Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral

Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 28 de Abril de 2015, 15h04
  • Última atualização 28/04/15
  • 15h04

Fórum estadual discutirá estratégias para fortalecer Sistema Nacional de Auditoria

A Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa (SGEP) do Ministério da Saúde, por meio do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (DENASUS), realizará nos dias 04 e 05 de maio, em Porto Alegre – RS, o 1º Encontro do Fórum Estadual Permanente de Participação do Sistema Nacional de Auditoria do SUS e Cidadania do Rio Grande do Sul. O evento, que tem como tema ‘Saúde Pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo Brasileiro’, reunirá representantes de vários órgãos de controle.

Cerca de 200 pessoas devem participar deste Fórum, que tem a finalidade de promover o debate sobre o papel do Sistema Nacional de Auditoria (SNA) frente aos desafios do Sistema Único de Saúde. As discussões vão girar em torno, especialmente, da integração com demais órgãos de controle da sociedade, gestores de saúde do SUS, conselheiros de saúde e demais representações da sociedade civil, bem como dar maior transparência as ações de auditoria à sociedade, demais órgãos de controle, aos conselheiros, usuários, gestores e sociedade em geral.

“Além da Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul e de diversos municípios gaúchos, participam deste evento os seguintes órgãos: Conselho Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul; Tribunal de Contas do Estado; Tribunal de Contas da União; Procuradoria Geral do Estado do RS; Advocacia-Geral da União RS; Defensoria Pública Estadual; Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal; e, Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (COSEMS/RS)”, enumerou Stênio Rodrigues, chefe do Serviço de Auditoria do Rio Grande do Sul (SEAUD/RS).

Comentário (0) Hits: 3251
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 28 de Abril de 2015, 11h51
  • Última atualização 28/04/15
  • 11h51

Ministério da Saúde promove vacinação dos povos indígenas

Uma força-tarefa envolvendo 2.867 profissionais iniciada neste sábado (25), em todas as regiões do país, tem a missão de imunizar cerca de 120 mil indígenas aldeados de todos os 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs). A ação, organizada anualmente pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), além de ofertar novas vacinas incluídas no Programa Nacional de Imunização, também serve para a atualização da carteira de vacinação da população aldeada. Para isso serão disponibilizadas mais de 183 mil doses de vacina até o dia 25 de maio, fim da campanha.

Para realizar a mobilização em lugares tão distantes dos grandes centros e muitas vezes isolados, o Ministério da Saúde está investindo mais de R$ 3 milhões. O recurso será empregado na logística, transporte e aquisição de insumos. Mais da metade dos profissionais envolvidos na ação, cerca de 1.500 trabalhadores, são agentes indígenas de saúde e de saneamento. Também compõem a equipe médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, cirurgiões dentistas e auxiliares de saúde bucal, que integram as.

Com duração de um mês, a campanha de imunização para os povos indígenas ofertará doses de vacinas contra várias doenças, como hepatites A e B, rubéola, coqueluche, sarampo, caxumba, difteria, tétano, poliomielite, febre amarela, tuberculose, influenza, pneumonia e meningite, entre outras.

Comentário (0) Hits: 7666
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 28 de Abril de 2015, 11h25
  • Última atualização 28/04/15
  • 11h25

Saiba mais sobre a AIDS que atinge mais de 600 mil brasileiros

A aids é uma doença sexualmente transmissível causada pelo vírus da imunodeficiência humana, o HIV. Ela ataca, principalmente, o sistema imunológico, que é responsável por defender o organismo de outras doenças. A aids pode ser transmitida pelo sangue, esperma e secreção vaginal, pelo leite materno ou transfusão de sangue contaminado. Ela não se manifesta da mesma forma em todas as...

Comentário (0) Hits: 4582
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 28 de Abril de 2015, 11h15
  • Última atualização 28/04/15
  • 11h15

Saiba mais sobre herpes

Herpes é uma doença causada por vírus, transmitida por meio de relação sexual com uma pessoa infectada sem camisinha. Em mulheres, durante o parto, o vírus pode ser transmitido para o bebê se a gestante apresentar lesões por herpes. Essa doença é caracterizada pelo surgimento de pequenas bolhas que se rompem formando feridas. A diretora adjunta do Departamento de DST, Aids e Hepatites...

Comentário (0) Hits: 4630
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 28 de Abril de 2015, 11h10
  • Última atualização 28/04/15
  • 11h10

Brasil realiza congressos de aids e hepatites virais em novembro

Reserve na agenda: de 17 a 20 de novembro estarão reunidos em João Pessoa, capital da Paraíba, no Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima, grandes especialistas brasileiros e estrangeiros no X Congresso de HIV/Aids e III Congresso de Hepatites Virais, Novos Horizontes – Novas Respostas, Brasil – 2015.

Promovidos pelo Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais (DDAHV) do Ministério da Saúde, com o apoio do Governo do Estado da Paraíba e da Prefeitura de João Pessoa, ambos os Congressos visam mostrar novas tecnologias, pesquisas, medicamentos e boas práticas na prevenção e na resposta ao HIV/aids e às hepatites virais.

O congresso de aids é realizado desde a década de 90, sem periodicidade fixa. Nas nove edições anteriores, seu foco sempre foi a prevenção, o que muda a partir deste ano, em que ele se torna um congresso que debaterá todos os aspectos da resposta à epidemia.

Comentário (0) Hits: 5025
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 28 de Abril de 2015, 11h05
  • Última atualização 28/04/15
  • 11h05

Fiocruz Pernambuco aprimora armadilha de mosquitos para o combate à dengue

Da esquerda para a direita as pesquisadoras Cláudia Fontes Rosângela Barbosa e Morgana Xavier responsáveis pelo aprimoramento da armadilha  Crédito: Ascom Fiocruz PernambucoA busca pela melhoria contínua de produtos e serviços em saúde é uma filosofia de trabalho da Fiocruz Pernambuco. Dentro dessa perspectiva, estudos e equipamentos desenvolvidos na instituição passam por aprimoramento constante, incorporando novas soluções e tecnologias. Um exemplo disso é a armadilha BR-OVT, uma invenção desenvolvida no centro de pesquisas pernambucano, que, por suas qualidades, integra o portifólio de inovação da Fundação Oswaldo Cruz. O instrumento, já consolidado no monitoramento do mosquito transmissor do verme causador da filariose (Culex), foi aperfeiçoado e o novo modelo agora é objeto de novas pesquisas, que avaliam seu desempenho para o controle da dengue.

A armadilha original foi idealizada pela pesquisadora da Fiocruz Pernambuco Rosângela Barbosa, para o monitoramento e controle de mosquito Culex, conhecido como muriçoca ou pernilongo. O equipamento consta de uma caixa preta, com um reservatório onde é colocada água e o larvicida biológico Bacillus thuringiensis israelensis (Bti). Diferentemente da armadilha ovitrampa, que é utilizada na área externa das residências, a BRT-OVT é utilizada dentro do domicílio. O dispositivo reproduz, em pequena escala e sem cheiro, as condições de uma fossa, escura e com matéria orgânica, que atraem as fêmeas dessa espécie para a deposição de seus ovos. Na nova versão, a BR-OVT adesiva, o recipiente para água teve sua capacidade aumentada e foi adicionada uma borda adesiva - que contém uma cola entomológica para reter os insetos adultos - e um substrato para a oviposição que forra todo seu interior. As modificações foram pensadas para alcançar duas fases diferentes do ciclo de vida do mosquito (ovo e adulto) e para que, além de continuar servindo para o controle do Culex, outra espécie de mosquito passe a ser atraída para a armadilha: Aedes aegypti, o vetor do vírus dengue.

Os dados preliminares de dois estudos apontam para a efetividade dessa ferramenta. No teste piloto, realizado no arquipélago africano de Cabo Verde pela doutoranda em Biociências e Biotecnologia em Saúde, Morgana Xavier, foram coletados 27.400 ovos de Aedes e 420 mosquitos, dos quais 299 Culex e 121 Aedes. Isso apesar do trabalho ter transcorrido durante a estação seca, nos meses de julho e agosto do ano passado. “O resultado de Morgana foi alcançado num período em que a população de mosquitos não apresentava a sua maior densidade no ambiente, mostrando o quanto a armadilha é sensível em detectar sua presença”, esclarece pesquisadora Cláudia Fontes, que integra a equipe envolvida em diferentes trabalhos que avaliam o uso do dispositivo.

Comentário (0) Hits: 5099
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 27 de Abril de 2015, 14h53
  • Última atualização 27/04/15
  • 18h04

Agenor Maia transforma sabores do cerrado

Crédito: Rodrigo Nunes/MS

Representando os sabores do centro-oeste está Agenor Maia. As referências culinárias do chef se iniciaram na infância, com sua avó Olanda e sua mãe Ines e foram ponto de partida para despertar seu interesse em seguir na gastronomia. Nascido no interior do Estado de São Paulo e descendente de italianos e alemães, Agenor aprendeu desde cedo com a família que cozinha era sinônimo de criatividade, prazer e necessidade.

Aos 17 anos ingressou na Servinox, indústria de aço em Brasília, para trabalhar na organização da área de assistência técnica e realizar visitas às cozinhas industriais dos restaurantes da cidade. Em 2001 se desligou da empresa e montou sua própria cozinha.

Apaixonado pela gastronomia e decidido a se especializar no ramo, o chef partiu para Portugal em 2004, onde trabalhou por dois anos nos restaurantes O’Acoriano e Café 3 . Na volta ao Brasil, no ano de 2012 o chef Agenor Maia estagiou no aclamado restaurante D.O.M., do chef Alex Atala, onde aprendeu técnicas de supervalorização dos ingredientes em um estágio intensivo e acompanhado de perto por Atala. No início de 2013, esteve em outro período de estágio no melhor restaurante da América Latina atualmente, o premiado Astrid Y Gaston em Lima, no Peru.

Comentário (0) Hits: 4128
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 27 de Abril de 2015, 14h33
  • Última atualização 27/04/15
  • 14h34

Mais Médicos: para 85% da população atendida a qualidade da assistência melhorou

Pesquisa do Ministério da Saúde realizada com 14 mil pessoas mostra que a qualidade da assistência à população melhorou com a chegada dos profissionais do Programa Mais Médicos. Para os entrevistados, aumentou o número de consultas, o acompanhamento e a resolução do seu problema de saúde após o atendimento do médico. Os dados foram apresentados pela primeira vez na Convenção Internacional de Saúde Pública – Cuba Salud 2015, que reuniu nas duas últimas semanas deste mês, experiências de diferentes países para a promoção do acesso universal à saúde.

Este ano, o Programa Mais Médicos chegará a um total de 18.247 médicos em mais de 4 mil municípios, 72% de todas as cidades do país, ampliando a assistência em atenção básica para 63 milhões de brasileiros. As entrevistas para o estudo foram realizadas entre novembro e dezembro de 2014 em 699 municípios atendidos pela iniciativa por meio de parceria entre a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Ipespe.

“Antes, não tínhamos a possibilidade de garantir a cerca de 63 milhões de brasileiros o acesso à atenção primária na saúde. Com o Mais Médicos, que conta com a cooperação da OPAs, nós temos efetivamente garantido a cada brasileiro o direito de uma atenção primária qualificada. Por meio do Programa, conseguimos levar profissionais onde vivem as pessoas com maior vulnerabilidade, nas periferias das grandes cidades brasileiras, nos quilombolas, assentamentos rurais, aldeias indígenas, na floresta amazônica, onde os brasileiros precisam de médicos”, disse o ministro Arthur Chioro.

Comentário (0) Hits: 5644
Registrado em:

Farmanguinhos comemora trinta e nove anos de produção

O Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos/Fiocruz) foi criado em 23 de abril de 1976. Desde então, não parou de exercer papel de destaque em pesquisa, desenvolvimento e...

  • publicado
  • 27/04/15
  • 10h49
Comentário (0) Hits: 3651

ALIMENTOS REGIONAIS: Conheça as propriedades das hortaliças típicas do de várias regiões do Brasil

A couve e o caruru são duas hortaliças típicas da Região Centro-Oeste do país que constam no livro Alimentos Regionais Brasileiros, lançado este ano pelo Ministério da Saúde. O...

  • publicado
  • 27/04/15
  • 10h44
Comentário (0) Hits: 14297

Dia Mundial da Luta contra a Malária

Hoje é o Dia Mundial da Luta contra a Malária. A malária é uma doença infecciosa aguda, causada por protozoários parasitas do gênero Plasmodium. A transmissão ocorre por meio da...

  • publicado
  • 25/04/15
  • 05h59
Comentário (0) Hits: 6601

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página