Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral

Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 10 de Fevereiro de 2015, 14h05
  • Última atualização 10/02/15
  • 14h05

Encontro apresentará projeto de incentivo à qualidade no parto

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) realizará no próximo dia 25/02, no Rio de Janeiro, um encontro para apresentar o Projeto de Indução da Qualidade no Parto. A atividade é direcionada a representantes de hospitais privados e de operadoras de planos de saúde que prestam serviços de assistência obstétrica e neonatal e a profissionais que atuam na área. A iniciativa é uma parceria entre a ANS, o Hospital Israelita Albert Einstein e o Institute for Healthcare Improvement (IHI).

Na ocasião serão discutidos detalhes do projeto, incluindo a forma de operacionalização das atividades e os principais direitos e deveres dos participantes. Também serão apresentados os resultados de experiências anteriores relacionadas ao tema. A participação no encontro não garante ou obriga os hospitais e operadoras a aderirem ao projeto.

As vagas são limitadas a um representante por instituição, com a possibilidade de inscrever um segundo nome em lista de espera. Para isso, basta enviar e-mail para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. até o dia 20 de fevereiro, com o título do encontro, nome e CPF do participante, nome da instituição representada e endereço eletrônico para receber a confirmação.

Comentário (0) Hits: 3598
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 10 de Fevereiro de 2015, 13h59
  • Última atualização 10/02/15
  • 13h59

Brigas podem causar lesões e até fraturas graves

Credito: Vinicius TupinambaÉpoca de alegria e de folia nas ruas, o carnaval também é um período de muitos excessos, do consumo exagerado de bebidas alcóolicas a brincadeiras brutas e desagradáveis, que podem contribuir para que ocorram brigas e confusões em blocos, bailes, escolas de samba, entre outros locais com aglomeração de pessoas. As consequências de uma briga de rua são inúmeras, como lesões, escoriações, entorses, luxações e até graves fraturas, de acordo com especialista em trauma do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into).

“Nestas situações, a cabeça e o rosto são as áreas do corpo mais atingidas, podendo produzir fraturas no nariz ou nos ossos da face, deixando a vítima da agressão desacordada”, explica o ortopedista Leonardo Rocha, chefe do Centro de Trauma do Into. Os ferimentos podem ser provocados por chutes, socos, cabeçadas e materiais contundentes ou perfurantes, como facas, garrafas, pedaços de madeira, entre outros objetos.

Segundo o médico, os agressores podem não ficar ilesos ou ter sérias complicações e infecções; fraturas de mão, que são tratadas com imobilização; e de antebraço, devido ao movimento de defesa corporal. As fraturas nos ossos da perna ocorrem devido a chutes ou a objetos contusos. Há ainda lesões graves na pele provocadas por fratura exposta, que podem acarretar em infecção óssea e devem ser tratadas de emergência com cirurgia para descontaminação das feridas e estabilização da fratura.

Comentário (0) Hits: 8309
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Terça, 10 de Fevereiro de 2015, 11h52
  • Última atualização 10/02/15
  • 18h48

Ministério da Saúde divulga municípios contemplados no Programa Mais Médicos

O ministério da Saúde anuncia nesta quarta-feira (11/2) os municípios contemplados com médicos na primeira chamada do novo edital do Programa Mais Médicos. O ministro da Saúde, Arthur Chioro, e o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Hêider Pinto, atenderão a imprensa no hall de entrada do Ministério, às 14:30. Resultado dos municípios contemplados Data: 11...

Comentário (16) Hits: 16444
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 09 de Fevereiro de 2015, 15h38
  • Última atualização 09/02/15
  • 18h19

Ministério da Saúde divulga ação em aplicativo de relacionamento para prevenção à aids

Com o objetivo de chamar a atenção para a importância do uso do preservativo, o Ministério da Saúde divulgou nesta segunda-feira (9) ação de prevenção em aplicativos de celular Tinder e Hornet. A estratégia, que tem como público-alvo os jovens, a população gay e HSH (homens que fazem sexo com homens), foi anunciada nesta segunda-feira pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro, durante a divulgação da Campanha de Prevenção às DST e Aids do Carnaval 2015, no Rio de Janeiro. Também foram apresentados os resultados regionais da Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas na População Brasileira (PCAP).

Durante o evento, o ministro Chioro ressaltou a importância, não apenas do uso da camisinha, mas também da realização do teste e tratamento oportuno, no caso do diagnóstico positivo. “ A campanha de Carnaval deste ano, que também será estendida a outras festas populares, inovou ao focar na prevenção combinada: camisinha, testagem e tratamento”, ressaltou o ministro. Segundo ele, hoje os jovens apresentam um comportamento cada vez mais liberal, com aumento do número de parceiros ocasionais, razão pela qual o Ministério tem direcionado as campanhas a esse público.

Por outro lado, o ministro lembrou que a prevenção deve ser adotada por toda a população brasileira. “Hoje não podemos falar de grupo de risco. Todas as pessoas com vida sexual ativa estão vulneráveis. Por isso, a importância de usar a camisinha e se testar”, destacou o ministro.

A escolha dos aplicativos, que promovem encontro de pessoas para encontros casuais a partir de localização geográfica e de interesse, levou em conta a ampla repercussão nesse público. O Tinder possui milhares de usuários no Brasil, onde é um dos líderes do aplicativo. O Hornet é voltado, especificamente, para o público gay masculino e reúne milhares de usuários no país.

Comentário (0) Hits: 7867
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 09 de Fevereiro de 2015, 15h00
  • Última atualização 09/02/15
  • 15h00

Macarrão continua saboroso quando preparado de forma saudável

O macarrão não é de origem brasileira, mas é um dos pratos mais populares do nosso país. Muitas pessoas deixam de comer porque acreditam que o alimento engorda. No entanto, segundo a nutricionista da coordenação geral de alimentação e nutrição do Ministério da Saúde, Gisele Bortolini, o macarrão é um prato saudável e pode ser saboreado sem culpa, desde que preparado...

Comentário (0) Hits: 5461
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 09 de Fevereiro de 2015, 13h57
  • Última atualização 09/02/15
  • 13h57

Congresso mundial discute impacto social e ambiental na saúde

Discutir os impactos de fatores sociais e ambientais na vida das pessoas para influenciar a percepção de que o acesso a saúde vai além da assistência médica. Este é o objetivo da delegação brasileira que vai ao 14º Congresso Mundial de Saúde Pública, entre os dias 11 e 15 de fevereiro em Calcutá, na Índia. O evento, cujo tema é "Pessoas Saudáveis, ambientes saudáveis", reunirá pesquisadores e profissionais de gestão de organizações internacionais.

Um dos objetivos é influenciar as decisões das Nações Unidas, que discute a adoção das novas metas do milênio. Entre os 17 novos objetivos previstos está “assegurar uma vida saudável e promover bem-estar para todos”. Na avaliação dos especialistas, a meta precisa estar ligada às demais, como acabar com a pobreza, garantir acesso à água, ao saneamento e à energia elétrica, e o cuidado com o meio ambiente.

Pontos de debate - Representando a Federação Mundial de Associações em Saúde Pública, o conselheiro e ex-presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), Luiz Facchini, explica que as condições de saúde das pessoas são determinadas por vários fatores, entre os quais, a pobreza é um dos principais. “A escassez de água, como vemos hoje no Sudeste, sendo persistente no Nordeste, a poluição atmosférica são problemas de todos, mas que afetam mais os pobres”, disse.

Comentário (0) Hits: 3591
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 09 de Fevereiro de 2015, 13h45
  • Última atualização 09/02/15
  • 13h45

Dia D+1 de mobilização contra dengue e chikungunya, em Valparaíso-GO

Ministrro Arthur Chioro visita casas em Valparaíso (GO) Crédito: Rodrigo Nunes/MSO ultimo sábado (7/2) foi de mobilização em Valparaíso de Goiás e em todo o Brasil contra os focos do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue e da febre chikungunya. Alessandra Santos, 42 anos, reside em Valparaíso há 18 anos e garante que realiza periodicamente as ações de prevenção, eliminando os possíveis criadouros do mosquito. “O Dia D realizado aqui na comunidade é importante porque reforça a importância da prevencão. Porque ao invés de precisarmos tratar as doenças, nós vamos prevenir para que elas não aconteçam”, diz. Ela e outros moradores da região participaram do Dia D+1 de Mobilização contra dengue e chikungunya.

Para o Dia D+1, um grupo de agentes de saúde se reuniu para montar uma apresentação teatral com o objetivo de reforçar a importância das medidas de prevenção à dengue e chikungunya dentro das residências. Fábia dos Anjos, agente de combate a endemias há 10 anos, participa do grupo e destaca a importância da participação da população no #CombateAedes. “A nossa proposta é conscientizar a população para combater a dengue. Não adianta os agentes de saúde fazerem o monitoramento se a população não se mobilizar. Queremos transmitir o nosso conhecimento e buscar a união de todos no combate às doenças, porque o verdadeiro agente de saúde é o morador”, relata Fábia.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, além de autoridades locais e profissionais de saúde, alertaram a população para a necessidade de continuar realizando periodicamente as medidas de prevenção. O agente de combate às endemias, Fernando Rocha Paulino, ressalta que a informação da população é fundamental na hora de receber os agentes de saúde em suas casas. “A comunidade precisa saber que os agentes de saúde devem estar sempre uniformizados e portando o crachá de identificação”, reforça Fernando.

Comentário (0) Hits: 5426
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Segunda, 09 de Fevereiro de 2015, 12h27
  • Última atualização 09/02/15
  • 12h27

Ministro da Saúde anuncia novas bolsas de residência médica

Oministro da Saúde, Arthur Chioro, apresenta, nesta segunda-feira (9), na cidade do Rio de Janeiro, expansão das bolsas de residência médica financiadas pelo Ministério da Saúde. Também será lançado novo edital, voltado para instituições não contempladas pelo custeio de bolsas em seleções anteriores e que desejem expandir suas vagas de residência médica. Anúncio de bolsas de...

Comentário (0) Hits: 4656
Registrado em:

Repasse de recursos da Saúde para Belo Horizonte

O Ministério da Saúde informa que todos os repasses para a prefeitura de Belo Horizonte estão em dia. Os valores podem ser conferidos no portal do Fundo Nacional de Saúde . Somente no...

  • publicado
  • 09/02/15
  • 10h14
Comentário (0) Hits: 4112

Especial doenças da infância: Rubéola

A Rubéola é uma doença exantemática aguda causada por vírus. Há alguns anos era considerada uma doença de poucas complicações. Hoje, sabe–se que isso não é bem assim. A...

  • publicado
  • 07/02/15
  • 12h18
Comentário (0) Hits: 6967

Ministério da Saúde registra aumento de casos e redução de mortes por dengue

O período de maior transmissão da dengue já começou e demonstra que é preciso ficar alerta. O primeiro balanço do Ministério da Saúde de 2015 registrou um aumento de 57,2% dos casos...

  • publicado
  • 07/02/15
  • 10h19
Comentário (0) Hits: 4967

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página