Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral

Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 05 de Fevereiro de 2015, 12h00
  • Última atualização 05/02/15
  • 12h00

Doenças da infância: Coqueluche

Crédito: JPC-PRODA coqueluche é uma doença infecciosa aguda, transmissível, de distribuição universal, que compromete especificamente o aparelho respiratório (traqueia e brônquios) e se caracteriza pela tosse seca. Transmitida pela bactéria Bordetella pertussis, pode ocorrer com o contato direto entre a pessoa doente e a pessoa suscetível, por meio de gotículas de secreção da orofaringe eliminadas durante a fala, a tosse e o espirro. Suas principais complicações são a pneumonia, otite média, ativação de tuberculose latente, enfisema pneumotórax, entre outras.

A doença inicia com manifestações respiratórias e sintomas leves (febre pouco intensa, mal-estar geral, coriza e tosse seca), seguidos por gradual de surtos de tosse, cada vez mais intensos e frequentes, até que passam a ocorrer às crises de tosses paroxísticas (tosse súbita incontrolável, com tossidas rápidas e curtas em uma única expiração), seguidas de vômito.

A coqueluche possui elevada incidência e mortalidade, especialmente nos menores de seis meses de idade. Também há registro de casos da doença em adolescentes e adultos, considerados fontes de transmissão mais frequente para esse grupo etário, principalmente os menores de um ano. Entre 2011 e 2013, o Ministério da Saúde registrou 4.921 casos de coqueluche em menores de três meses no Brasil, o que corresponde a 35% dos casos. Essa faixa-etária é ainda mais afetada na mortalidade, com 81% dos óbitos registrados nesse período.

Comentário (0) Hits: 9054
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 05 de Fevereiro de 2015, 11h35
  • Última atualização 05/02/15
  • 11h35

Novo bloco começa a funcionar na fábrica, em Goiana

Ambiente abrigará, ainda, os (as) empregados (as) da Gerência de Engenharia e Automação (GEA)O Bloco B-12 da fábrica da Hemobrás, em Goiana-PE, já foi entregue pelo consórcio responsável pela obra de engenharia e está recebendo os (as) novos (as) empregados (as) a partir desta semana. Com 1.457 metros quadrados, o B-12 é o prédio dedicado às atividades de manutenção da planta industrial, onde ocorrerá o trabalho de manutenção mecânica, elétrica e de instrumentação (equipamentos usados para medição). Além dessa área técnica específica, o ambiente abrigará, ainda, a Gerência de Engenharia e Automação (GEA), que atualmente possui duas frentes de ação: uma no escritório operacional da estatal, no Recife, e outra em um espaço provisório construído no próprio canteiro de obras.

Dentro do montante investido na construção da fábrica, de R$ 855 milhões, o bloco recebeu um aporte aproximado de R$ 3,6 mi para a edificação de dois pavimentos. No térreo, considerado mais operacional, foi planejado o local reservado às atividades de conservação do patrimônio, com ferramentaria e almoxarifado que proporcionarão pronto-atendimento das necessidades de pequeno porte. Também nesse piso é possível encontrar recepção, instalações para copa, vestiário e salas para brigada de incêndio, prestação de serviços terceirizados e um espaço para eventos.

De acordo com o gerente de Engenharia da Hemobrás, Marcelo Carrilho, a área técnica foi projetada com um pé direito com mais de oito metros de altura, o que permitirá a realização do trabalho com conforto, em virtude das condições climáticas da região. Também em virtude disso, o ambiente possuirá exaustores eólicos, sistemas que exploram a força dos ventos para eliminar problemas de circulação de ar. Portanto, um processo natural que não afeta o meio ambiente.

Comentário (0) Hits: 4218
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 05 de Fevereiro de 2015, 11h25
  • Última atualização 05/02/15
  • 11h25

Novo teste rápido de HIV/Sífilis obtém registro da Anvisa

O Instituto de Tecnologia e Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) recebeu o registro da Anvisa para fornecer um novo teste de reativo para diagnóstico: o DPP® HIV/Sífilis combo. Assim como os demais testes rápidos da carteira do Instituto, esse também traz resultados precisos em até 20 minutos. Com uma única gota de sangue, soro ou plasma, o usuário fica sabendo se está contaminado...

Comentário (0) Hits: 4698
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 05 de Fevereiro de 2015, 11h21
  • Última atualização 05/02/15
  • 12h02

Faltam dois dias para a mobilização nacional contra a dengue e a chikungunya

Faltam apenas dois dias para o Dia D de combate à dengue e à chikungunya. Apesar da queda de 59% nos casos de dengue no ano passado, o Ministério da Saúde vai aproveitar a data para pedir à população e aos gestores públicos que reforcem as medidas de prevenção. É o que alerta o ministro da Saúde, Arthur Chioro. "Faltam apenas dois dias para o Dia D de mobilização contra a dengue e...

Comentário (0) Hits: 5608
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 05 de Fevereiro de 2015, 11h16
  • Última atualização 05/02/15
  • 11h16

Saiba por que o Ministério da Saúde quer reduzir as cesarianas desnecessárias no Brasil

Em 2013, a economista Sâmia Lacerda engravidou pela primeira vez. Assim que descobriu a gravidez, ela já teve certeza que deixaria o bebê chegar ao mundo de forma natural. "Quando eu engravidei do meu primeiro filho em 2013, eu já tinha isso na cabeça. Parto normal ou parto natural. Eu não tive dúvidas, quando a bolsa rompeu e as contrações começaram a apertar eu fui para a casa de...

Comentário (0) Hits: 4223
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 04 de Fevereiro de 2015, 16h48
  • Última atualização 04/02/15
  • 16h48

Municípios pedem mais 4 mil profissionais do Mais Médicos

O Programa Mais Médicos abrirá 4.146 novas vagas para atender as 1.294 prefeituras e 12 distritos indígenas que aderiram ao edital de expansão da iniciativa. Com isso, o governo federal vai garantir em 2015 a permanência de 18.247 médicos nas unidades básicas de saúde de todo o país, levando assistência para cerca de 63 milhões de pessoas. Serão 4.058 municípios beneficiados, 72,8% de todas as cidades do Brasil, além dos 34 distritos indígenas. Até 2014, 14.462 médicos atuavam em 3.785 municípios, beneficiando 50 milhões de brasileiros.

Confira a apresentação do ministro.

A expansão da iniciativa priorizou os municípios com dificuldade de contratar médicos na atenção básica, além de integrar os que já contavam com vagas do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab). A maioria (66%) das prefeituras atendidas no novo edital está dentro do critério de vulnerabilidade social e econômico. “A enorme adesão dos municípios mostra o impacto e a confiança que os gestores têm no programa, além da sua importância para a estruturação e expansão do atendimento. Essa nova etapa do Mais Médicos é uma oportunidade de ampliarmos e expandirmos o impacto do programa para 63 milhões de pessoas”, comemorou o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

O Nordeste foi a região com o maior número de novas vagas, com abertura de 1.784 novas oportunidades. O Sudeste solicitou 1.019 médicos, seguido do Sul (520), Norte (395) e Centro-oeste (393). Também serão abertas 35 oportunidades nos Distritos Indígenas. Dentre as 4.146 novas vagas disponíveis, 361 são para reposição de profissionais que deixaram o programa.

Lista de municípios inscritos no edital do Mais Médicos

RECÉM-FORMADOS – As novas oportunidades poderão ser disputadas por 15.747 médicos brasileiros que se inscreveram na seleção aberta pelo Ministério da Saúde em janeiro deste ano. A maioria deles (11.736) optou por receber 10% de pontuação na prova de residência após um ano de atuação no Programa. Esta foi uma novidade deste edital do Mais Médicos, visando atrair mais profissionais recém-formados.

Comentário (0) Hits: 4609
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 04 de Fevereiro de 2015, 16h26
  • Última atualização 04/02/15
  • 16h57

Especialista em Saúde da Família se inscreve no Mais Médicos

Leonardo Guedes formou-se em medicina no Estado de São Paulo em 2006 e optou por especializar-se em Saúde da Família e Comunidade logo após o término da primeira etapa do curso. A especialização tem como foco capacitar os profissionais para atuar na promoção da saúde da família e da comunidade, pensando a saúde de forma humanizada e que garanta à população o exercício da integralidade, do acesso universal, da humanização e da equidade do Sistema Único de Saúde (SUS).

A formação do médico, que atualmente trabalha na região de Porto Seguro, na Bahia, como teleconsultor no programa Telesaúde Brasil, foi decisiva para que ele optasse por se inscrever no Programa Mais Médicos, que teve nova seleção aberta no início deste ano pelo Ministério da Saúde e recebeu mais de 15 mil inscrições. “O que me atrai no Mais Médicos é o retorno à assistência, que é uma prática profissional que me traz realizações, e voltar ao contato humano com o paciente, no exercício da clínica. O trabalho na internet é muito bom na questão de atualizações, mas gostaria de suprir a ausência do contato. E outro motivo foi para complementar a renda, pois é uma remuneração adequada para o trabalho”, revela.

Comentário (0) Hits: 4395
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 04 de Fevereiro de 2015, 14h45
  • Última atualização 04/02/15
  • 15h36

Contagem regressiva nacional contra a dengue e a chikungunya

Faltam três dias para o Dia D de combate à dengue e à chikungunya. Apesar da queda de 59% nos casos de dengue no ano passado, o Ministério da Saúde vai aproveitar o próximo sábado para pedir à população que reforce as medidas de prevenção.

É o que alerta o ministro da Saúde, Arthur Chioro. "Faltam três dias para o DIA D de mobilização contra a dengue e chikungunya. Neste sábado, dia 7 de fevereiro, nós vamos estar juntos, participando de uma grande mobilização nacional, envolvendo não só as equipes das prefeituras, que têm realizado um belo trabalho indo de casa em casa, mas também cada família brasileira, que conversa com o vizinho, que orienta os amigos. Vamos todos permanecer nesta grande corrente de prevenção".

O autônomo Caio Lima está atento às ações de prevenção contra dengue e chikungunya. Ele acredita que toda a vizinhança deve colaborar para eliminar os focos das doenças. "Não deixamos água parada, vasos de plantas a gente... toda semana trocando a areia, trocando a terra. A caixa d'água lavamos duas vezes ao ano. Não deixamos água parada, não. Evitamos deixar pneus, garrafa aberta, vasos. Um vizinho está se comunicando com o outro e está passando as instruções do que o outro faz para não ocorrer esse tipo de doença aqui na redondeza".

Comentário (0) Hits: 5149
Registrado em:

Sobre o Blog da Saúde

Como parte da comunicação social do Ministério da Saúde, o Blog da Saúde nasceu em setembro de 2011 com o objetivo de levar mais informações ao cidadão e estabelecer um...

  • publicado
  • 04/02/15
  • 14h17

Natal/RN recebe as defesas da Especialização em Saúde da Família

A maratona de defesas dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) da Especialização em Saúde de Família, do Departamento de Medicina Social da Universidade Federal de Pelotas...

  • publicado
  • 04/02/15
  • 11h52
Comentário (0) Hits: 4334

Novos modelos de atenção ao parto

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) está buscando experiências bem-sucedidas no estímulo ao parto normal que possam se tornar modelos a serem adotados na saúde suplementar....

  • publicado
  • 04/02/15
  • 11h38
Comentário (0) Hits: 5092

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página