Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Geral

Geral
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 06 de Fevereiro de 2015, 11h48
  • Última atualização 06/02/15
  • 11h48

Ensp mobiliza profissionais de saúde contra a hanseníase

Fiocruz oferece serviço de referência a todos aqueles que são encaminhados com suspeita de hanseníase e necessitam de diagnóstico Crédito: Ascom EnspEm comemoração ao Dia Mundial de Luta contra Hanseníase, o Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria (CSEGSF/Ensp) realizou uma série de atividades voltadas para a sensibilização dos profissionais de saúde e para a população de Manguinhos atendida pela unidade, pela Clínica Victor Valla e pelas equipes de Saúde da Família integrantes da iniciativa Teias-Escola Manguinhos. Tais ações fizeram parte do movimento tradicional da Ensp em participar da campanha anual do Ministério da Saúde que, em 2015, teve como tema Hanseníase: quanto antes você descobrir, mais cedo vai se curar, focando no diagnóstico precoce e na divulgação do tratamento oferecido gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e profissionais técnicos que atuam na Estratégia de Saúde da Família (ESF) do Complexo de Manguinhos participaram de uma oficina de capacitação organizada pelo responsável técnico de Enfermagem do Centro de Saúde Júlio Cesar Pegado Bordignone e pela assistente social Juliana Ribeiro Gomes. Segundo a assistente social, o objetivo do encontro foi salientar a importância de se conhecer um pouco mais sobre a hanseníase, seus principais sinais e sintomas, além de inseri-la na rotina de atendimento da população coberta pela ESF.

“Agentes de Saúde treinados e atualizados nesse tema serão uma importante ferramenta para identificação e tratamento precoce de novos casos na região. As estratégias de educação em saúde e capacitação contínua dos profissionais de saúde fazem com que estes se transformem em potenciais multiplicadores de informação, contribuindo para a desmistificação da doença por parte da sociedade, em geral", afirmou Juliana.

Comentário (0) Hits: 5798
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 06 de Fevereiro de 2015, 11h38
  • Última atualização 06/02/15
  • 11h38

Anvisa lança edital para o curso a distância sobre vigilância sanitária

A Agência e o Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde, da Universidade Federal do Ceará (Nuteds-UFC) promoverão um curso gratuito na modalidade de educação a distância para quatro mil servidores de Vigilância Sanitária lotados em prefeituras, governos estaduais e no governo federal. A fase de inscrição estará aberta a partir das 12h do dia 9 de...

Comentário (0) Hits: 7321
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Sexta, 06 de Fevereiro de 2015, 11h33
  • Última atualização 06/02/15
  • 11h33

Nova norma vai agilizar aprovação de pesquisas com remédios

a9c74348-d991-Norma pode agilizar aprovação de pesquisas com remédios e dispositivos médicos Divulgação/Marcello Casal J/EBCA diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, nessa quinta-feira (5), resolução que pretende tornar mais célere a aprovação de pesquisas com remédios e dispositivos médicos no Brasil. Um dos pontos considerados de maior avanço, tanto pela indústria farmacêutica quanto pela diretoria, é a previsibilidade de prazo para avaliação dos projetos. Antes a agência não dava prazo para análise; com a regra, passam a existir dois prazos.

A nova norma, que deve ser publicada em duas semanas, prevê que a agência analise os pedidos de permissão para estudos multicêntricos internacionais, que são feitos simultaneamente no Brasil e em outros países, já contam com pacientes voluntários e são considerados de menor risco, e de sintéticos em no máximo 90 dias. Caso o prazo não seja cumprido, a norma diz que o interessado pode iniciar a pesquisa, caso já tenha passado por aprovação ética fora da Anvisa. Essa categoria é responsável por cerca de 60% da demanda de análise da agência.

Os medicamentos considerados de maior risco, entre eles biológicos, e estudos clínicos 1 e 2 - fase inicial do desenvolvimento da pesquisa - e os totalmente brasileiros, terão prazo de 180 dias para ser analisados. Para essa área, não haverá aprovação tácita. Atualmente, a análise de pedidos ultrapassa seis meses, informou a Anvisa. A Agência está com um estoque de 115 estudos que serão analisados ainda com as regras antigas e fará um esforço concentrado para avaliá-los. Segundo a coordenadora substituta de Pesquisas Clínicas e Medicas da Anvisa, Flávia Sobral, a norma deve atrair mais estudos para o Brasil.

Comentário (0) Hits: 4596
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 05 de Fevereiro de 2015, 18h03
  • Última atualização 05/02/15
  • 18h03

Ministro da Saúde e Carlinhos Brown se juntam na luta contra a Aids

Nesta sexta-feira (06), o ministro da Saúde Arthur Chioro apresenta em Salvador (BA) a campanha de prevenção a Aids para o Carnaval. Conhecido por ser um dos maiores carnavais do Brasil, o estado da Bahia deve receber 707 mil turistas durante a folia, segundo dados do Ministério do Turismo. No evento, Chioro se junta ao músico Carlinhos Brown e anuncia resultados do uso do teste oral para...

Comentário (0) Hits: 6159
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 05 de Fevereiro de 2015, 16h35
  • Última atualização 05/02/15
  • 16h43

Ministério da Saúde apresenta teste oral para diagnóstico do vírus HIV

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, apresenta nesta sexta-feira (06), em Salvador, os primeiros resultados do uso do teste oral para diagnóstico do vírus HIV, além dos dados regionais sobre o uso de preservativos pela população brasileira, com base na última Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas na População Brasileira. O evento contará com a presença do músico Carlinhos...

Comentário (0) Hits: 4798
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 05 de Fevereiro de 2015, 14h30
  • Última atualização 05/02/15
  • 14h35

Hangout com Arthur Chioro

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, participará de um hangout - um bate-papo em vídeo - e responderá perguntas enviadas pelas redes sociais nesta quinta-feira (05), às 15h. As dúvidas poderão ser encaminhadas pelo Twitter, Facebook e Instagram, por meio da hashtag ‪#‎PergunteAoMinistro‬. Participe!

Comentário (0) Hits: 4751
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 05 de Fevereiro de 2015, 12h00
  • Última atualização 05/02/15
  • 12h00

Doenças da infância: Coqueluche

Crédito: JPC-PRODA coqueluche é uma doença infecciosa aguda, transmissível, de distribuição universal, que compromete especificamente o aparelho respiratório (traqueia e brônquios) e se caracteriza pela tosse seca. Transmitida pela bactéria Bordetella pertussis, pode ocorrer com o contato direto entre a pessoa doente e a pessoa suscetível, por meio de gotículas de secreção da orofaringe eliminadas durante a fala, a tosse e o espirro. Suas principais complicações são a pneumonia, otite média, ativação de tuberculose latente, enfisema pneumotórax, entre outras.

A doença inicia com manifestações respiratórias e sintomas leves (febre pouco intensa, mal-estar geral, coriza e tosse seca), seguidos por gradual de surtos de tosse, cada vez mais intensos e frequentes, até que passam a ocorrer às crises de tosses paroxísticas (tosse súbita incontrolável, com tossidas rápidas e curtas em uma única expiração), seguidas de vômito.

A coqueluche possui elevada incidência e mortalidade, especialmente nos menores de seis meses de idade. Também há registro de casos da doença em adolescentes e adultos, considerados fontes de transmissão mais frequente para esse grupo etário, principalmente os menores de um ano. Entre 2011 e 2013, o Ministério da Saúde registrou 4.921 casos de coqueluche em menores de três meses no Brasil, o que corresponde a 35% dos casos. Essa faixa-etária é ainda mais afetada na mortalidade, com 81% dos óbitos registrados nesse período.

Comentário (0) Hits: 12502
Registrado em:
Geral
  • publicado
  • Publicado: Quinta, 05 de Fevereiro de 2015, 11h35
  • Última atualização 05/02/15
  • 11h35

Novo bloco começa a funcionar na fábrica, em Goiana

Ambiente abrigará, ainda, os (as) empregados (as) da Gerência de Engenharia e Automação (GEA)O Bloco B-12 da fábrica da Hemobrás, em Goiana-PE, já foi entregue pelo consórcio responsável pela obra de engenharia e está recebendo os (as) novos (as) empregados (as) a partir desta semana. Com 1.457 metros quadrados, o B-12 é o prédio dedicado às atividades de manutenção da planta industrial, onde ocorrerá o trabalho de manutenção mecânica, elétrica e de instrumentação (equipamentos usados para medição). Além dessa área técnica específica, o ambiente abrigará, ainda, a Gerência de Engenharia e Automação (GEA), que atualmente possui duas frentes de ação: uma no escritório operacional da estatal, no Recife, e outra em um espaço provisório construído no próprio canteiro de obras.

Dentro do montante investido na construção da fábrica, de R$ 855 milhões, o bloco recebeu um aporte aproximado de R$ 3,6 mi para a edificação de dois pavimentos. No térreo, considerado mais operacional, foi planejado o local reservado às atividades de conservação do patrimônio, com ferramentaria e almoxarifado que proporcionarão pronto-atendimento das necessidades de pequeno porte. Também nesse piso é possível encontrar recepção, instalações para copa, vestiário e salas para brigada de incêndio, prestação de serviços terceirizados e um espaço para eventos.

De acordo com o gerente de Engenharia da Hemobrás, Marcelo Carrilho, a área técnica foi projetada com um pé direito com mais de oito metros de altura, o que permitirá a realização do trabalho com conforto, em virtude das condições climáticas da região. Também em virtude disso, o ambiente possuirá exaustores eólicos, sistemas que exploram a força dos ventos para eliminar problemas de circulação de ar. Portanto, um processo natural que não afeta o meio ambiente.

Comentário (0) Hits: 5112
Registrado em:

Novo teste rápido de HIV/Sífilis obtém registro da Anvisa

O Instituto de Tecnologia e Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) recebeu o registro da Anvisa para fornecer um novo teste de reativo para diagnóstico: o DPP® HIV/Sífilis combo....

  • publicado
  • 05/02/15
  • 11h25
Comentário (0) Hits: 5285

Faltam dois dias para a mobilização nacional contra a dengue e a chikungunya

Faltam apenas dois dias para o Dia D de combate à dengue e à chikungunya. Apesar da queda de 59% nos casos de dengue no ano passado, o Ministério da Saúde vai aproveitar a data para...

  • publicado
  • 05/02/15
  • 11h21
Comentário (0) Hits: 6534

Saiba por que o Ministério da Saúde quer reduzir as cesarianas desnecessárias no Brasil

Em 2013, a economista Sâmia Lacerda engravidou pela primeira vez. Assim que descobriu a gravidez, ela já teve certeza que deixaria o bebê chegar ao mundo de forma natural. "Quando eu...

  • publicado
  • 05/02/15
  • 11h16
Comentário (0) Hits: 4641

Facebook

Twitter

Fim do conteúdo da página