolismo e imunodeficiências primárias já configuram como doenças nem tão “raras” no Brasil.

Histórico - Até o início dos anos 80, havia poucas iniciativas no sentido de encarar as doenças raras como uma questão de saúde pública. Graças à atuação das organizações de pacientes e movimentos sociais, alguns avanços podem ser citados, como a criação, em janeiro de 2014, da Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

Comentário (0) Hits: 3270
Registrado em:

Into recebe médicos residentes

O Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into) realiza, a partir desta segunda-feira (02/03), o acolhimento aos 17 médicos aprovados no concurso de residência para...

  • publicado
  • 03/03/15
  • 07h09
Comentário (0) Hits: 2138

Santa Catarina preenche 93% das vagas com profissionais brasileiros

Nas duas primeiras chamadas do Programa Mais Médicos em 2015, 93% (124) das 133 vagas ofertadas para os 61 municípios catarinenses foram preenchidas por profissionais com CRM Brasil. Os...

  • publicado
  • 02/03/15
  • 16h41
Comentário (0) Hits: 2028

Pernambuco preenche 96% das vagas com profissionais brasileiros

Nas duas primeiras chamadas do Programa Mais Médicos em 2015, 96% das 309 vagas ofertadas para os 82 municípios pernambucanos foram preenchidas por profissionais com CRM Brasil. Os...

  • publicado
  • 02/03/15
  • 16h38
Comentário (0) Hits: 2430

Facebook

Twitter

Instagram

TV Saúde

Web Rádio Saúde

TUBERCULOSE: Ministério da Saúde lança Plano Nacional para enfrentar a doença 

Flickr Saúde

Central de Arquivos

Outubro 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
25 26 27 28 29 30 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31 1 2 3 4 5
Fim do conteúdo da página