A exibição do player de áudio desta página depende de javascript. Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

banner-960x120

Início do conteúdo da página

Geral

Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 08 de Janeiro de 2015, 11h36
  • Última atualização 08/01/15
  • 11h36

Maternidades do Rio tornam obrigatório o teste da linguinha em bebês

Crédito: Luke SchmidtAs oito maternidades estaduais do Rio de Janeiro adotaram o teste da linguinha como procedimento obrigatório. A medida passou a valer este mês, quando o exame foi incluído nos protocolos de atendimento. O teste é importante para prevenir problemas durante a amamentação do bebê e no desenvolvimento da fala.

Para isso, as maternidades contrataram fonoaudiólogos, que poderão detectar, entre outras coisas, a chamada língua presa. Antes, o exame era feito pela equipe de saúde não especializada em problemas da fala.

“Agora, além do pediatra que faz o exame nos primeiros minutos de vida do bebê, teremos uma equipe específica, com fonoaudióloga para acompanhar”, disse o coordenador de Pediatrias e Maternidades do estado, Jorge Calás. Ele explicou que o procedimento foi adotado para cumprir a lei que tornou o exame obrigatório em todas os hospitais do país.

Comentário (0) Hits: 5130
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 08 de Janeiro de 2015, 11h24
  • Última atualização 08/01/15
  • 11h24

Desistências do Mais Médicos não chegam a 2% dos bolsistas

Divulgação/Prefeitura do GuarujáAté agora o governo registrou a desistência de 193 médicos do Programa Mais Médicos, um número considerado baixo pelo Ministério da Saúde diante dos mais de 14 mil médicos do programa.

“A gente tem sempre que trabalhar pela menor taxa de abandono possível, mas considerando um programa que está atuando nas áreas com maior necessidade do sistema de saúde, nas áreas mais pobres e vulneráveis em cidades do Brasil inteiro, a taxa de abandono é muitíssimo baixa”, defendeu o secretário de gestão do Trabalho e da Educação em Saúde do Ministério da Saúde, Hêider Pinto.

De acordo com o secretário, entre os cubanos que se inscreveram para atuar nas áreas carentes de médicos, houve desistência de 0,3% (35); entre os formados no Brasil, foram pouco menos de 8% (146); e entre os intercambistas, apenas 1% (12) deixaram seus postos.

Comentário (0) Hits: 3433
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 08 de Janeiro de 2015, 11h14
  • Última atualização 08/01/15
  • 11h19

Mais de 3 mil médicos concluem atuação em áreas carentes

Na terceira edição do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab), em fase de conclusão, 3.094 médicos tiveram aprovado o bônus de 10% em provas de residência médica por terem atuado durante um ano em áreas carentes de profissionais. Os médicos da última edição do programa deixam seus postos em fevereiro e o governo ainda não sabe se haverá nova edição.

Para o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde do Ministério da Saúde, Hêider Pinto, o bônus para a nota das concorridas provas dos programas de residência brasileiros foi um dos maiores atrativos para os médicos aderirem ao programa. A primeira edição do Provab, lançada em 2011 e que teve início em 2012, atraiu apenas 366, enquanto a de 2014 conseguiu atrair 3.305 profissionais. Ainda não há previsão de uma nova edição do programa.“O fato de o Provab ter o estímulo da oferta da especialização, de garantir a esse profissional, além da especialização, o contato com instituições de ensino para que tenham orientação e, ainda, os 10% de bônus para a entrada na residência foi progressivamente tornando o programa mais interessante para os médicos brasileiros”, avaliou Pinto.

Semelhante ao Mais Médicos e precursor dele, o Provab é uma das estratégias do governo para estimular médicos, principalmente recém-formados, a atuar sob supervisão em regiões carentes desses profissionais, como a Amazônia, o Nordeste e as periferias das grandes cidades. O programa oferece pontuação adicional de 10% na nota dos exames de residência para os médicos que tiverem um ano de bom desempenho no programa. Além disso, eles recebem o título de especialistas em Saúde da Família.

Comentário (0) Hits: 3221
Registrado em:

Denasus disponibiliza cartilha para orientar gestores

Está disponível para download no sítio da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde (SGEP/MS) a cartilha ‘Orientação para Implantação de um...

  • publicado
  • 08/01/15
  • 11h10
Comentário (0) Hits: 3502

Força Nacional do SUS conta com mais de 12.800 voluntários e 200 kits com medicamentos

No período de chuvas o risco de alagamentos, enchentes e deslizamentos aumenta, por isso o Ministério da Saúde mobilizou profissionais de saúde que são voluntários da Força...

  • publicado
  • 08/01/15
  • 11h08
Comentário (0) Hits: 3294

#RetrospectivaSaúde2014 | Intolerâncias Alimentares

Promover a saúde e a boa alimentação é um dos principais passos para a prevenção de enfermidades como a obesidade, o diabetes e outras doenças crônicas, como AVC, infarto e câncer....

  • publicado
  • 08/01/15
  • 09h00
Comentário (0) Hits: 4695

Facebook

Twitter

Instagram

TV Saúde

Web Rádio Saúde

TUBERCULOSE: Ministério da Saúde lança Plano Nacional para enfrentar a doença 

Flickr Saúde

Central de Arquivos

Abril 2018
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 1 2 3 4 5 6
Fim do conteúdo da página