Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral

Geral
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 08 de Maio de 2015, 18h22
  • Última atualização 08/05/15
  • 18h22

Dia Internacional Talassemia

Crédito: ktsdesignAs Talassemias são um grupo de doenças hereditárias que se caracterizam pela redução ou ausência de hemoglobina - substância dos glóbulos vermelhos do sangue responsável pelo transporte de oxigênio para todo o corpo. A doença é herdada dos pais, e pessoas acometidas possuem uma variabilidade de sintomas, como anemia persistente, aparência pálida, aumento do baço, distúrbios cardíacos e endócrinos, atraso no crescimento e na maturação sexual, além de infecções recorrentes.

A doença foi trazida para o Brasil principalmente pelos italianos, mas também pelos portugueses, espanhóis, gregos, turcos, egípcios, sírios, libaneses, entre outros povos oriundos de regiões próximas ao Mar Mediterrâneo (thálassa – mar; haema – sangue).

De acordo com a cadeia da hemoglobina afetada, as talassemias são classificadas em dois tipos: a alfa e a beta. As talassemias beta são as mais comuns, sendo classificadas, ainda, em beta menor (anemia leve), beta intermediária (anemia leve a grave podendo necessitar de transfusões de sangue regularmente) e talassemia beta maior (anemia grave, necessitando transfusões de sangue a cada 2-4 semanas desde os primeiros meses de vida).

Comentário (0) Hits: 6587
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 08 de Maio de 2015, 16h43
  • Última atualização 08/05/15
  • 16h43

ANS amplia o ressarcimento com a cobrança de procedimentos de alta e média complexidade

Exames e terapias ambulatoriais de alta e média complexidade passarão a ter seus valores ressarcidos ao Sistema Único de Saúde (SUS). É a primeira vez que as operadoras deverão fazer reembolso por esse tipo de atendimento, que é identificado por meio da Autorização de Procedimento Ambulatorial (APAC). Com isso, a Agência prevê incremento de 149% no volume de procedimentos cobrados. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (08/05) pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro, e pela diretora-presidente substituta da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Martha Oliveira.

A medida integra o conjunto de ações do governo federal que objetivam o aprimoramento da cobrança do ressarcimento ao SUS. O cálculo será feito com base nas informações da APAC, que é um item necessário para a realização de determinados exames e terapias no SUS, e a cobrança será referente ao primeiro trimestre de 2014. Alguns exemplos são: quimioterapia, radioterapia, hemodiálise, cateterismo cardíaco e cirurgia de catarata, entre outros.

"O aprimoramento dos processos de ressarcimento das operadoras permiti produzir equidade para o Sistema Único de Saúde, pois quem mais precisa da rede pública de saúde vai poder contar com mais recursos, e quem contrata os planos terá mais justiça porque efetivamente vai poder contar com aquele serviço que foi contratado", destacou o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Comentário (0) Hits: 6729
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 08 de Maio de 2015, 16h38
  • Última atualização 08/05/15
  • 16h44

Ministro da Saúde participa do Dia D contra a gripe em Porto Alegre

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, participa neste sábado (09), em Porto Alegre, do Dia D de mobilização contra a gripe. A mobilização nacional faz parte da 17ª Campanha de Vacinação contra a Gripe e acontecerá no Centro Cultural Usina do Gasômetro, na capital gaúcha. A expectativa é vacinar, pelo menos, 39,7 milhões de pessoas até o dia 22 de maio em todo o país. Em Porto...

Comentário (0) Hits: 2894
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 08 de Maio de 2015, 16h12
  • Última atualização 08/05/15
  • 16h12

Mobilização contra a gripe será neste sábado em todo o país

Um dia dedicado à mobilização de gestores, de profissionais da saúde e da população contra a gripe. Essa é a ideia do Dia D que será realizado neste sábado (09) em todo o Brasil para promover a vacinação contra a doença. Em Porto Alegre, o Dia D contará com a presença do ministro da Saúde, Arthur Chioro, e será realizado na Usina do Gasômetro. A ação faz parte da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe e tem o objetivo de vacinar 80% do público-alvo, formado por 49,7 milhões de pessoas. Serão mais de 65 mil postos de vacinação abertos durante o sábado, que contarão com cerca de 240 mil profissionais e 27 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais. A campanha acontece até o dia 22 de maio.

O Ministério da Saúde adquiriu, para a realização da campanha, mais de 54 milhões de doses da vacina aos estados para garantir a meta de vacinar, pelo menos, 39,7 milhões de pessoas do grupo prioritário, ou seja, parte da população que tem mais riscos de desenvolver complicações causadas pela doença. São elas: crianças de seis meses a cinco anos incompletos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores da saúde; povos indígenas; gestantes; puérperas (mulheres até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; e funcionários do sistema prisional.

Também serão vacinados portadores de doenças crônicas não-transmissíveis ou pessoas com outras condições clínicas especiais. A definição dos grupos prioritários segue a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), além de ser respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

Comentário (0) Hits: 4302
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 08 de Maio de 2015, 11h22
  • Última atualização 08/05/15
  • 11h54

Quando você usa o SUS?

O Sistema Único de Saúde (SUS) é o serviço público de saúde do Brasil. Criado pela Constituição Federal de 1988, ele teve seu projeto elaborado durante 8ª Conferência Nacional de Saúde, que aconteceu em 1986, com a participação de gestores, profissionais de saúde e da população. É dever do SUS garantir o direito universal à saúde do povo brasileiro.

A União, os estados e municípios, juntos, financiam a saúde pública no país e partilham as responsabilidades para o seu funcionamento. Cabe ao governo federal formular políticas nacionais, mas a implementação é feita pelos gestores dos estados e municípios.

A rede que compõem o SUS é enorme. Fazem parte dela diversas unidades de saúde, desde Unidades Básicas de Saúde, hospitais universitários até laboratórios e hemocentros (bancos de sangue). Fundações como a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e institutos, como o Instituto Nacional de Câncer José Gomes Alencar Gomes da Silva (INCA) e o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (INTO), estão vinculadas ao SUS. As autarquias como Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), além da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobrás), também.

Ou seja, o alcance do SUS vai muito além de apenas serviço médico. E você, sabe quando usa o SUS?

Você usa o SUS quando...
... compra um remédio na farmácia

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) normatiza, controla e fiscaliza produtos, substâncias e serviços de interesse para a saúde. Para ser vendido o medicamento precisa ter autorização da Anvisa.


Você usa o SUS quando...
... toma uma vacina no posto de vacinação

Por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI), o Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza, todos os anos, mais de 300 milhões de doses de vacinas. Ao todo, são oferecidos, gratuitamente, 42 tipos de imunobiológicos e 25 vacinas. O programa transformou o Brasil em um dos países que oferece o maior número de vacinas do mundo.

Comentário (6) Hits: 17707
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 08 de Maio de 2015, 10h42
  • Última atualização 08/05/15
  • 10h42

Profissionais e gestores da saúde poderão tirar dúvidas sobre o e-SUS AB pelo serviço de teleassistência da RedeNUTES

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), em parceria com a Rede de Núcleos de Telessaúde de Pernambuco - RedeNUTES, o Departamento de Informática do SUS (DATASUS) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS-PE), vai dar início, a partir do dia 7 de maio, a uma série de sessões tira-dúvidas sobre o e-SUS AB. O objetivo é oferecer a profissionais e gestores da saúde esclarecimentos e orientações quanto à implantação e utilização do novo Sistema de Informação em Saúde para a Atenção Básica (Sisab) em Pernambuco.

O Sisab faz parte da estratégia e-SUS Atenção Básica (e-SUS AB) do Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde, que tem o objetivo de reestruturar as informações da Atenção Básica em nível nacional. O Sisab vai substituir o Sistema de Informação da Atenção Básica (Siab), utilizado atualmente. A partir desse ano, o uso do e-SUS AB nas unidades de saúde se torna obrigatório.

A ação está alinhada com a proposta mais geral de reestruturação dos sistemas de informação em saúde do Ministério, entendendo que a qualificação da gestão da informação é fundamental para ampliar a qualidade no atendimento à população. O novo sistema implanta o prontuário eletrônico, que reunirá todo o histórico de atendimento dos pacientes, facilitando o acesso dos profissionais de saúde a esses dados, além de oferecer soluções para controle de estoques de medicamentos e insumos e agendamento de consultas, entre outros.

Comentário (0) Hits: 3985
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 07 de Maio de 2015, 17h20
  • Última atualização 07/05/15
  • 17h34

Ministério da Saúde e ANS anunciam medidas de ressarcimento ao SUS

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, e os diretores da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciam nesta sexta-feira (8), às 14h30, na sede da ANS no Rio de Janeiro, medidas para ressarcimento, pelas empresas de planos de saúde, ao Sistema Único de Saúde (SUS). O ressarcimento ocorre quando consumidores dos planos de saúde são atendidos na rede pública. Medidas de ressarcimento...

Comentário (0) Hits: 3478
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 07 de Maio de 2015, 11h54
  • Última atualização 07/05/15
  • 11h54

MS e UnB mobilizam população para 15ª Conferência Nacional de Saúde

Foi para escutar a opinião de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) sobre políticas públicas de saúde e o papel das conferências de saúde e controle social, em todas as regiões do país, que a Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde (SGEP/MS), e o Núcleo de Estudos em Saúde Pública, da Universidade de Brasília (NESP/UnB) criaram o projeto “Ouvidoria que vai ao cidadão. Rede integrada para a gestão da informação, comunicação em saúde e mobilização para a XV Conferência Nacional de Saúde”.

O projeto é uma iniciativa e articulação dos departamentos de Ouvidoria Geral do SUS (DOGES) e de Apoio à Gestão Participativa (DAGEP), da SGEP, e contribui com a mobilização popular para as fases da XV Conferência Nacional de Saúde (XV CNS).

O trabalho de escuta qualificada foi feito durante eventos realizados ou apoiados pelo DAGEP, sobre saúde, equidade e políticas públicas para populações vulneráveis, em todas as regiões do país. Oito oficinas temáticas de preparação do projeto foram realizadas, centenas de participantes, de mais de 15 eventos, espalhados por oito estados foram escutados.

Comentário (0) Hits: 3977
Registrado em:

Curso de formação de jovens lideranças em HIV e aids começa em Brasília

Será aberto nesta quinta-feira (7/5), em Brasília, o Curso de Formação de Jovens Lideranças – Ativismo e mobilização social para a resposta e controle do HIV/aids, a ser realizado...

  • publicado
  • 07/05/15
  • 10h29
Comentário (0) Hits: 3842

Campanha alerta para a importância de testes de aids, sífilis e hepatites B e C, no pré-natal

O Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais (DDAHV) do Ministério da Saúde lançou hoje (6/5) em Brasília o vídeo e cartazes da campanha para que futuras mamães exijam a...

  • publicado
  • 06/05/15
  • 12h11
Comentário (0) Hits: 3538

Fiocruz e FGV lançam sistema de monitoramento online da dengue no Rio

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Escola de Matemática Aplicada da Fundação Getúlio Vargas (FGV/EMAp) lançaram um sistema de monitoramento em tempo real para ajudar no...

  • publicado
  • 06/05/15
  • 11h24
Comentário (0) Hits: 3394

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página