Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral

Geral
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 09 de Janeiro de 2015, 09h00
  • Última atualização 08/01/15
  • 15h03

#RetrospectivaSaúde2014 | Saúde Ocular

Crédito: Phatic-PhotographyA visão é um dos mais importantes meios de comunicação com o ambiente, pois cerca de 80% das informações que recebemos são obtidas por seu intermédio. Os olhos merecem atenção especial, que inclui visitas regulares ao oftalmologista para medição da acuidade visual e detecção precoce de quaisquer outras alterações que requeiram tratamento médico como forma de prevenir complicações que possam levar à cegueira. Doenças como hipertensão e diabetes podem provocar o aparecimento de sintomas oculares e requerem acompanhamento constante.

As principais doenças oculares são as conjuntivites, tracoma, catarata, glaucoma e outras. Para proteger os olhos e evitar acidentes é necessário prevenir-se, como, por exemplo, guardar substâncias inflamáveis, químicas ou medicamentos fora do alcance de crianças, cuidado com o manuseio de objetos pontiagudos ou cortante. Algumas dicas podem evitar problemas irreversíveis, portanto, use protetor ocular sempre que houver risco de algo atingir seus olhos, lave os olhos com bastante água limpa no caso de contato com qualquer líquido e use óculos ou lentes de contato apenas quando prescritos por médico oftalmologista.

Confira as matérias do Blog da Saúde em 2014 sobre saúde ocular

Comentário (3) Hits: 9570
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 08 de Janeiro de 2015, 14h16
  • Última atualização 08/01/15
  • 14h16

Mais de 3 mil médicos terão 10% de bônus na prova de residência

Atuar na atenção básica de municípios com carência de médicos, de forma supervisionada e com bonificação na prova de residência. Com essa proposta, o Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab) conseguiu atrair neste ano 3.305 profissionais. Destes, 3.094 foram aprovados na segunda avaliação e estão aptos a utilizar pontuação adicional de 10% nos exames de residência.

Para garantir a utilização do benefício, os profissionais devem concluir os dozes meses de atuação nas unidades básicas de saúde. A próxima avaliação dos médicos será em janeiro de 2015, e em fevereiro será verificado o cumprimento da carga horária total do programa: 1.920 horas de atividades práticas na unidade de saúde e especialização em atenção básica, incluindo o desenvolvimento do projeto de conclusão do curso de especialização.

“Com o Provab, melhoramos a distribuição dos médicos levando-os a locais onde há maior necessidade. Para atraí-los, há estímulos educacionais: é oferecida especialização em saúde da família e 10% de pontuação a mais em programas de residência médica”, explica o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde do Ministério da Saúde, Hêider Pinto.

Comentário (2) Hits: 10205
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 08 de Janeiro de 2015, 12h37
  • Última atualização 08/01/15
  • 12h37

Força Nacional do SUS (FN-SUS) está preparada para atuar em situações de emergência provocadas por desastres naturais

Crédito: Brisbane*A chegada da estação de chuvas normalmente associada a riscos de alagamentos, enchentes e deslizamentos acende o sinal de alerta também na Saúde. Por esse motivo, o Ministério da Saúde conta com profissionais de saúde voluntários da Força Nacional do SUS (FN-SUS) para apoiar estados e municípios quando necessário. Atualmente a FN-SUS possui um cadastro com 12.869 voluntários capacitados para atuar nessas situações, além de um estoque com 48 toneladas de medicamentos e insumos estratégicos para serem utilizados em situações de emergência de saúde pública, como desastres naturais.

Os medicamentos e insumos estão distribuídos em 200 kits que, além de atenderem a necessidade de atendimentos de urgência também auxiliam na manutenção do tratamento de pacientes crônicos, que não podem ter interrupção no atendimento. Cada kit pesa 240 kg e possui capacidade para atender cerca de 1.500 pessoas ao mês, sendo composto por 48 itens – 30 tipos de medicamentos e 18 insumos para primeiros-socorros, incluindo antibióticos, anti-inflamatórios e ataduras.

No último mês, o Ministério da Saúde encaminhou três kits de medicamentos e insumos para auxiliar o estado da Bahia no atendimento à população após enchentes em algumas localidades. Também foram enviados dois kits para apoio a assistência prestada à população indígena do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) do Maranhão. Durante todo o ano, foram distribuídos 94 kits para os estados do Acre, Amazonas, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio Grande do Norte, Rondônia e Rio Grande do Sul. Há um monitoramento diário junto aos estados atingidos pelas chuvas para verificar a necessidade de envio de medicamentos e insumos.

Comentário (6) Hits: 14269
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 08 de Janeiro de 2015, 11h36
  • Última atualização 08/01/15
  • 11h36

Maternidades do Rio tornam obrigatório o teste da linguinha em bebês

Crédito: Luke SchmidtAs oito maternidades estaduais do Rio de Janeiro adotaram o teste da linguinha como procedimento obrigatório. A medida passou a valer este mês, quando o exame foi incluído nos protocolos de atendimento. O teste é importante para prevenir problemas durante a amamentação do bebê e no desenvolvimento da fala.

Para isso, as maternidades contrataram fonoaudiólogos, que poderão detectar, entre outras coisas, a chamada língua presa. Antes, o exame era feito pela equipe de saúde não especializada em problemas da fala.

“Agora, além do pediatra que faz o exame nos primeiros minutos de vida do bebê, teremos uma equipe específica, com fonoaudióloga para acompanhar”, disse o coordenador de Pediatrias e Maternidades do estado, Jorge Calás. Ele explicou que o procedimento foi adotado para cumprir a lei que tornou o exame obrigatório em todas os hospitais do país.

Comentário (0) Hits: 5697
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 08 de Janeiro de 2015, 11h24
  • Última atualização 08/01/15
  • 11h24

Desistências do Mais Médicos não chegam a 2% dos bolsistas

Divulgação/Prefeitura do GuarujáAté agora o governo registrou a desistência de 193 médicos do Programa Mais Médicos, um número considerado baixo pelo Ministério da Saúde diante dos mais de 14 mil médicos do programa.

“A gente tem sempre que trabalhar pela menor taxa de abandono possível, mas considerando um programa que está atuando nas áreas com maior necessidade do sistema de saúde, nas áreas mais pobres e vulneráveis em cidades do Brasil inteiro, a taxa de abandono é muitíssimo baixa”, defendeu o secretário de gestão do Trabalho e da Educação em Saúde do Ministério da Saúde, Hêider Pinto.

De acordo com o secretário, entre os cubanos que se inscreveram para atuar nas áreas carentes de médicos, houve desistência de 0,3% (35); entre os formados no Brasil, foram pouco menos de 8% (146); e entre os intercambistas, apenas 1% (12) deixaram seus postos.

Comentário (0) Hits: 3814
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 08 de Janeiro de 2015, 11h14
  • Última atualização 08/01/15
  • 11h19

Mais de 3 mil médicos concluem atuação em áreas carentes

Na terceira edição do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab), em fase de conclusão, 3.094 médicos tiveram aprovado o bônus de 10% em provas de residência médica por terem atuado durante um ano em áreas carentes de profissionais. Os médicos da última edição do programa deixam seus postos em fevereiro e o governo ainda não sabe se haverá nova edição.

Para o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde do Ministério da Saúde, Hêider Pinto, o bônus para a nota das concorridas provas dos programas de residência brasileiros foi um dos maiores atrativos para os médicos aderirem ao programa. A primeira edição do Provab, lançada em 2011 e que teve início em 2012, atraiu apenas 366, enquanto a de 2014 conseguiu atrair 3.305 profissionais. Ainda não há previsão de uma nova edição do programa.“O fato de o Provab ter o estímulo da oferta da especialização, de garantir a esse profissional, além da especialização, o contato com instituições de ensino para que tenham orientação e, ainda, os 10% de bônus para a entrada na residência foi progressivamente tornando o programa mais interessante para os médicos brasileiros”, avaliou Pinto.

Semelhante ao Mais Médicos e precursor dele, o Provab é uma das estratégias do governo para estimular médicos, principalmente recém-formados, a atuar sob supervisão em regiões carentes desses profissionais, como a Amazônia, o Nordeste e as periferias das grandes cidades. O programa oferece pontuação adicional de 10% na nota dos exames de residência para os médicos que tiverem um ano de bom desempenho no programa. Além disso, eles recebem o título de especialistas em Saúde da Família.

Comentário (0) Hits: 3605
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 08 de Janeiro de 2015, 11h10
  • Última atualização 08/01/15
  • 11h10

Denasus disponibiliza cartilha para orientar gestores

Está disponível para download no sítio da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde (SGEP/MS) a cartilha ‘Orientação para Implantação de um Componente do Sistema Nacional de Auditoria’. A ferramenta elaborada pela própria Secretaria, por meio do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (DENASUS), visa a orientar gestores e técnicos do Sistema Único de Saúde (SUS) na implantação de um componente de auditoria do Sistema Nacional de Auditoria do SUS (SNA).

A cartilha aborda temas como ‘O que é o SNA?’, ‘A auditoria nos Princípios e Diretrizes da Política Nacional de Gestão Estratégica e Participativa no SUS’, ‘Atribuição dos Gestores do SUS referente à Auditoria do SUS’, ‘O que caracteriza um componente do SNA estruturado’, entre outros.

SNA – O Sistema Nacional de Auditoria é responsável por coordenar a avaliação técnica e financeira do SUS em todo o território nacional, em cooperação técnica com estados, municípios e Distrito Federal. Esse sistema foi criado em 1990, pela Lei nº 8.080, e regulamentado pelo Decreto nº 1.651, de 29 de setembro de 1995.

Comentário (0) Hits: 3948
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 08 de Janeiro de 2015, 11h08
  • Última atualização 08/01/15
  • 11h08

Força Nacional do SUS conta com mais de 12.800 voluntários e 200 kits com medicamentos

No período de chuvas o risco de alagamentos, enchentes e deslizamentos aumenta, por isso o Ministério da Saúde mobilizou profissionais de saúde que são voluntários da Força Nacional do SUS para apoiar estados e municípios brasileiros em casos de desastres naturais, caso seja necessário. A Força Nacional conta com mais de 12.800 voluntários e com estoque de 200 kits com medicamentos e insumos estratégicos para disponibilizar aos gestores locais em casos de desastres. Cada kit tem capacidade para atender cerca de 1.500 pessoas ao mês e é composto por 48 itens, sendo 30 tipos de medicamentos e 18 insumos para primeiros-socorros, como antibióticos, anti-inflamatórios e ataduras.

O coordenador geral da Força Nacional do SUS, Paulo de Tarso, explica a importância dos kits como medida de prevenção em caso de desastres naturais. "Então esse kit tem os medicamentos da Atenção Básica, são medicamentos para manutenção. Todos aqueles pacientes crônicos, então todos os diabéticos, todos os hipertensos, que tomam algum tipo de medicamento que não pode parar e numa chuva, desmoronamento, seja o que for, a gente encaminha esses kits para manutenção de tratamento de todos esses pacientes. Isso é o mais importante, ter todo um plano elaborado de prevenção, para os seus agravos, desastres da natureza. Então se você tem já um plano previamente elaborado é o que resolve".

O médico de 53 anos, Dalvan Tadeu Brun, por exemplo, é voluntário desde 2012 e já participou de missões no Amazonas, Acre e Rondônia. Ele conta que a experiência de atuar nas missões é bastante intensa. "Esse contato muito próximo com a população é um contato muito intenso, principalmente nas alagações, uma população ribeirinha já sofrida, te olhando com aquele olhar de curiosidade, de admiração. Pessoal que perdeu tudo, que não sabe como é que vai voltar para casa, quando vai voltar. E alguns vieram nos agradecer olho no olho pela consideração por nós estarmos tratando eles bem, com humanidade. Tem um princípio que é o princípio da equidade que é disponibilizar o máximo de recurso para quem precisa mais. Foi bem intenso. É bastante rica a experiência".

Força Nacional do SUS. Em dezembro do ano passado, ela participou da missão no município de Lajedinho, na Bahia. Danielle destaca que a experiência de ajudar as pessoas em situação de desastres é um grande aprendizado. "Quando a gente trabalha em saúde a gente só escolhe porque gosta e ama e quando a gente vê um objetivo desse, como a Força Nacional, que você sabe que você vai para levar ajuda. Uma cidade totalmente acabada, como Lajedinho, com a enxurrada que teve, todo mundo sem casa. Agradecem tanto a gente, isso é muito gratificante. A Força tinha mandado uma pessoa para fazer o levantamento da área, o que ia precisar. Foi muito organizado. Para mim foi um crescimento, foi um aprendizado muito importante".

Comentário (0) Hits: 3711
Registrado em:

#RetrospectivaSaúde2014 | Intolerâncias Alimentares

Promover a saúde e a boa alimentação é um dos principais passos para a prevenção de enfermidades como a obesidade, o diabetes e outras doenças crônicas, como AVC, infarto e câncer....

  • publicado
  • 08/01/15
  • 09h00
Comentário (0) Hits: 5210

Crianças e adolescentes em fase de crescimento precisam fazer pequenas refeições diárias

Crianças e adolescentes em fase de crescimento precisam fazer pequenas refeições ao longo do dia, além do café da manhã, almoço e jantar, que são as refeições principais. De...

  • publicado
  • 07/01/15
  • 16h39
Comentário (0) Hits: 24592

#RetrospectivaSaúde2014 | Informações Úteis

Mortalidade precoce, sequelas decorrentes de acidentes de trânsito, de outras violências e doenças cardiovasculares (DCV) são diariamente atendidas pelos serviços de emergências e...

  • publicado
  • 07/01/15
  • 09h00
Comentário (0) Hits: 4623

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página