Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral

Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 22 de Janeiro de 2015, 11h02
  • Última atualização 22/01/15
  • 17h01

Anvisa registra cinco novos genéricos inéditos no mercado

Cinco novos genéricos, ainda inéditos no País, obtiveram registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Com isso, pacientes e médicos passam a contar com opções terapêuticas a um custo reduzido, já que os medicamentos entrarão no mercado com preço pelo menos 35% inferior ao valor da tabela de referência.

Os produtos são cloridrato de moxifloxacino, ciclesonida, baclofeno, dienogeste e pitavastatina. Genéricos inéditos são medicamentos que substituem os produtos de referência em um mercado onde até então não havia concorrentes deste tipo. O cloridrato de moxifloxacino é um antibiótico com ação bactericida em infecções respiratórias, pneumonia, sinusite, bronquite crônica e doença inflamatória pélvica. O ciclesonida é utilizado para o tratamento de sintomas de rinite alérgica, incluindo congestão ou entupimento do nariz, coriza, coceira e espirros.

O baclofeno é um relaxante muscular usado para reduzir e aliviar a rigidez excessiva e espasmos nos músculos que podem ocorrer em várias condições, tais como a esclerose múltipla, doenças ou lesões na medula óssea e certas doenças cerebrais. O dienogeste é indicado no tratamento dos sintomas dolorosos das lesões da endometriose (migração e crescimento do tecido da parede interna do útero fora da cavidade uterina). A ingestão de um comprimido por dia leva à redução do tecido afetado (endométrio) e diminui os sintomas associados, como por exemplo, dor pélvica.

Comentário (3) Hits: 12425
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 21 de Janeiro de 2015, 17h32
  • Última atualização 21/01/15
  • 17h32

Hospital de BH já fez mais de dois mil partos nos últimos quatro anos

Para realizar o parto normal, as unidades de saúde da rede pública precisam ter ambiente, espaço físico e equipamentos adequados e profissionais de saúde qualificados. Um exemplo de local que reúne tudo isso são os dois centros de Parto Normal do Hospital Sofia Feldman da cidade de Belo Horizonte, que desde 2011 atende mulheres grávidas na capital mineira. Os dois Centros já realizaram cerca de 2100 partos normais desde que foram inaugurados. Os Centros de Parto contam com equipes de médicos, enfermeiras obstétricas e técnicos de enfermagem. 

Para a gestante ser atendida em um dos Centros de Parto, é preciso apresentar laudo médico atestando que a mulher pode ter o bebê de parto normal. Os Centros de Parto são reconhecidos pelo Ministério da Saúde e preenchem todos os requisitos necessários para o funcionamento. O médico do Centro de Parto do hospital Sofia Feldman, Edson Borges, explica os benefícios do parto normal para a gestante e também para o bebê. "A mãe tem uma recuperação mais rápida, tem um risco menor de infecção e sem contar os benefícios tardios como dor crônica, e outras complicações, lesões de bexiga, de ter transfusão sanguínea. E o bebê que passa pelo trabalho de parto também tem o risco menor de complicações respiratórias, principalmente quando é um trabalho de parto espontâneo. O corpo da mulher foi preparado para ter o bebê pela via normal".

A autônoma, Daiane Santiago de Sousa, por exemplo, teve seu primeiro filho há dois meses e escolheu ter o parto normal. Daiane conta que gostou muito do atendimento prestado pelos profissionais de saúde do centro de parto. "Desde o início eu sempre quis ter parto natural. Achei excelente. Foi natural, a recuperação foi super tranquila, foi rápida. Eu fiz o pré-natal lá na casa de parto normal, fui super bem atendida e a partir do momento que eu me internei, eu tive toda a assistência. Eu fui para sala de pré-parto, as meninas iam lá, verificava minha pressão, olhava se estava tudo certinho. Não tenho nada que reclamar não".

Comentário (0) Hits: 3675
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 21 de Janeiro de 2015, 17h31
  • Última atualização 21/01/15
  • 17h31

Tétano acidental pode ocorrer em destroços resultantes de inundações

Crédito:Konstantin SutyaginDestroços resultantes de inundações, deslizamentos, vendavais, granizos e outros decorrentes de chuvas podem provocar lesões na pele e, consequentemente, o adoecimento por tétano acidental. A população precisa ficar atenta principalmente com crianças que usam essas áreas para brincar inadvertidamente.

Tétano é uma doença grave, causada por uma bactéria encontrada em metal, de madeira, de vidro ou mesmo no solo (pregos, latas, ferramentas agrícolas, cacos de vidro, galho de árvore, espinhos, pedaços de móveis e outros). É importante destacar que a bactéria pode estar presente em objetos de metal, mesmo que não estejam enferrujados.

Entre os sintomas do tétano estão dificuldade de abrir a boca e engolir, fortes contrações musculares no rosto, no pescoço e até mesmo na barriga e dificuldade de respirar. Esses sintomas podem evoluir para contraturas (o músculo fica duro) generalizadas por vezes são desencadeadas com luz intensa ou som muito alto.

Comentário (0) Hits: 6319
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 21 de Janeiro de 2015, 17h29
  • Última atualização 21/01/15
  • 17h35

Cerca de 1600 partos normais já foram realizados na Mansão do Caminho em Salvador

Centro de Parto Normal da Mansão do CaminhoPara realizar o parto normal, as unidades de saúde da rede pública precisam ter ambiente, espaço físico e equipamentos adequados e profissionais de saúde qualificados. Um exemplo de local que reúne tudo isso é o Centro de Parto Normal da Mansão do Caminho da cidade de Salvador, que há três anos atende gestantes da capital da baiana. O Centro de Parto é o primeiro centro de parto normal da Rede Cegonha de Salvador, programa do Ministério da Saúde que dá assistência às mães e bebês da rede pública de saúde, e já realizou cerca de 1600 partos normais desde que foi inaugurada, em 2012. A equipe do Centro de Parto é formada por médicos, enfermeiras obstétricas e técnicos de enfermagem.

Para a gestante ser atendida no Centro de Parto, é preciso apresentar laudo médico atestando que a mulher pode ter o bebê de parto normal. O Centro de Parto é reconhecido pelo Ministério da Saúde e preenche todos os requisitos necessários para o funcionamento. O médico do Centro de Parto,José Luis Gaspar, explica os benefícios do parto normal para as gestantes e também para o bebê. "Normal é o parto via natural. O parto normal é fisiológico, é da natureza humana. O parto normal permite o contato pele a pele, ele permite o aleitamento de primeira hora, ele permite que a mulher participe de forma mais ativa, é uma ação da mulher, é poder da mulher. O aleitamento é mais rápido, ela pode andar logo após o parto, não separa mãe de bebê nem bebê de mãe".

A dona de casa Daiane Santos da Silva, por exemplo, escolheu o parto normal depois de ouvir a experiência de amigas que tiveram filho de maneira mais natural. "Foram bastante atenciosos. Cheguei aqui era mais ou menos duas horas da manhã eles mandaram eu ficar caminhando, fiquei internada. E foi maravilhoso. Até hoje estão sendo atenciosos comigo. Eles me ajudaram a fazer exercício, me colocaram numa sala que tinha bola, cavalinho e foi esse exercício que me ajudou bastante. Uma mulher também, doula, fez massagem nas minhas costas, me colocou no banheiro, tomei banho de água quente. Fiquei tranquila. Foi maravilhoso. Gostei bastante".

Comentário (0) Hits: 10715
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 21 de Janeiro de 2015, 17h16
  • Última atualização 21/01/15
  • 17h35

Autoteste começa a ser distribuído em Curitiba

O diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais (DDAHV), Fábio Mesquita, recebeu nessa manhã membros do Centers for Disease Control and Prevention do Departamento de Saúde dos Estados Unidos (CDC) e da embaixada americana para mostrar o andamento do projeto “A Hora é Agora”, lançado em novembro em Curitiba com a colaboração do Departamento, da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), da Universidade Federal do Paraná e do Grupo Dignidade. Além de Mesquita, a diretora-adjunta do DDAHV, Adele Benzaken, também participou da reunião.

Nena Lentini, vice-diretora de programas do CDC, e Aristides Barbosa Júnior, representante do CDC no Brasil, afirmaram que o autoteste começará a ser distribuído em fevereiro na capital paranaense por meio de registro pelo site a ser divulgado posteriormente. A retirada do teste poderá ser feita em terminais de autoatendimento nos Correios, em farmácias populares operadas pela Fiocruz ou ainda via recebimento por Sedex. O público-alvo desse projeto são jovens gays e homens que fazem sexo com homens (HSH). Outra ação prevista no projeto é a testagem móvel, na qual um trailer percorrerá pontos estratégicos da cidade. “O objetivo do ‘A Hora é Agora’ é vincular 90% dos gays testados aos serviços de saúde”, afirmou a vice-diretora do CDC. Além disso, o projeto acompanhará os jovens soropositivos para o tratamento.

Também participaram da reunião o adido de saúde do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, Abraham Miranda; a analista de Saúde Pública da mesma instituição, Dailani Carrijo; e a vice-diretora de Ciência do CDC, Raquel Miranda. Miranda destacou a vinda de alguns pesquisadores norte-americanos expoentes nas áreas de DST, AIDS e Hepatites Virais a eventos programados para 2015 no Brasil.

Comentário (0) Hits: 3921
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 21 de Janeiro de 2015, 17h04
  • Última atualização 28/01/15
  • 16h42

UNA-SUS está com inscrições abertas para o curso Hanseníase na Atenção Básica

A Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) está com inscrições abertas para o curso Hanseníase na Atenção Básica. Lançado em outubro de 2014, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS/MS), em parceria com a Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES/MS), o curso terá início em janeiro de 2015.

O curso Hanseníase na Atenção Básica tem como tem como objetivo preparar os profissionais para atuarem no controle da transmissão da hanseníase e diminuir as incapacidades causadas pela doença. Nesse contexto, o conteúdo apresentado ressalta a importância do diagnóstico oportuno e do efetivo controle de contatos. Para tanto, são utilizados diversos recursos educacionais para promover o aprendizado.

Além dos casos clínicos e dos quizes - bastante utilizados nos cursos oferecidos pela UNA-SUS -, o curso conta com vídeo-aulas com explicações de especialistas no tema. Também foram produzidas dramatizações, que servem como vídeos de apoio às explicações das vídeo-aulas. Dessa forma, os conteúdos de diferentes recursos se interagem, reforçando os conhecimentos do aluno. Além disso, são utilizados hipertextos, caixas de ajuda e glossário para aprofundar os conhecimentos de termos técnicos.

Comentário (10) Hits: 16685
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 21 de Janeiro de 2015, 15h24
  • Última atualização 21/01/15
  • 15h24

Clareadores dentais terão prescrição para sua venda

Crédito: Divulgação AnvisaOs clareadores dentais com concentração acima de 3% de peróxido de hidrogênio, presente ou liberado a partir de outras substâncias, terão sua venda permitida somente com a apresentação de prescrição profissional. A norma foi aprovada pela Anvisa na última quarta-feira (14/01) e tem como objetivo prevenir os danos que podem ocorrer a partir do uso destes produtos sem a correta orientação de um profissional habilitado.

A medida havia sido colocada em consulta pública em abril do ano passado a partir da identificação de problemas que podem surgir quando estes clareadores são utilizados sem uma avaliação prévia da saúde dental do usuário. Diversos conselhos regionais de odontologia, o conselho federal e associações de classe também já haviam indicado a necessidade de rever as regras para a venda dos clareadores dentais.

A norma da Anvisa também define que a propaganda destes produtos só poderá ser veiculada em publicações dirigidas aos profissionais prescritores. Já as embalagens terão que trazer impressa a expressão “venda sob prescrição de profissional legalmente habilidado”.

Comentário (2) Hits: 8924
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quarta, 21 de Janeiro de 2015, 14h11
  • Última atualização 21/01/15
  • 15h02

Ministério da Saúde alerta para diagnóstico precoce de hanseníase

cover 2560px x 1140pxComo parte das ações que marcam o Dia Mundial de Luta contra a Hanseníase, o Ministério da Saúde lança, nesta quarta-feira (21), campanha publicitária para conscientização da população sobre a doença. Com o mote, “Hanseníase: quanto antes você descobrir, mais cedo vai se curar”, a ação tem como foco o diagnóstico precoce da doença e a divulgação do tratamento que é ofertado de graça no Sistema Único de Saúde (SUS). A doença é considerada endêmica em todo o país, com maior incidência em cinco estados: Pará, Maranhão, Tocantins, Mato Grosso e Pernambuco. Atualmente, são 1,42 casos por 10 mil habitantes, uma queda de 68% em dez anos, o que mostra o esforço de eliminar a doença do país.

Confira a apresentação do ministro

Saiba mais sobre a hanseníase

Blog da Saúde

Web Rádio Saúde

A campanha será direcionada aos municípios de maior prevalência da hanseníase localizados, principalmente, nas Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. A comunicação com a população e os profissionais de saúde será feita por meio da TV, distribuição de cartazes, folhetos e mídias na internet, principalmente nas redes sociais. Ainda para marcar a data de luta contra a doença, em Brasília, o prédio do Ministério da Saúde receberá projeção de luzes em cores marrom, vermelho e bege, que representam os tons das manchas provocadas pela doença. A partir do mês de agosto, a campanha chega às rádios de todo o país.

Comentário (0) Hits: 13085
Registrado em:

Dia Mundial de Luta contra a Hanseníase

Você saberia identificar os sintomas da hanseníase? A doença infecciosa é contagiosa e causa manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas na pele com diminuição sensibilidade...

  • publicado
  • 21/01/15
  • 11h34
Comentário (8) Hits: 26893

Ministério da Saúde apresenta panorama da hanseníase no país

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, apresenta nesta quarta-feira (21), em Brasília, balanço da busca ativa de casos da doença realizada pelo Ministério da Saúde nas escolas em 2014. O...

  • publicado
  • 20/01/15
  • 17h35
Comentário (0) Hits: 54073

10 perguntas sobre lombalgia

Má postura, inflamação ou mesmo hérnia de disco. As causas variam, mas trazem como consequência a famosa lombalgia, ou dor nas costas, que prejudica as atividades do dia-a-dia e a...

  • publicado
  • 20/01/15
  • 15h22
Comentário (0) Hits: 19599

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página