Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Promoção da Saúde > Estrias podem ficar menos visíveis se forem tratadas logo
Início do conteúdo da página
Promoção da Saúde
  • não publicado
  • Publicado: Quarta, 30 de Maio de 2012, 12h02
  • Última atualização: 01/10/13 15h22

Estrias podem ficar menos visíveis se forem tratadas logo

Foto: DivulgaçãoAs estrias são provocadas pelo esticamento rápido da pele e são muito comuns na mulher durante a puberdade, quando o corpo começa a tomar formas mais arredondadas. Esse esticamento da pele pode acontecer com o crescimento na adolescência, com um grande aumento de peso ou durante a gravidez. O uso de alguns medicamentos, como corticoides, também pode causar estrias. As estrias aparecem porque há a ruptura das fibras que dão elasticidade à pele.

A dermatologista do Hospital de Ipanema no Rio de Janeiro, ligado ao Ministério da Saúde, Marcia Senra explica que as estrias podem ser recentes, quando são avermelhadas, ou antigas, quando estão esbranquiçadas. Ela explica como é o tratamento para o problema. “As estrias recentes têm um processo inflamatório intenso. É feito um tratamento com produtos locais, contendo ácidos. Podem ser feitas injeções dentro da estria com vitamina C, ou substâncias para provocar o processo inflamatório. Pode ser feito também uso de laser, peeling de cristal. As estrias mais antigas são mais difíceis. É preciso fazer tratamentos mais invasivos para ter resultado, então as injeções com vitamina C, com substâncias químicas e carboxiterapia que melhora a circulação do local.”

A dermatologista garante que se o tratamento for adequado as chances das estrias ficarem menos visíveis são grandes. Ela destaca que a prevenção é a melhor alternativa para as estrias. “Lembrar que você sendo preventivo, hidratando bem a pele, cuidando do seu peso, observando se os anticoncepcionais pioram, é muito comum após menopausa com reposição hormonal. Então se as pessoas ficarem atentas fica mais fácil tratar logo de início.”

A especialista conta ainda que não há remédios milagrosos contra as estrias e alerta que é importante ficar atento a produtos que prometam o desaparecimento completo das estrias. Segundo ela, as estrias nunca desaparecem completamente.

Fonte: Amanda Mendes / Web Rádio Saúde

Adicionar Comentário

Comentários

  • Nenhum comentário encontrado
Fim do conteúdo da página