Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral

Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 14 de Janeiro de 2019, 16h15
  • Última atualização 17/01/19
  • 15h30

Sorvete especial reduz efeitos colaterais em pacientes que fazem quimioterapia

A ideia é levar esse complemento alimentar para todos os pacientes internados ou em tratamento domiciliar

sorvete quimio 1Pesquisadores do Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina (HU-UFSC), vinculado à Rede Ebserh, desenvolveram um sorvete especialmente para pacientes em tratamento oncológico. O produto ajuda a reduzir os efeitos colaterais da quimioterapia em pacientes com câncer e funciona como um complemento alimentar.

O complemento alimentar foi consumido por provadores sem câncer e por pacientes em tratamento de quimioterapia. A pesquisa foi transformada em artigo científico e publicada no Journal of Culinary Science & Technology. "Por ser gelado, ele ajuda a anestesiar a cavidade bucal, que é uma das consequências do tratamento, que são as mucosites, sapinhos, enfim, que tanto dificultam a ingestão alimentar", disse a professora Raquel Salles, do Departamento de Nutrição da UFSC, uma das nutricionistas responsáveis pela pesquisa.

Comentário (0) Hits: 3076
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 14 de Janeiro de 2019, 15h24
  • Última atualização 17/01/19
  • 15h30

Presidente da República sanciona lei que institui o Julho Amarelo

 O mês é destinado a chamar atenção para luta contra às hepatites virais

capa julho amareloO Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, sancionou nesta sexta-feira (11) a Lei 13.802 que institui o “Julho Amarelo”. O mês é destinado a chamar atenção para luta contra às hepatites virais e tem por objetivo reforçar as iniciativas de vigilância, prevenção e controle do agravo.

De acordo com o texto da lei, a mobilização deverá ser realizada a cada ano em todo o território nacional durante o mês de julho, para conscientizar sobre os riscos, alertar sobre as formas de prevenção e estimular as pessoas a se vacinarem contra as hepatites A e B e a buscarem o diagnóstico precoce.

Comentário (0) Hits: 60959
Registrado em:
Cursos e Eventos
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 14 de Janeiro de 2019, 15h01
  • Última atualização 17/01/19
  • 15h29

Cinco cursos sobre Atenção à Saúde da Pessoa Idosa com matrículas abertas

 Os módulos abordam temas como envelhecimento, ações estratégicas para atenção à saúde, condições clínicas e avaliação multidimensional.

cursos profissionais de saudeJá estão abertas as matrículas para cinco cursos que compõem o Programa de Formação Modular de Atenção à Saúde da Pessoa Idosa, oferecido pela Escola de Governo Fiocruz Brasília, por meio da Secretaria Executiva da Universidade Aberta do SUS (SE/UNA-SUS).

Essa é segunda oferta do Programa, que já teve 30.848 matriculados desde seu lançamento. A iniciativa é resultado da construção conjunta entre a Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa (Cosapi/Dapes/SAS/MS), do Ministério da Saúde, Fiocruz Brasília e UNA-SUS, e faz parte do desafio de qualificação dos profissionais do SUS para ao atendimento nessa área.

Comentário (0) Hits: 10605
Registrado em:
Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 11 de Janeiro de 2019, 16h58
  • Última atualização 16/01/19
  • 15h29

Confira respostas sobre imunização e segurança das vacinas

110119-perguntasvacinasAs vacinas são seguras? A imunidade proporcionada por elas é melhor do que a oferecida pelas infecções naturais? Uma criança pode receber mais de uma vacina por vez? Existe alguma relação entre vacinas e autismo? Confira as respostas da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) para perguntas frequentes da população sobre imunização.

Comentário (0) Hits: 1081
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 10 de Janeiro de 2019, 14h17
  • Última atualização 10/01/19
  • 18h51

Problemas com medicamentos? Registre no VigiMed

vigimedO novo sistema da Anvisa para notificação de reações inesperadas a medicamentos e vacinas, o VigiMed, está disponível há um mês, desde o dia 10 de dezembro.

Atualmente, o VigiMed conta apenas com o Módulo Cidadão e Profissionais de Saúde. Por isso, neste período inicial de implantação, o VigiMed deve ser utilizado somente por cidadãos (usuários de medicamentos) e por profissionais de saúde não cadastrados no Notivisa.

Hospitais que compõem a Rede Sentinela da Anvisa e os Núcleos de Segurança de Paciente devem continuar utilizando o Notivisa. A transição entre os sistemas para a Rede Sentinela ocorrerá de forma gradual, no segundo semestre deste ano.

Comentário (0) Hits: 1426
Registrado em:
Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 10 de Janeiro de 2019, 10h24
  • Última atualização 31/01/19
  • 11h49

Doença de Chagas: uma nova realidade de enfrentamento

 O consumo de alimentos contaminados com parasitos, como caldo de cana e açaí, é a principal forma de transmissão da doença.

barbeiro chagas 3Por muito tempo, a possibilidade de receber uma picada do inseto conhecido como barbeiro e adquirir a Doença de Chagas preocupava a população brasileira. Durante as aulas de ciências, aprendíamos todo o ciclo da doença: o inseto barbeiro infectado picava a pele de uma pessoa e depositava suas fezes na região; ao coçar o local, as fezes contaminadas caiam na corrente sanguínea; e, assim, era transmitida a doença de chagas.

Mas essa realidade mudou. Ações realizadas no controle de vetores ajudaram o Brasil a receber, em 2006, a certificação internacional da interrupção da transmissão vetorial da doença pela principal espécie do inseto, o Triatoma infestans.

Comentário (0) Hits: 4863
Entenda o SUS
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 09 de Janeiro de 2019, 16h11
  • Última atualização 10/01/19
  • 18h53

Projeto colaborativo do Ministério da Saúde bate metas e salva 347 vidas

Em um ano de projeto, indicadores estão em crescente melhora e já apontam que 1096 infecções já foram evitadas


IMG-20181127-WA0075O Projeto Colaborativo “Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil” tem como principal meta reduzir em até 50% as Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS), como a infecção primária de corrente sanguínea com confirmação laboratorial (IPCSL); a pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV); e a infecção do trato urinário (ITU), nas UTI’s de 119 hospitais públicos de todo o país. Dessas três infecções, o projeto conseguiu reduzir 30% das infecções em IPCSL e ITU, em 10 meses, meta estabelecida para 18 meses do projeto, que faz parte do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS), do Ministério da Saúde.

Comentário (0) Hits: 501
Registrado em:
Promoção da Saúde
  • publicado
  • Publicado: Terça, 08 de Janeiro de 2019, 15h57
  • Última atualização 10/01/19
  • 18h53

Doença que leva à perda de visão tem novo tratamento na rede pública

5151dc8f-1430-4150-97b6-7ed32eddc2b5Pessoas com Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) contam agora com novas opções de tratamento gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O Ministério da Saúde ampliou a lista de procedimentos ofertados para pacientes com o diagnóstico ao incorporar a oferta do medicamento antiangiogênico e o exame de tomografia de coerência óptica. As medidas são importantes tanto para detectar precocemente a doença quanto para tratar os casos já confirmados.

Comentário (0) Hits: 1161
Registrado em:

Anvisa disponibiliza consulta pública sobre receituários controlados

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) quer ouvir a opinião da sociedade, para isso, disponibilizou a consulta pública sobre “os critérios e os procedimentos para...

  • publicado
  • 08/01/19
  • 15h02
Comentário (0) Hits: 1424

Cinco novos cursos para profissionais de saúde com matrículas abertas

Profissionais podem se capacitar sobre saúde da população negra, hanseníase, influenza, coinfecção TB-HIV e dengue Estão abertas, a partir dessa segunda-feira (7/1), as matrículas...

  • publicado
  • 07/01/19
  • 18h02
Comentário (0) Hits: 10366

Saúde Crônica: Um bom começo para o nosso recomeço!

A crônica desta semana traz uma reflexão que tive durante uma conversa a respeito das listas de começo do ano que tanta gente elabora. E como está no comecinho de 2019, não tem nada...

  • publicado
  • 07/01/19
  • 17h25
Comentário (0) Hits: 815

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página